Aprende Gramática com o Bando das Cavernas

FaceBook  Twitter  

 

 

Autores: Nuno Caravela e Wonder Studio
Ilustração: Nuno Caravela
Género: Infantil / Escolar
Edição: Mar/2019
Páginas: 32
ISBN: 9789897078958
Editora: Booksmile

 

 

Com esta gramática, o Bando das Cavernas ajuda-te a escrever sem erros! Conhece os ditongos, os dígrafos, os acentos, as classes das palavras, algumas regras de pontuação e muito mais.
Domina o Português e faz boa figura! Não queiras ser como o Pinguinhas, do Bando dos Que Têm a Mania Que São Bons, que nem sabe a diferença entre um «há» e um «à»...

Livros de Apoio Escolar da marca «O Bando das Cavernas»: Páginas completamente ilustradas, cheias de cor e detalhes divertidos, que complementam as próprias histórias!

Idade-alvo: A partir dos 7 anos

Espreita o livro por dentro aqui.

Desta coleção no Segredo dos livros:
Piadas com Dez Mil Anos
Aprende a Tabuada com o Bando das Cavernas
Aprende Estudo do Meio com o Bando das Cavernas

Autor:

Nuno Caravela nasceu em Lisboa a 1 de agosto de 1968. Frequentou o I.A.D.E e o AR.CO. Centro de Arte e Comunicação e iniciou a carreira de autor e ilustrador em 1992. Em paralelo exerceu funções de criativo durante seis anos em agências de publicidade, foi durante sete anos autor e coordenador de edição do projeto «Escola Global - A Tradição na Sala de Aulas», destinado à recuperação de Contos Tradicionais Portugueses. Desde então tem desenvolvido inúmeros projetos na área da literatura infantil, em parceria com algumas das mais conceituadas editoras portuguesas.
O Bando das Cavernas é a coleção de maior sucesso de Nuno Caravela, que soma 250 mil exemplares vendidos em Portugal (em nov/2017).

Saiba mais sobre o autor e a coleção em www.facebook.com/obandodascavernas

Autor:

Wonder Studio é o atelier criativo da 20|20 Editora, onde uma talentosa equipa de escrita, ilustração e design se juntou para criar fantásticos livros e outros projetos editoriais. Sejam títulos originais, capas de livros, ou adaptações de bestsellers como O Bando das Cavernas, tudo o que sai do Wonder Studio é sempre uma escolha acertada, com a garantia incondicional de qualidade e satisfação da 20|20 Editora.

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • O Túmulo do Mestre
    Ótimo livro para se ler num fim de semana! Li-o em duas tardes. Os capítulos não são grandes, pelo ...
  • 19.04.2020 19:03
  • O Túmulo do Mestre
    O escritor de "O Túmulo do Mestre" conseguiu os seus objectivos. Leva-nos a viver uma história muito ...
  • 18.04.2020 19:56
  • O Túmulo do Mestre
    Já li o livro há alguns anos. Foi um livro que li em dois dias, e o final deixa-nos na expectativa ...
  • 18.04.2020 16:48

Últimos Tópicos

    • Há procura de opiniões
    • Boms dias a todos, Envio um inicio de livro que para aqui tenho já há talvez...
    • há 1 semana 23 horas
    • o final tem um ritual
    • O meu ritual é uma tortura, mas pra um TOC. Eu tenho que ler o final várias e...
    • há 2 semanas 3 dias
    • Frecha
    • - Frecha, toda a magia tem um preço, sabes disso. Tens a certeza que queres...
    • há 1 mês 3 semanas
    • Frecha (Saga "Os castros")
    • "- Frecha, toda a magia tem um preço, sabes disso. Tens a certeza que queres...
    • há 1 mês 3 semanas

Uma Pequena Palavra...

"Algumas obras morrem porque nada valem; estas, por morrerem logo, são natimortas. Outras têm o dia breve que lhes confere a sua expressão de um estado de espírito passageiro ou de uma moda da sociedade; morrem na infância. Outras, de maior escopo, coexistem com uma época inteira do país, em cuja língua foram escritas, e, passada essa época, elas também passam; morrem na puberdade da fama e não alcançam mais do que a adolescência na vida perene da glória. Outras ainda, como exprimem coisas fundamentais da mentalidade do seu país, ou da civilização, a que ele pertence, duram tanto quanto dura aquela civilização; essas alcançam a idade adulta da glória universal. Mas outras duram além da civilização, cujos sentimentos expressam. Essas atingem aquela maturidade de vida que é tão mortal como os Deuses, que começam mas não acabam, como acontece com o Tempo."
Fernando Pessoa, in Heróstrato