Em Destaque Fóruns Geral Divã dos Segredos Desabafos…

A visualizar 15 artigos - de 736 a 750 (de um total de 753)
  • Autor
    Artigos
  • #403498
    miriam
    Participante

    querida, só te posso desejar tudo de bom e ñ desistas 🙂
    luta para concretizares os teus sonhos 😉
    bjocas

    #403550
    Mónica Silva
    Participante

    mira escreveu:

    querida, só te posso desejar tudo de bom e ñ desistas 🙂
    luta para concretizares os teus sonhos 😉
    bjocas

    Bigada mirita 🙂

    #405760
    Filipe Dias
    Participante

    Boas tardes. Vi este tópico, desabafos, e gostava de soltar um desabafo. Diz respeito a um livro.
    Hoje, pela primeira vez, fiquei com raiva de ler um livro. Pela primeira vez parei de ler um livro por não conseguir mais olhar para ele. Passo a explicar…
    Sabia que ia estar um tempo em salas de esperas e então levei um livrito pequeno e de conteúdo leve, pensava eu. O livro escolhido foi “O Homem da Conspiração” de Nuno Markl. Comecei a ler, estupidez atrás de estupidez. Pensei que era só o começo, para prepara o leitor para aquele tipo de leitura. Mas continuei a ler e a raiva começou a crescer. Coisas sem nexo nenhum, invenções parvas, estupidez atrás de estupidez. Só por si as coisas já eram descabidas e estúpidas, mas o mais enervante é que nota-se um exagero e um esforço de dizer coisas estúpidas. Só conseguia pensar que raio de livro é aquele, que estupidez é aquela, e como é que uma editora publicou tal coisa. Tive de parar de ler, tive vontade de atirar o livro pelo ar, de o deixar na sala de espera e fugir, de o atirar para qualquer lado e não olhar mais. Só não o fiz por uma simples razão, o livro contém um CD que tinha ficado em casa, e não era justo para mim ficar com restos daquilo em casa. A sério, o livro é tão estúpido que nem chega a passar pelo cómico, passa directamente para o enervante. É daqueles livros que quero ver-me livre dele o mais rapidamente possível. Nem o volto a pôr na estante, pode dar-me um ataque de desprezo e mandá-lo pela janela fora sem nenhuns remorsos. Este livro é um atentado à literatura…
    Bem, desculpem o desabafo, mas esta é a minha opinião daquele monte de folhas…

    #408474
    Vanessa Montês
    Participante

    Acabei de ligar aos meus pais como faço todas as noites… e a primeira coisa que o meu pai diz é “atendi eu em vez da tua mãe para te avisar que a cadelinha não come, não bebe, não anda e está com uma infecção e a ser acompanhada pelo veterinário e a levar vacinas. Não sabemos se aguenta até ao final da semana”.
    Por causa da universidade e afins não vou a casa há dois fim de semanas, ou seja, estou cá à quase três semanas. Não vejo a minha cadelinha há três semanas e agora o meu pai disse.me isso… espero que ela melhore… ou pelo menos que a veja de novo, mais uma vez, quando regressar a casa, quinta feira. Já não falta muito, espero que ela fique bem (dentro dos possíveis) até lá.

    Sei que pode parecer idiota falar assim de um animal, mas eu adoro-a. Desde pequenina que sempre quis um cãozinho e foi no meu 9ºano que os meus pais me deram a mim e aos meus irmãos a minha cadelinha (Natacha, como a “maioria” decidiu chamar, embora eu a chame de Natcha, é mais curtinho, e a moda pegou em casa, chama-lhe tudo assim). Ela apenas tem 6 anos “humanos”, o que equivale a uns 45/50 de cão… Para a vida de um cão é pouco, mas considerando que desde pequenina tinha ataques de epilepsia nem é mau… mas mesmo assim agora fiquei mesmo mal :'(

    #408475
    angela nunes
    Participante

    força aí rapariga…
    eu já vivi essa situação duas vezes,mas continuo a ser uma apaixonada por cães…
    a minha cadela do momento é a Pucca,daí o meu nick e ela é como uma filha para mim,eu chamo-a a “minha mai nova”!
    até a minha filha diz a toda a gente que tem uma irmã peluda.
    não é nada idiota em falar assim dos nossos animais,pois podes crer que ás vezes eu pergunto directamente á minha cadela se ela sabe o quanto a amo.sim,porque é amor aquilo que sinto por ela,até posso dizer que não me imagino a viver sem ela.
    força,pois são momentos difíceis,mas também é muito mau se ela estiver a sofrer….fica bem e as melhoras para ela

    #408477
    Filipe Dias
    Participante

    Antes de mais. partilho a tua tristeza. Sei o que é ter animais de estimação, pois tenho-os desde há 21 anos, qd ainda era novo. Sei o que é acolher uma bichinho em casa, no meu caso gatos, e estimar e cuidar, e quando damos por nós estamos demasiado afeiçoados a eles, são parte da família. Sei também o que custa vê-los com algum problema, ou mesmo vê-los tristes. Tornam-se dependentes de nós, assim como nós deles, mas além disso são fiéis… sentem que são nossos…
    Essa situação não é fácil, acredito que seja angustiante e triste, aliás, sei que é. Quero apenas que saibas que esses sentimentos pela tua cadelinha são de valor. Se puderes corre para casa, a abraça a tua Natcha, não em despedida, mas para lhe mostrares que estás ali com ela e dar-lhe força para se por boa para muitos e muitos mais abraços durante muito tempo… Força…

    #408489

    Olá v_crazy_girl

    Desculpa meter-me onde não sou chamada, mas só quero dizer-te que entendo tão bem o que estás a passar…

    Também tenho uma “bichinha”, a minha Suka, a cadela mais ternurenta que eu já vi! Apesar de ser uma Fox Terrier (que têm uma personalidade forte e muito própria) é a coisa mais fofa, mais meiga, mais tranquila que já vi.

    E é doente desde bebé: sofre de uma alergia ambiental (fino, hem?) que a veterinária ainda não descobriu exactamente a quê. O que é certo é que toma cortisona desde bebé (tem agora 8 anos) e temos de ter extra cuidado com ela senão coça-se até ficar “careca” 🙁

    Isto tudo para te dizer que sei o que sentes pois sei o que eu sinto só de pensar que a qualquer momento a minha “bichinha” pode morrer. Sei que por causa da cortisona principalmente, não irá durar tanto como um cão normal e devia estar preparada, mas não estou e só de pensar nisso fico doente!

    Por isso te entendo! A minha conversa não te serve para nada eu sei, mas só quero que saibas que entendo a tua dor.

    #408497

    Para mim não acho idiota ficar assim por causa de um animal, pois já passei mais vezes do que gostava por aquilo que estás a passar e acredita que de todas as vezes é sempre doloroso, e que impedentemente daquilo que possa acontecer nunca os esquecemos.
    É como o meu gato já tem 18/19 anos de vida humana o que equivale a uns 120 na idade dos gatos e ele continua cá nem quero pensar quando chegar a vez dele.

    Força nós estamos aqui se precisares.

    Beijinhos

    #408551
    Vanessa Montês
    Participante

    Muito obrigada pessoal… Estava mesmo a precisar de desabafar e estava cá no fórum e soube-me mesmo bem dizer aquelas coisas… Ela foi operada, tinha uma infecção no útero. Agora está no “recobro” no veterinário… espero que ela melhore…

    Obrigada pessoal!

    #408552
    Filipe Dias
    Participante

    Mas que excelente notícia. É muito bom quando os médicos (veterinários) conseguem achar o problema, e sabem como o tratar. Fico bastante contente… E espero que daqui a dias venhas aqui dizer que a cadelita já tem um olhar vivo e alegre, já come e já brinca com vocês… 🙂

    #408554

    Ainda bem que descobriram o que a tua “piquena” tinha e que esteja tudo a correr bem. Desejo que tudo volte depressa ao normal e que tu também fiques mais tranquila! 🙂

    #408556

    Ainda boa notícia, assim que os problemas são detectados é mais rápida a solução.
    Espero que melhor depressa e que depois venhas aqui contar como ela está toda animada novamente.

    #409313
    Vanessa Montês
    Participante

    Hello people~~

    infelizmente a coisa não correu bem :'( já estava num estado muito mau, sobreviveu à operação mas no dias seguintes nem se levantava nem nada. Houve um dia que conseguiu levantar-se, mas no dia seguinte morreu 🙁

    #409314
    Vera Mouta
    Participante

    Oh que pena…. 😥

    #409315
    Vanessa Montês
    Participante

    Agora ando com uma crise existencial. Há professores no fórum? Se sim, podem dar-me uma opinião muito sincera?

    Hoje tive um teste. Acontece que o teste do ano passado da cadeira está a circular por aí e eu hoje de manha fi.lo, vi o que tinha mal e tentei perceber porquê e revi.lo umas duas ou três vezes.
    Quando cheguei ao teste hoje(passado apenas 3 horas de olhar par o teste do ano passado), vi que o teste era IGUAL sem tirar nem pôr do ano passado. O que é que eu fiz? Fiz o teste normalmente, sabendo as respostas que sabia. Houve umas 10 perguntas (tinhamos 45escolha múltiplas e 20 verdadeiro/falso) que estava indecisa (porque eu estudei o teste do ano passado mas como é normal nao o decorei) mas que fiz como achei e no final quando fui ver o teste do ano passado vi que as acertei. Agora… imaginem que acertei tudo e tiro 20, porque estudei um teste do ano passado que alguem tirou fotografia. Alguem que eu nem sequer sei quem é!! O que acham que o professor pode fazer?
    É que houve pessoas que erraram de proposito uma ou outra para nao parecer mal, mas eu estava indecisa numas 10 (que acabei por acertar), mas como estava ja indecisa em algumas respostas não ia pôr ainda outras mal de proposito. O professor pode fazer oral aos que tiveram melhor notas, e até aí sem problemas porque estudei imenso para a cadeira, duvido que tirasse 20 sem o teste, mas até tirava uma nota minimamente boa, mas não pode anular nem nada certo? Visto que não copiei, o teste não foi roubado da reprografia nem nada…

    Opiniões de professores…

A visualizar 15 artigos - de 736 a 750 (de um total de 753)
  • Tem de iniciar sessão para responder a este tópico.
Siga-nos no Facebook
Facebook Pagelike Widget
Últimos Livros Comentados
  • por Sebastião Barata
  • por Gina Cardoso
  • por Tiago
Tópicos recentes