Terror

Chuva cai,
Vento sopra,
Frio invade,
Alma chora.

Tremor surge,
Suor escorre,
Pânico se instala,
Medo vence.

Minutos que são dias,
Dias que viram pesadelos,
Pesadelos que trazem escuridão,
Escuridão que tudo consome.

E um nada que é tudo,
Em espera, em desespero.

0 comentários
0 likes
Anterior: Aos Olhos de DeusSeguinte: Não Brinque Senhor Tanner

Comentar