Princesas, Príncipes, Fadas e Piratas com Problemas

FaceBook  Twitter  

 

Autores: Ana Cristina Leonardo, Ana Luísa Amaral, Gonçalo M. Tavares, João Pedro Mésseder, Rita Saldanha, Rui Zink; coordenação de Pedro Sena-Lino
Ilustração: Danuta Wojciechowska, Estela Baptista Costa e Rachel Caiano
Edição: 2009
Páginas: 112
ISBN: 9789720042897
Editora: Porto Editora


Afinal, os heróis são iguaizinhos a ti. Têm sonhos, projectos, e monstros debaixo da cama. Um dia levantam-se e tornam-se grandes lutadores!
Este livro, com histórias de piratas, fadas, princesas e príncipes com problemas, foi feito para ti.
Queres lê-lo? Para te tornares um herói nas aventuras deles, e nas tuas próprias aventuras?


"Seis escritores com distintos percursos literários (e, num caso, mesmo sem percurso literário), vindos seja da poesia e da ficção 'adultos' seja da literatura especificamente 'para' crianças e jovens, respondem ao desafio de escreverem textos originais a partir de um tema inesperado e provocador..."
Manuel António Pina (in Prefácio)

"É com os problemas que as histórias avançam - que a tua história avança! Por isso quisemos pôr estes heróis com algumas dificuldades, mas atenção: eles precisam de ti para continuar!Precisam que tu leias e os oiças nas suas aventuras. Já pensaste que um livro só existe porque há pessoas como tu, que o lêem?"
Pedro Sena-Lino (in Nota Introdutória)

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • 25 de Abril, Corte e Costura
    Este livro é exatamente o que eu esperava dele: uma sucessão de quadros em que se ridiculariza a ...
  • 28.04.2019 21:03
  • A Aluna Americana
    Este é o mais recente romance de João Pedro Marques, autor de, entre outros, "Uma Fazenda em África" ...
  • 25.04.2019 20:42
  • O Último Cabalista de Lisboa
    Consegui, finalmente, ler este livro que foi o primeiro romance de Richard Zimler. Publicado em 1996 ...
  • 07.04.2019 23:56

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"Aquele que lê maus livros não leva vantagem sobre aquele que não lê livro nenhum."
Mark Twain