Bem-vindo, Visitante
Username: Password: Memorizar
  • Página:
  • 1

TÓPICO: Vencedores do passatempo "Chuva de Livros VII"

Vencedores do passatempo "Chuva de Livros VII" há 7 anos 6 meses #74645

  • vibarao
  • vibarao's Avatar
  • DESLIGADO
  • Administrator
  • Mensagens: 6991
  • Thank you received: 61
Os vencedores do passatempo "Chuva de Livros VII" são os seguintes:

1º – Em Nome da Fé
Ana Rita Ribeiro - Leiria

2º – Conquistando corações
Marlene Santos - Mafamude (V. N. Gaia)

3º – Passos Para a Felicidade
Filomena Sousa - Vila Nova de Gaia

4º – Efemérides Românticas
Natália Novais - Arões (S. Romão)

5º – Narcisos
Daniela Pereira - Esmoriz

6º – Linha Azul
Filipa Chaves - Carenque (Amadora)

Desta vez, são só meninas. Cada uma vai receber o livro indicado.

Parabéns a todas! E continuem a concorrer aos nossos Passatempos.
O adminstrador desactivou a escrita pública.

Re:Vencedores do passatempo "Chuva de Livros VII" há 7 anos 6 meses #74647

  • veruska
  • veruska's Avatar
  • DESLIGADO
  • Platinum Boarder
  • Mensagens: 4491
  • Thank you received: 2
Parabéns!
O adminstrador desactivou a escrita pública.
  • Página:
  • 1
Moderadores: fbeatriz
Time to create page: 0.431 seconds

Uma Pequena Palavra...

"Algumas obras morrem porque nada valem; estas, por morrerem logo, são natimortas. Outras têm o dia breve que lhes confere a sua expressão de um estado de espírito passageiro ou de uma moda da sociedade; morrem na infância. Outras, de maior escopo, coexistem com uma época inteira do país, em cuja língua foram escritas, e, passada essa época, elas também passam; morrem na puberdade da fama e não alcançam mais do que a adolescência na vida perene da glória. Outras ainda, como exprimem coisas fundamentais da mentalidade do seu país, ou da civilização, a que ele pertence, duram tanto quanto dura aquela civilização; essas alcançam a idade adulta da glória universal. Mas outras duram além da civilização, cujos sentimentos expressam. Essas atingem aquela maturidade de vida que é tão mortal como os Deuses, que começam mas não acabam, como acontece com o Tempo."
Fernando Pessoa, in Heróstrato