O Palácio Japonês

Autor: José Mauro de Vasconcelos
Coleção: Obras de José Mauro de Vasconcelos
Género: Juvenil
Edição: Nov/2018
Páginas: 112
ISBN: 9789897078408
Editora: Fábula

  

Contada com a mestria que carateriza José Mauro de Vasconcelos, esta é uma história comovente e apaixonante que toca o coração do leitor.
Pedro é um pintor solitário que vive em São Paulo. Todos os dias dá um passeio até à Praça da República e fica a admirar em silêncio os pequenos animais, as plantas e as crianças a brincar, à procura de tranquilidade e inspiração.
Um dia, um velho homem mete conversa com ele e leva-o a conhecer o magnífico Palácio Japonês. Aqui vive um Príncipe chamado Tetsuo, que sofre de uma doença incurável.

Pedro e Tetsuo, sob o olhar atento do tio do menino, o Mestre Kankuji, iniciam uma amizade que mudará o destino de ambos.
Nesta história comovente e inesquecível, o autor consegue, uma vez mais, tocar os leitores de uma forma mágica e poética.
Uma narrativa emocionante, escrita por José Mauro de Vasconcelos, vencedor do Prémio Jabuti de Romance, o mais importante prémio literário brasileiro.

Extrato disponível aqui.

Idade-Alvo: A partir dos 12 anos

Deste autor no Segredo dos Livros:
O Veleiro de Cristal
O Meu Pé de Laranja Lima

Autor – José Mauro de Vasconcelos

Autor:

José Mauro de Vasconcelos nasceu no Rio de Janeiro em 1920 e faleceu em São Paulo em 1984.
Descendente de portugueses, o autor teve vários empregos durante a adolescência, viajando depois por todo o Brasil e por vários países europeus.
O seu primeiro grande êxito foi Rosinha, Minha Canoa (1962). Em 1968 publicou o seu livro mais conhecido, O Meu Pé de Laranja Lima, que já foi adaptado para televisão, cinema e teatro.
Pelo conjunto da sua obra é hoje considerado um autor clássico da literatura juvenil brasileira do século XX.

0 comentários
0 likes
Anterior: O Bando das Cavernas: Piadas com Dez Mil AnosSeguinte: Foi sem querer que te quis – Lançamento

Comentar

Siga-nos no Facebook
Facebook Pagelike Widget
Últimos Livros Comentados
Tópicos recentes