Os Indomáveis F. C. - E agora, futebol a sério

 


Autor:
Álvaro Magalhães
Coleção: Indomáveis F.C. (Vol. 6)
Género: Infantil
Edição: Out/2018
Páginas: 144
ISBN: 9789720715470
Editora: Porto Editora

 

 


Os Indomáveis jogam a final four da Superliga, no Algarve, e é o fim do mundo dentro do campo e também fora dele, onde o Ricardo conhece o Messi, que, às vezes, escapa do estágio do Barcelona para gozar, em segredo, a vida normal.
A meia-final foi uma batalha que os levou à final contra os grandes favoritos, uma equipa de Lisboa onde joga um filho da Madonna (sim, também ela aparece, mais os problemas dos famosos!). Mas Os Indomáveis também têm algo a dizer.

Continuar...

O Estranhão - Como sobreviver à família

 

Autor: Álvaro Magalhães
Ilustração: Carlos J. Campos
Coleção: Estranhão (Vol. 8)
Género: Infantil
Edição: Out/2018
Páginas: 192
ISBN: 9789720727886
Editora: Porto Editora

 

 


Fred, o Estranhão, tem de se aguentar com a Gin, a prima especial que chegou para atormentar os seus dias e as suas noites. Grandes problemas virtuais o esperam, pois a Gin é bloguer, youtuber e ainda faz stand-up nas horas vagas. Um espanto! Além disso, Fred vive duas histórias de puro terror e uma outra, de puro amor, com a misteriosa rapariga que lia. E ele que só queria ter uma vida normal, sem sobressaltos... Mas isso não é tarefa fácil para um Estranhão. Pois não?

Continuar...

A Água e a Águia

 


Autor:
Mia Couto
Ilustração: Danuta Wojciechowska
Género: Infantil
Edição: Out/2018
Páginas: 32
ISBN: 9789722129596
Editora: Caminho

 

 


Foi então que a mais velha das águias juntou toda a comunidade e perguntou:
— Sabem o que é a letra i?
Uma disse: é um pau espetado no abecedário.
Outra disse: é um dançarino com um chapéu alto.

Continuar...

Histórias com História

 

 

Autora: Luísa Ducla Soares
Ilustração: Sérgio Marques
Género: Infantil
Edição: Out/2018
Páginas: 96
ISBN: 9789720728777
Editora: Porto Editora

 

 


A História de Portugal com os seus eventos reais, lendas e mitos serve de fundo a este livro.

Dele constam 14 textos muito diferentes - sérios, trágicos, curiosos, divertidos -, de diversas tipologias - narrativo, dramático, em forma de poema, carta, fábula, página de diário - e para todos os gostos.

Continuar...

Os Aventureiros na Cidade Flutuante

 


Autora:
Isabel Ricardo
Género: Infantil
Coleção: Os Aventureiros (Vol. 11)
Edição: Out/2018
Páginas: 288
ISBN: 9789897731273
Editora: Saída de Emergência

 

 


OS AVENTUREIROS recebem um presente muito especial: um cruzeiro exótico no Mediterrâneo a bordo do Splendida, um impressionante transatlântico de dezoito andares.
Nessa autêntica cidade flutuante cruzam-se com passageiros das mais diversas nacionalidades. Na Tunísia, um estranho passageiro comporta-se de modo muito suspeito, despertando a desconfiança de Bia e de Daniel.

Continuar...

Últimas Opiniões

  • Trilogia da Mão - Amadeo, Guilhermina, Rosa
    A "Trilogia da Mão" é um conjunto de três livros agora editados num volume só. Nesta trilogia, Mário ...
  • 11.10.2018 22:10
  • O Bibliotecário
    Trabalho numa biblioteca, e talvez por isso ofereceram-me esse livro. Tem um nome aliciante e uma ...
  • 14.09.2018 11:06
  • A Terra de Naumãn
    Quem disse que em Portugal não se faz boa ficção científica? Este novo romance de H. G. Cancela ...
  • 01.09.2018 10:34

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"Algumas obras morrem porque nada valem; estas, por morrerem logo, são natimortas. Outras têm o dia breve que lhes confere a sua expressão de um estado de espírito passageiro ou de uma moda da sociedade; morrem na infância. Outras, de maior escopo, coexistem com uma época inteira do país, em cuja língua foram escritas, e, passada essa época, elas também passam; morrem na puberdade da fama e não alcançam mais do que a adolescência na vida perene da glória. Outras ainda, como exprimem coisas fundamentais da mentalidade do seu país, ou da civilização, a que ele pertence, duram tanto quanto dura aquela civilização; essas alcançam a idade adulta da glória universal. Mas outras duram além da civilização, cujos sentimentos expressam. Essas atingem aquela maturidade de vida que é tão mortal como os Deuses, que começam mas não acabam, como acontece com o Tempo."
Fernando Pessoa, in Heróstrato