O Rapaz do Pijama às Riscas

 

 

  

Autor: John Boyne
Edição: Nov/2007
Páginas: 176
ISBN: 9789724153575
Editora: Edições Asa

 

 

Ao regressar da escola um dia, Bruno constata que as suas coisas estão a ser empacotadas. O seu pai tinha sido promovido no trabalho e toda a família tem de deixar a luxuosa casa onde vivia e mudar-se para outra cidade, onde Bruno não encontra ninguém com quem brincar nem nada para fazer. Pior do que isso, a nova casa é delimitada por uma vedação de arame que se estende a perder de vista e que o isola das pessoas que ele consegue ver, através da janela, do outro lado da vedação, as quais, curiosamente, usam todas um pijama às riscas.

Como Bruno adora fazer explorações, certo dia, desobedecendo às ordens expressas do pai, resolve investigar até onde vai a vedação. É então que encontra um rapazinho mais ou menos da sua idade, vestido com o pijama às riscas que ele já tinha observado, e que em breve se torna o seu melhor amigo…

Faixa etária: a partir dos 13 anos

Autor – John Boyne

Autor:

John Boyne nasceu em Dublin, em 1971, onde reside.
Estudou Literatura Inglesa no Trinity College, em Dublin, e Escrita Criativa na Universidade de East Anglia, em Norwich. Foi escritor-residente da Universidade de East Anglia. Trabalhou durante vários anos como livreiro.
É autor de vários romances e livros infantojuvenis, incluindo o best-seller internacional O Rapaz do Pijama às Riscas, um dos mais vendidos e adaptado para o cinema. A sua obra encontra-se publicada em mais de 40 países e conta mais de cinco milhões de exemplares vendidos em todo o mundo.

3 comentários
1 like
Anterior: Os RetornadosSeguinte: Naquele Tempo

Comentários

  • Cristina Delgado

    Novembro 3, 2010 às 15:26
    Responder

    Gostei. É um livro escrito de uma forma muito simples, para uma faixa etária a partir dos 13 anos, partindo do princípio de que os "nossos" jovens com essa idade já sabem o que foi o holocausto, e as palavras "Auschwitz" e "fuhrer" não lhes são estranhas.O narrador é Bruno, um menino alemão de 9 anos, cheio de inocência e de ironia que, mesmo tratando-se deste tema, nos faz sorrir...Lê-se num ápice e o desenrolar desta história não nos previne para o desfecho final, desconcertante, mas, ao mesmo tempo, sublime, acho eu.Como crítica, posso apontar duas gafes que, para um […] Ler Mais...Gostei. É um livro escrito de uma forma muito simples, para uma faixa etária a partir dos 13 anos, partindo do princípio de que os "nossos" jovens com essa idade já sabem o que foi o holocausto, e as palavras "Auschwitz" e "fuhrer" não lhes são estranhas.O narrador é Bruno, um menino alemão de 9 anos, cheio de inocência e de ironia que, mesmo tratando-se deste tema, nos faz sorrir...Lê-se num ápice e o desenrolar desta história não nos previne para o desfecho final, desconcertante, mas, ao mesmo tempo, sublime, acho eu.Como crítica, posso apontar duas gafes que, para um livro didáctico como este, creio não serem admissíveis... São palavras que, estando incorrectas, mudam o sentido à história! No livro que possuo fiz as devidas correcções, para que os meus dois filhos mais novos possam ler e perceber esta história que, certamente, lhes vou recomendar! Cinco estrelas, definitivamente! Read Less

  • Lídia Rumor

    Setembro 9, 2010 às 21:49
    Responder

    Através dos inocentes olhos de um menino alemão de nove anos, Bruno, assistimos, por um lado, ao desenvolvimento de uma bela mas proibida amizade (Bruno torna-se amigo de um menino judeu da sua idade, Shmuel) e, por outro, adivinhamos todos os horrores do Holocausto que se passam mesmo ali ao lado. Para o nosso pequeno herói, Bruno, Shmuel é apenas um grande amigo, que traz um pijama às riscas como todos os que vivem do outro lado da vedação. Curioso, aventureiro e corajoso a história do pequeno Bruno termina trágica e ironicamante no meio dos tão odiados judeus numa câmara […] Ler Mais...Através dos inocentes olhos de um menino alemão de nove anos, Bruno, assistimos, por um lado, ao desenvolvimento de uma bela mas proibida amizade (Bruno torna-se amigo de um menino judeu da sua idade, Shmuel) e, por outro, adivinhamos todos os horrores do Holocausto que se passam mesmo ali ao lado. Para o nosso pequeno herói, Bruno, Shmuel é apenas um grande amigo, que traz um pijama às riscas como todos os que vivem do outro lado da vedação. Curioso, aventureiro e corajoso a história do pequeno Bruno termina trágica e ironicamante no meio dos tão odiados judeus numa câmara de gás, no campo de concentração que o seu próprio pai comandava. É uma grande lição aquela que podemos aprender com o pequeno Bruno - somos todos humanos, a cor, raça ou religião não importa, o que interessa é sermos felizes. Read Less

  • Vera Mouta

    Novembro 25, 2009 às 12:15
    Responder

    Primeiro vi o filme e só depois é que li o livro.Na altura que fui ver o filme nem tinha bem a noção da história do mesmo e só posso dizer se sai da sala de cinema com lágrimas nos olhos.O filme é lindissimo e o livro também.O livro conta a história de Bruno que se muda de Berlim para outra cidade, onde o pai tem um novo emprego. Aí não tem ninguém para brincar e então resolver explorar o que tem a volta para se entreter...é numa dessas explorações que descobre uma vedação e um miudo por trás dele […] Ler Mais...Primeiro vi o filme e só depois é que li o livro.Na altura que fui ver o filme nem tinha bem a noção da história do mesmo e só posso dizer se sai da sala de cinema com lágrimas nos olhos.O filme é lindissimo e o livro também.O livro conta a história de Bruno que se muda de Berlim para outra cidade, onde o pai tem um novo emprego. Aí não tem ninguém para brincar e então resolver explorar o que tem a volta para se entreter...é numa dessas explorações que descobre uma vedação e um miudo por trás dele com o pijama às riscas, que se vai tornar seu amigo.Um bela lição de vida e amizade e uma visão do Holocausto do ponto de vista de um miudo. Read Less

Comentar

Siga-nos no Facebook
Facebook Pagelike Widget
Últimos Livros Comentados