António Damásio em Lisboa

O neurocientista português António Damásio estará em Lisboa para a inauguração da escola que toma o seu nome – a Escola Secundária António Damásio (Av. Dr. Francisco Luís Gomes, Lisboa - perto da Gare do Oriente). Contando com a presença de Nuno Crato (Ministro da Educação e Ciência) e António Costa (Presidente da Câmara Municipal de Lisboa), o Dia do Patrono terá lugar no dia 9 de janeiro, a partir das 9h45. O descerramento da placa está previsto para as 10h15, seguindo-se a sessão solene em que António Damásio fará uma apresentação sobre A neurociência da educação.
António Damásio publicou pela Temas e Debates: O Livro da Consciência, O Erro de Descartes e Ao Encontro de Espinosa.

Nolita na Póvoa de Santa Iria

É já na quarta-feira, dia 9 de Janeiro, às 17 horas, a apresentação na Póvoa de Santa Iria.
Se está na zona, participe, porque vai gostar desta nova saga juvenil de uma autora portuguesa, que nos ensina muito sobre a História de Portugal.

Na Linha do Horizonte - Lançamento

Se gosta de poesia, và à Bulhosa de Entrecampos (Lisboa) no sábado, dia 19 de Janeiro, às 17 horas. Terá uma boa tarde de fim de semana, com música e poesia.

Paasatempo "À Procura de um Lugar"

Ainda está a tempo de participar. Faça-o aqui até ao dia 8 de Janeiro. Esta a contribuir para uma boa causa e pode ganhar um exemplar deste livro.

Os livros que influenciaram os líderes - 4ª Sessão

Isabel Jonet, Presidente do Banco Alimentar Contra a Fome, e Luís Palha da Silva, Vice-Presidente da Galp Energia, são os convidados do primeiro encontro “Os livros que influenciaram os líderes” de 2013, que se realiza no próximo dia 10 de janeiro, às 18h30, na livraria Leya na Buchholz, na Rua Duque de Palmela, nº 4 (ao Marquês de Pombal), em Lisboa. A moderação da conversa será feita por José Prata, editor da Lua de Papel. A entrada é livre.

Nota: Já estive numa das sessões anteriores. São sempre líderes de grandes empresas ou instituições que nos falam dos livros que mais os influenciaram pessoal e profissionalmente. Gostei e aconselho.

Últimas Opiniões

  • A Ilustre Casa de Ramires
    NOTA: Este comentário contém spoilers (*** não leia se pretender ainda ler o livro ***) Após 2 ou ...
  • 28.06.2020 09:42
  • Imortal (José Rodrigues dos Santos)
    Acabei (finalmente) de ler o mais recente livro de José Rodrigues dos Santos - Imortal que trata de um ...
  • 01.06.2020 23:30
  • O Túmulo do Mestre
    Ótimo livro para se ler num fim de semana! Li-o em duas tardes. Os capítulos não são grandes, pelo ...
  • 19.04.2020 19:03

Últimos Tópicos

    • Navia
    • Navia, nascida no ano 410 D.C, época em que a Lusitânia encontra-se instável...
    • há 2 dias 16 horas
    • Navia
    • Navia Navia, nascida no ano 410 D.C, época em que a Lusitânia encontra-se...
    • há 2 dias 16 horas

Uma Pequena Palavra...

"Algumas obras morrem porque nada valem; estas, por morrerem logo, são natimortas. Outras têm o dia breve que lhes confere a sua expressão de um estado de espírito passageiro ou de uma moda da sociedade; morrem na infância. Outras, de maior escopo, coexistem com uma época inteira do país, em cuja língua foram escritas, e, passada essa época, elas também passam; morrem na puberdade da fama e não alcançam mais do que a adolescência na vida perene da glória. Outras ainda, como exprimem coisas fundamentais da mentalidade do seu país, ou da civilização, a que ele pertence, duram tanto quanto dura aquela civilização; essas alcançam a idade adulta da glória universal. Mas outras duram além da civilização, cujos sentimentos expressam. Essas atingem aquela maturidade de vida que é tão mortal como os Deuses, que começam mas não acabam, como acontece com o Tempo."
Fernando Pessoa, in Heróstrato