O Homem da Nave - Lançamento

FaceBook  Twitter  

Na data em que se comemora o centenário da morte de Aquilino Ribeiro, dia 27 de maio, sábado, vai realizar-se uma sessão às 16 horas, no lugar de Senhor da Aflição, em Soutosa, Moimenta da Beira (próximo da Fundação Aquilino Ribeiro), em que será feita a apresentação do livro O Homem da Nave - Serranos, Caçadores e Fauna Vária, editado pela Bertrand. Apresentarão o livro Henrique Monteiro, Álvaro Domingues e Aquilino Machado.

Últimas Opiniões

  • Hoje Estarás Comigo no Paraíso
    O título "hoje estarás comigo no paraíso", que reproduz as palavras de Jesus Cristo dirigidas no alto ...
  • 18.07.2017 09:30
  • A Avó e a Neve Russa
    Estamos perante um livro encantador, com uma história narrada por uma criança, mas que não tem nada de ...
  • 29.06.2017 20:31
  • A Profecia de João XXIII
    O mito da Atlântida tem apaixonado a humanidade desde o tempo de Platão, um filósofo grego que viveu ...
  • 18.06.2017 09:45

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"Algumas obras morrem porque nada valem; estas, por morrerem logo, são natimortas. Outras têm o dia breve que lhes confere a sua expressão de um estado de espírito passageiro ou de uma moda da sociedade; morrem na infância. Outras, de maior escopo, coexistem com uma época inteira do país, em cuja língua foram escritas, e, passada essa época, elas também passam; morrem na puberdade da fama e não alcançam mais do que a adolescência na vida perene da glória. Outras ainda, como exprimem coisas fundamentais da mentalidade do seu país, ou da civilização, a que ele pertence, duram tanto quanto dura aquela civilização; essas alcançam a idade adulta da glória universal. Mas outras duram além da civilização, cujos sentimentos expressam. Essas atingem aquela maturidade de vida que é tão mortal como os Deuses, que começam mas não acabam, como acontece com o Tempo."
Fernando Pessoa, in Heróstrato