Bem-vindo, Visitante
Username: Password: Memorizar
  • Página:
  • 1

TÓPICO: Amor proibido na época do Estado Novo

Amor proibido na época do Estado Novo há 4 anos 2 meses #87262

Aqui está o meu primeiro romance e a conquista de um grande sonho.

Para quem gosta de histórias de amor com tramas intensas pelo meio sugiro a leitura do mesmo.

É a história de um amor proibido - entre um comunista e a filha de um acérrimo defensor do Estado Novo. A verdadeira busca pela liberdade é o grande final feliz de cada um dos intervenientes; sendo sempre o amor a grande arma ao serviço das personagens.

Espero que gostem!
Anexos:
O adminstrador desactivou a escrita pública.
  • Página:
  • 1
Moderadores: fbeatriz
Time to create page: 0.421 seconds

Uma Pequena Palavra...

"Algumas obras morrem porque nada valem; estas, por morrerem logo, são natimortas. Outras têm o dia breve que lhes confere a sua expressão de um estado de espírito passageiro ou de uma moda da sociedade; morrem na infância. Outras, de maior escopo, coexistem com uma época inteira do país, em cuja língua foram escritas, e, passada essa época, elas também passam; morrem na puberdade da fama e não alcançam mais do que a adolescência na vida perene da glória. Outras ainda, como exprimem coisas fundamentais da mentalidade do seu país, ou da civilização, a que ele pertence, duram tanto quanto dura aquela civilização; essas alcançam a idade adulta da glória universal. Mas outras duram além da civilização, cujos sentimentos expressam. Essas atingem aquela maturidade de vida que é tão mortal como os Deuses, que começam mas não acabam, como acontece com o Tempo."
Fernando Pessoa, in Heróstrato