Scott Pilgrim Na boa vida

 

 

  

 

 

Autor: Bryan Lee O’Malley
Edição: Out/2010
Páginas: 168
Editor: Booksmile

Scott Pilgrim tem 23 anos, vive numa cidade no Canadá, toca baixo numa banda chamada Sex Bob-Omb e tem uma namorada chinesa de 17 anos muito gira chamada Knives Chau, que ainda anda no liceu. A sua boa vida é pouco convencional, ele vagueia, desempregado e feliz, entre os ensaios da banda e o tempo passado com Knives. A relação deles é casta — dão passeios, conversam, dão abraços… — embora Knives tenha ideias bem mais avançadas. Mas depois Scott começa a sonhar com Ramona Flowers, uma rapariga misteriosa, igualmente muito gira, com mais de 18 anos, calças de cintura descaída e patins em linha, que entrega livros da Amazon.com. Mas o caminho até ao coração de Ramona é tudo menos simples. A história transforma-se numa aventura fantástica descontrolada de manga e kung-fu, quando ficamos a conhecer o primeiro dos sete ex-namorados malvados de Ramona, Matthew Patel. Este desafia Scott e a sua banda para um duelo de artes marciais sobrenatural que parece saído do filme O Tigre e o Dragão. Será que Scott Pilgrim consegue vencer os ex-namorados e ficar com a rapariga sem virar a sua boa vida de pernas para o ar?

Autor:
Bryan Lee O’Malley nasceu em 21 de fevereiro de 1979 e é um cartunista canadiano. Tem mãe coreana e pai franco-canadiano. Casou com a cartunista Hope Larson e, em 2010, ele e Larson mudaram-se da Carolina do Norte para Los Angeles.
É mais conhecido pela série de livros Scott Pilgrim, destinada a um público jovem adulto, que editou seis volumes entre 2004 e 2010, mas é também compositor e músico com o nome Kupek.
A adaptação para o cinema da série de Scott Pilgrim, Scott Pilgrim vs The World, dirigida e co-escrita por Edgar Wright, foi lançado pela Universal Pictures em 13 de agosto de 2010 e estreia em Portugal em 9 de Dezembro.

1 comentários
0 likes
Anterior: Os Pecados da Rainha Santa IsabelSeguinte: Scott Pilgrim Contra o mundo

Comentários

  • Patrícia Pereira

    Dezembro 9, 2010 às 21:33
    Responder

    Mas porque não descobri eu os "livros de quadradinhos" quando era criança, como toda a gente?Este livro está muito engraçado, é ideal para quem procura uma história leve, com ingredientes um tanto insólitos com os quais não podemos deixar de nos divertir.Scott é membro de uma banda de rock (bastante má, diga-se) que partilha a casa com um amigo muito divertido e gay que muito nos diverte. Para além disto, o nosso herói namora com uma jovem aluna de um colégio, consideravelmente mais nova que ele e que o idolatra.Pouco tempo depois, Scott cruza-se com Ramona e fica obcecado por […] Ler Mais...Mas porque não descobri eu os "livros de quadradinhos" quando era criança, como toda a gente?Este livro está muito engraçado, é ideal para quem procura uma história leve, com ingredientes um tanto insólitos com os quais não podemos deixar de nos divertir.Scott é membro de uma banda de rock (bastante má, diga-se) que partilha a casa com um amigo muito divertido e gay que muito nos diverte. Para além disto, o nosso herói namora com uma jovem aluna de um colégio, consideravelmente mais nova que ele e que o idolatra.Pouco tempo depois, Scott cruza-se com Ramona e fica obcecado por ela, esquecendo imediatamente a miúda do liceu. É então que Ramona lhe diz que, para poder estar com ela, terá que defrontar e derrotar os seus sete ex-namorados maléficos, começando por Matthew, o namorado 7º ano.Esta história é ainda temperada com desenhos muito expressivos das personagens e do cenário.Muito giro! Read Less

Comentar

Siga-nos no Facebook
Facebook Pagelike Widget
Últimos Livros Comentados
Tópicos recentes