Bem-vindo, Visitante
Username: Password: Memorizar
  • Página:
  • 1

TÓPICO: Ebook gratuito -Fantasia

Ebook gratuito -Fantasia há 2 meses 2 semanas #87710

  • terduraes
  • terduraes's Avatar
  • DESLIGADO
  • Junior Boarder
  • Romanciasta e poeta
  • Mensagens: 29
“Diz-me, Guardião da Praia, quem guardas para além de ti?”, perguntava-lhe silenciosamente todas as noites, tentando sempre que me respondesse. E revia, revia a sua cabeça-rocha enorme, o seu tronco pousado, em posição de guarda, com o olhar posto no horizonte.

“Diz-me Guardião, quem de mim escondes?”, e o vento sorria-me.

Gratuitamente em: KoboKobo
"O fantástico não está fora do real, mas no sítio do real que de tão visível não se vê.", Vergílio Ferreira
O adminstrador desactivou a escrita pública.

Ebook gratuito -Fantasia há 2 meses 1 semana #87714

  • terduraes
  • terduraes's Avatar
  • DESLIGADO
  • Junior Boarder
  • Romanciasta e poeta
  • Mensagens: 29
Um livro "encantador"
Um livro deliciosamente bem escrito em que a criatividade literária nos transporta ao "encantamento" do nosso imaginário mais puro.
por Margarida em 29 de abril, 2019
"O fantástico não está fora do real, mas no sítio do real que de tão visível não se vê.", Vergílio Ferreira
O adminstrador desactivou a escrita pública.
  • Página:
  • 1
Moderadores: fbeatriz
Time to create page: 0.456 seconds

Últimas Opiniões

  • Crash
    Depois de ter lido "Arranha-Céus" de J. G. Ballard, um romance que me deixou a pensar seriamente nos ...
  • 10.07.2019 22:32
  • Amantes de Buenos Aires
    Amantes de Buenos Aires, o novo romance de Alberto S. Santos, baseia-se numa história real e segue a ...
  • 08.07.2019 16:24
  • 25 de Abril, Corte e Costura
    Este livro é exatamente o que eu esperava dele: uma sucessão de quadros em que se ridiculariza a ...
  • 28.04.2019 21:03

Uma Pequena Palavra...

"Era uma vez uma mulher cujo ofício era contar histórias. Andava por todo o lado oferecendo a sua mercadoria, relatos de aventuras, de suspense, de horror ou de luxúria, tudo a um preço justo. Num meio dia de agosto encontrava-se no centro de uma praça quando viu avançar na sua direção um homem (...) És tu a que conta histórias?, perguntou o estrangeiro. (...) Então vende-me um passado, porque o meu está cheio de sangue e de lamentos e não me serve para percorrer a vida."
Isabel Allende
in Eva Luna