O Tubarão na Banheira

Autor: David Machado
Ilustração: Paulo Galindro
Género: Infantil
Edição: Dez/2020
Páginas: 40
ISBN: 9789722130677
Editora: Caminho

 

 

Prémio Sociedade Portuguesa de Autores/RTP 2010
O avô partiu os óculos e não vê um palmo à frente do nariz. Mesmo assim, compromete-se a levar o neto a pescar um peixe que possa fazer companhia ao pobre peixinho que vive no aquário que encontraram no sótão. E, quando a linha começa a puxar, têm os dois de fazer muita força para tirar o peixe da água. Mas não é, afinal, um peixe qualquer… É um tubarão, só que o avó, sem óculos, não percebe bem o que está a levar para casa.
Quando lá chegam, claro que o tubarão não cabe no aquário e tem de ir para a banheira. Mas como é que as pessoas todas da casa vão reagir quando forem tomar banho? O menino que conta a história – o mesmo que pescou o tubarão – tem um caderno de palavras difíceis no qual descreve todas essas reações.
Um livro que recebeu vários prémios de um autor e um ilustrador extremamente conceituados.

Deste autor no Segredo dos Livros:
A Educação dos Gafanhotos
O Alfabeto Nojento ou as aventuras de um rapaz que gosta de fazer asneiras
Não te Afastes
Debaixo da Pele
Os Livros do Rei

Autor – David Machado

Autor:

David Machado é o autor dos contos infantis A Noite dos Animais Inventados (Prémio Branquinho da Fonseca, da Fundação Calouste Gulbenkian e do jornal Expresso), Os Quatro Comandantes da Cama Voadora, Um Homem Verde Num Buraco Muito Fundo, O Tubarão na Banheira (Prémio Autor SPA/RTP 2010 de Melhor Livro Infanto-Juvenil), A Mala Assombrada e Parece Um Pássaro.
Escreveu ainda os romances Índice Médio de FelicidadeDeixem Falar as Pedras (2011) e O Fabuloso Teatro do Gigante (2006) e do livro de contos Histórias Possíveis (2008). Os seus livros estão publicados em Itália, França, Brasil e Marrocos. Os seus contos foram publicados em antologias e revistas literárias em Itália, Alemanha, Noruega, Reino Unido, Islândia, Sérvia e Marrocos.

Autor – Paulo Galindro

Autor:

Paulo Galindro nasceu em 1970. Cresceu menino-pintor em cima de um lençol de papel, ao som das máquinas de impressão da gráfica onde o seu pai António trabalhava. O cheiro das tintas e a imensa brancura do papel despertaram-lhe as vocações de arquiteto, sonhador, artista e astronauta. É autor de diversos livros ilustrados, feitos em parceria com alguns dos mais importantes escritores nacionais e internacionais, como Luís Sepúlveda, António Mota, David Machado, entre outros. Viu a sua obra premiada por diversas vezes. Juntamente com Natalina Cóias criou o coletivo de ilustração Pintarriscos.

Saiba mais em paulogalindro.com

0 comentários
0 likes
Anterior: Quando os Cravos Vermelhos Cruzaram o GebaSeguinte: A Coroa de Jesus

Comentar

Siga-nos no Facebook
Facebook Pagelike Widget
Últimos Livros Comentados
Tópicos recentes