Cassandra Clare

Já conhece metade do mundo, mas foi Nova Iorque a cidade escolhida para cenário de "Caçadores de Sombras", a série literária que a catapultou para os tops mundiais. O seu primeiro livro, "A Cidade dos Ossos", concedeu-lhe desde logo o estatudo de autora best-seller do New York Times, depois de ter já deixado a sua marca nas fan-fics que criava sobre o mundo de Harry Potter e de O Senhor dos Anéis. Cassandra Clare é, assim, a escritora cuja fama e vendas mais se aproximam de Stephenie Meyer, a autora que lhe conquistou inúmeros leitores através da crítica que se pode encontrar na contracapa dos livros de "Caçadores de Sombras".

Dotada de uma simpatia e bom-humor inestimáveis, Cassandra Clare não deixou de presentear o Segredo dos Livros com uma entrevista exclusiva durante a sua visita a Portugal, no passado mês de Junho, para promover "A Cidade de Vidro", aquele que devia ser o terceiro último livro de "Caçadores de Sombras". Novidades e estrondosas revelações não faltaram durante a conversa que o Segredo dos Livros teve com a autora, aguçando ainda mais o apetite dos ávidos leitores de fantasia urbana.

Continuar...

Lars Kepler

Eles são um casal mas escrevem pelo nome de uma única pessoa. Alexandra e Alexander Ahndoril decidiram usar o nome de Lars Kepler naquela que é a sua primeira aventura no campo de literatura policial. “O Hipnotista” é hoje reconhecido internacionalmente pela genialidade do enredo e similaridade com o célebre trabalho de Stieg Larsson. Primeiro de uma série de oito volumes, este livro catapultou o nome de Lars Kepler para os tops literários de todo o mundo. Apesar de ser filha de mãe portuguesa, Alexandra nasceu e viveu toda a sua vida na Suécia, onde há dezoito anos divide casa com o marido e também escritor Alexander. Numa visita a Portugal, o casal não deixou de nos presentear com uma fantástica entrevista cheia de surpresas e empolgantes revelações.

Continuar...

Becca Fitzpatrick

Becca Fitzpatrick provou ao mundo que veio para ficar. Depois de “Hush, hush” e do estrondoso sucesso atingido a nível internacional, a autora já escreveu uma sequela para a história de anjos caídos que revolucionou o mercado do fantástico. “Crescendo” será lançado nos EUA em Outubro deste ano e a espera não podia ser mais exasperante para os fãs. Ao que parece, uma nova tendência do fantástico está a ganhar grandes adeptos no mercado mundial: histórias sobre anjos expulsos do paraíso ocupam agora lugar nas bancas das livrarias do mundo inteiro. Becca Fitzpatrick é, sem dúvida, uma das grandes impulsionadoras deste fenómeno, tendo já conquistado milhões de fãs.  A escritora não deixou de partilhar o seu entusiasmo com os recentes admiradores portugueses, concedendo uma entrevista exclusiva ao site Segredo dos Livros.

Continuar...

Jill Mansell

A divertida autora britânica Jill Mansell aceitou o desafio de presentear os seus fãs portugueses com uma entrevista exclusiva ao nosso site. Com mais de três milhões de cópias dos seus livros vendidas em todo o mundo, Jill Mansell é uma das mais aclamadas escritoras da actualidade, célebre por roubar muitos sorrisos e gargalhadas aos leitores.Depois de inesquecíveis bestsellers como “Doce Vingança” e “Uma Oferta Irrecusável”, a autora provou nunca desiludir os fãs a cada livro novo que é publicado. Amante da vida e de tudo o que de bom ela nos dá, Jill Mansell revelou-se tão ou mais doce que as personagens dos seus romances.

Continuar...

Últimas Opiniões

  • Crash
    Depois de ter lido "Arranha-Céus" de J. G. Ballard, um romance que me deixou a pensar seriamente nos ...
  • 10.07.2019 22:32
  • Amantes de Buenos Aires
    Amantes de Buenos Aires, o novo romance de Alberto S. Santos, baseia-se numa história real e segue a ...
  • 08.07.2019 16:24
  • 25 de Abril, Corte e Costura
    Este livro é exatamente o que eu esperava dele: uma sucessão de quadros em que se ridiculariza a ...
  • 28.04.2019 21:03

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

“Ler um livro é para o bom leitor conhecer a pessoa e o modo de pensar de alguém que lhe é estranho. É procurar compreendê-lo e, sempre que possível, fazer dele um amigo.”
Hermann Hesse