A História dos Três Pastorinhos

Autor: Sérgio Franclim
Ilustradora: Diana Oliveira
Género: Infantil
Edição: Abr/2017
Páginas: 40
ISBN: 9789898849243
Editora: Booksmile

 

 

No centenário das aparições de Fátima, esta é a maravilhosa história dos três pastorinhos contada às crianças!
«A 13 de maio de 1917, três pastorinhos guardavam um rebanho na Cova da Iria. Por volta do meio-dia, depois de terem rezado o terço, viram sobre uma pequena azinheira uma mulher vestida de branco.»
Assim começa a história dos três pastorinhos, agora adaptada para os leitores mais novos, com ilustrações que farão as delícias de todos.

No final do livro, encontram-se algumas das orações mais importantes para as crianças aprenderem a rezar.
Celebre o centenário das aparições de Fátima, partilhando com as crianças a maravilhosa história dos três pastorinhos!

Idade-alvo: A partir dos 4 anos

Veja aqui o livro por dentro.

Autor – Sérgio Franclim

Autor:

Sérgio Franclim nasceu em 1978 na cidade de Lisboa. Licenciou-se em Línguas e Literaturas Modernas, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Publicou o primeiro livro em 1999 como S. Franclim, tendo também publicado como Sérgio Sousa-Rodrigues. Desde então, publicou poesia, ficção, ensaio, teatro e ficção infantojuvenil. Atualmente, é professor e gestor de conteúdos do site do Instituto Diocesano da Formação Cristã.

Autor – Diana de Oliveira

Autora:

Diana de Oliveira vive em Lisboa com dois gatos, mas foge regularmente da cidade para ir acampar e conhecer outra bicharada. Desde pequena que se lembra de desenhar em qualquer coisa e de comer fruta apanhada das árvores. Cresceu a respeitar tudo o que a rodeia, seja animal, planta ou pedra, procurando deixar o mundo melhor do que o encontrou, ou não fosse escoteira há mais de 20 anos. Ilustrou o primeiro livro em 2013 e conta já com uns quantos na prateleira, mas foi com o Caderno (da Natureza) do Bicho do Mato que se estreou como autora, pondo em palavras e desenhos aquilo que faz naturalmente. Adora ter as mãos sujas de terra e de uma boa noite à fogueira, principalmente se o céu estiver limpo e as estrelas a brilhar.

0 comentários
0 likes
Anterior: Matilde: Quem É?Seguinte: As Crises e os Homens no Século XXI – Lançamento

Comentar

Siga-nos no Facebook
Facebook Pagelike Widget
Últimos Livros Comentados
Tópicos recentes