Bem-vindo, Visitante
Username: Password: Memorizar
  • Página:
  • 1

TÓPICO: Ebook gratuito - 7 espadas acima (texto poético)

Ebook gratuito - 7 espadas acima (texto poético) há 1 ano 3 meses #87708

  • terduraes
  • terduraes's Avatar
  • DESLIGADO
  • Senior Boarder
  • Escritora e poeta
  • Mensagens: 42
7espadasacima.jpg


Acabei de escrever o meu último livro. O nome é “7 espadas acima” e é texto poético. Os dois últimos romances que lancei anteriormente foram escritos em 2015 e 2016 e ficaram guardados no meu computador até verem luz.

Como os últimos, está na loja kobo.com para download gratuito. Na amazon.com tenho de fixar um preço mínimo.

Sinopse:

“Sei que te esperarei na próxima noite quando o mundo adormecer suavemente. Então, poderemos viver umas horas na confidência das estrelas, no segredo dos animais noturnos escondidos sob o luar, ténue luz guardadora das confidências dos amantes. Tenho tanto para te dizer e tão pouco tempo para partilhar. Queria-te comigo nos raios solares onde poderíamos correr descalços sobre a terra sentido o passado para além da História. Talvez nos encontrássemos num tempo anterior a todos os tempos, antes de todas as coisas, no tempo das espadas forjadas pelos Deuses, 7 espadas acima das colinas, 7 espadas acima dos vales. Agarraríamos as mãos numa dança louca, eu que não gosto de dançar, dançaríamos a dança estonteante das flores cantantes, dos sobreiros e castanheiros. E descansaríamos no cair da noite quando as corujas brancas se preparam para a caçada e lançam os seus gritos de predadores. Seríamos felizes”

Podem através do link fazer do download gratuito:


Boa leitura!
"O fantástico não está fora do real, mas no sítio do real que de tão visível não se vê.", Vergílio Ferreira
O adminstrador desactivou a escrita pública.
  • Página:
  • 1
Moderadores: fbeatriz
Time to create page: 0.474 seconds

Uma Pequena Palavra...

"Como um dia alguém me ensinou, os bons amigos são como os livros, nunca partem de vez. Sempre ficam no nosso coração."
Alberto S. Santos, in Para lá de Bagdad