Dezembro 2007

  • ANÚNCIO: Empreste-me a sua alma; pago bem.

    Meu nome é Judas Iscariotes. Nasci na Galileia, há 2040 anos. Fui discípulo de Jesus, um extraordinário profeta, a quem chamaram Cristo. Convivi com ele durante três anos e tive o privilégio de assistir aos seus milagres. Vi-o dar vista a cegos, curar paralíticos e pôr coxos a andar. Tudo coisas que outros milagreiros fazem.
    Mas vi-lhe fazer três prodígios que ninguém conseguiu fazer: transformou água de lavar mãos em vinho de excelente qualidade; alterou condições meteorológicas, fazendo instantaneamente cessar o vento e a tempestade; deu de comer a cerca de 10.000 pessoas com 5 pães e 2 peixes e, Ler mais...

  • Conceito de beleza alterado nos dias que correm

    Tive hoje acesso a um vídeo que adorei sobre como hoje em dia temos o conceito de beleza alterado e inatingível a qualquer mulher comum.
    Ora veja clicando aqui: http://videos.sapo.pt/j36zrS00Ef0puiVZi5bD
    É incrível como com as novas tecnologias podemos facilitar tanto as coisas, mas também causar tantos danos psicológicos, principalmente ao nível da auto-estima e amor próprio.
    A meu ver, encontramo-nos hoje em dia numa cultura que priveligia a beleza exterior face à interior, que promove a juventude em detrimento da idade como sinónimo de maior conhecimento e respeito, acabando-se numa inversão dos valores sempre dominaram as diferentes culturas e etnias mundiais e tornando-nos mais infelizes e insatisfeitos com o mundo de hoje. Ler mais...

  • Uma viagem à… Polónia

    Como prometido, vou tentar partilhar convosco um pouco do que vivi e senti nesta minha viagem (Junho/Julho 2007).
     
    A Polónia é um país muito bonito, estranhamente parecido com o nosso relativamente às pessoas e aos seus valores.
    É um país que ainda sofre os traumas resultantes da sua história.
    Para quem não saiba, a Polónia era um país com monarquia até ser ocupado pelos nazis durante a II Guerra Mundial, tendo o seu povo sido considerado uma raça a exterminar, em conjunto com os judeus e ciganos, entre outros.
    Quase todas as famílias têm elementos que morreram nos campos de concentração ou que por lá Ler mais...

  • Uma viagem a… São Miguel – Açores

    Pois é, como vocês sabem, estive em São Miguel em Agosto, e como prometido, aqui ficam algumas linhas sobre o que achei do local. O aeroporto é pequenino, uma coisa mesmo familiar como só encontrei na América do Sul, giríssimo! É muito fácil conseguir um táxi para Ponta Delgada, uma vez que fica em Relvas, mas estamos a falar de 5 minutos de carro, mais coisa menos coisa. A Ilha é belíssima! Ponta Delgada, como tudo na ilha, é pequeno e familiar. Rapidamente ficamos por dentro das ruas e de onde fica tudo. Sim, porque no centro da cidade pode encontrar-se de tudo, Ler mais...

  • “Fazer algo para sair desta solidão, será o mesmo que saltar no abismo.”

    Li hoje num texto num blog a seguinte frase: "Fazer algo para sair desta solidão, será o mesmo que saltar no abismo." Bem, sobre isto tenho umas quantas coisinhas a dizer. Pegando na frase que destaquei, acho que o segredo está aí, na minha modesta opinião, seja dito. Vejamos, se esta personagem fizer algo para sair do estado em que se encontra, se tiver a coragem de se enfrentar e dar o salto de fé, o salto no abismo, o salto para o desconhecido, que pode temer? O que não conhece? Bem, disso todos temos medo! Mas será isso justificação para nos agarrarmos a situações em que não somos felizes e em que ao nos olharmos não vemos quem achamos que somos, Ler mais...

  • Canela e Baunilha

    Andava cansado, os dias arrastavam-se como o cheiro da morte, perseguindo-me a cada instante, um odor intenso e inebriante, enjoativo, colava-se-me à pele que amarelecia e enrugava como uma maçã putrefacta. A cada novo amanhecer sentia-me infeliz, cada vez com pior aspecto. Lavava-me vezes sem fim em água de rosas, mas o cansaço estava-me entranhado como o cheiro da cebola e do alho comidos crus à refeição, em que nenhuma água, sabão ou colónia fazem desaparecer. Tinha perdido a motivação para viver, não conseguia mais sonhar, perder-me em prados de aroma a flores do campo, em cozinhas perfumadas pelo intenso sabor a bolos acabados de fazer, Ler mais...

Siga-nos no Facebook
Facebook Pagelike Widget
Últimos Livros Comentados
Tópicos recentes