Bem-vindo, Visitante
Username: Password: Memorizar
  • Página:
  • 1

TÓPICO: Unidos no Amor Contra a Indiferença

Unidos no Amor Contra a Indiferença há 10 anos 8 meses #4034

  • vibarao
  • vibarao's Avatar
  • DESLIGADO
  • Administrator
  • Mensagens: 6991
  • Thank you received: 61
A APN - Associação Portuguesa de Doentes Neuromusculares promove uma sessão para lançamento do livro "Unidos no Amor contra a Indiferença", de Manuel Matos e Isabel Barata, que se realiza no dia 5 de Dezembro, às 14H30, na Quinta da Senhora do Penedo (Rua do Penedo,163 - Valadares). Veja aqui como chegar à quinta do Penedo:

Para confirmar a presença ou pedir informações, contactar pelo telefone 226 160 568 ou pelo email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. . Sede da Associação: Rua das Cruzes, nº 580 - 4100-191 Porto - Portugal. Tel.: +351 226 106 202; e-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

«Este livro não é mais um conjunto de notas que vão sendo sobrepostas até se obter um determinado edifício, não é mais um texto biográfico.
Este livro não é também um testemunho, um discorrer de acções e opiniões que por aí se ficam, no conforto das certezas pessoais. Um hino ao desejo de viver também não, nem um apelo à reflexão do leitor.
Contudo, ele também é tudo isto, arriscar-nos-íamos a dizer, como todo o produto da mente e do coração humanos que se põe em letra de forma. Ele é tudo isto e muito mais.
Em primeiro lugar, ele é um plano de encontros num mundo onde os desencontros imperam. Depois, e na ordem caótica do Universo, ele é uma elegia ao Amor e à força, à energia que dele emana; uma canção de Amor entre dois seres longínquos na distância mas que se pertencem desde além da memória... só podem pertencer; e um pouco das suas histórias; e um grito de esperança; e um grito de quase desespero; e uma reflexão sobre a afectividade e a incapacidade (ou menor capacidade) física (como os autores – um, com uma osteogénese imperfeita, o outro, com uma doença neuromuscular muito severa); e... Este livro é, em suma, o NOSSO LIVRO, que vos oferecemos para dele, quem sabe, poderem obter algumas novas perspectivas que façam das vossas vidas vidas melhores, como aconteceu connosco.
Leiam-no, é o que vos pedimos, mas sobretudo reflictam sobre o quanto aqui fica dito.
Viver é sempre o melhor que a vida tem, mesmo quando só apetece desistir. Ser feliz é obrigatório e possível, mesmo quando, para tal, é preciso derrubar ou ignorar preconceitos frios e segregacionistas, nomeadamente os que interferem com a realidade digna e inteira das pessoas com deficiência.
Amar é a única saída digna para esta vida, e a melhor estadia nela.»
Isabel e Manuel
O adminstrador desactivou a escrita pública.
  • Página:
  • 1
Moderadores: fbeatriz
Time to create page: 0.461 seconds

Uma Pequena Palavra...

"Quase todos os homens vivem inconscientemente no tédio. O tédio é o fundo da vida, foi o tédio que inventou os jogos, as distracções, os romances e o amor."
Miguel de Unamuno