Escrita Criativa

  • Hoje quero falar-vos do tempo…

    Hoje quero falar-vos sobre o tempo, o tempo que nos foge, que corre velozmente e nos deixa abismados quando nos apercebemos do quanto já passou, mas também do tempo que passa devagar, lentamente como uma torneira mal fechada que pinga lentamente gota a gota. Passamos a vida atarefados, tentando fazer mil e uma coisa sem parar, sem que nos apercebamos do que perdemos, do que fica por apreciar, por viver, do que afinal é a essência da vida, deixando assim de viver e passando a sobreviver! Vivemos com mil e um afazeres, mil e uma preocupações mas esquecemo-nos do que realmente é Ler mais...

  • Sempre a mesma coisa!!!

    Bem, bem, mais um dia, mais um dia de seca naquela secretária aborrecida, cheia de trabalho enfadonho com aquelas mulherezinhas atarracadas e maçadoras, feias que nem uma porta a cheirar a naftalina!
    E o maldito comboio que não chega, se me atraso já vou ouvir sermão do chefe, ó vidinha triste! E depois é o costume, que não queremos é trabalhar, não valemos o que nos paga, que só coçamos o rabo belas cadeiras, chato, chato, mil vezes chato! Todos os dias a mesma coisa! Bem, vou-me é sentar aqui junto aos cacifos que sempre fico mais resguardado do barulho. Ler mais...

  • Bernardo

    Seis horas, toca o relógio de cabeceira do Rui. É o sábado mais aguardado dos últimos tempos. Hoje partiria para a montanha para acampar e desfrutar o fim-de-semana consigo próprio. Chamava-lhe o fim-de-semana de meditação anual! Levanta-se rapidamente, sem sono nenhum, apesar de só ter dormido quatro tal era o entusiasmo. Deixou tudo preparado na véspera para sair o mais depressa possível. Veste-se rapidamente, dá um beijo leve na mulher que dorme do outro lado da cama e sai do quarto. Pega na mochila de “guerra”, mete os auscultadores do mp3 e começa a ouvir em altos gritos a Avril Lavigne com o seu “Girlfriend”. Ler mais...

  • Classificados: Alguém viu a minha serenidade?!?

    Alguém viu a minha serenidade?
    Fugiu-me. É sempre a mesma coisa, não tem emenda!
    Eu bem que a tento cativar, mantê-la por cá, mas ela, à primeira brecha, foge-me!
    Hoje acordei e tinha fugido, senti logo a sua falta.
    Já a procurei por muitos lugares, no meio das páginas, das imagens projectadas no ecrã,
    nos sabores, cheiros, nada!
    E agora mandou-me correio, a safada!
    Acaba de chegar o seu substituto, a angústia.
    E agora? Que faço eu com esta coisa ruim que só atrapalha?
    QUERO A MINHA SERENIDADE DE VOLTA!!!
    Ok, Ler mais...

Siga-nos no Facebook
Facebook Pagelike Widget
Os Mais Comentados
Tópicos recentes