Se Eu Fosse Muito Pequenino

Autor: António Mota
Ilustração:
Rui Castro
Género: Infantil
Edição: Jul/2020
Páginas: 48
ISBN: 9789892348445
Editora: ASA

 

 

Se eu fosse muito pequenino podia ajudar as formigas a levar sementes para as suas tocas e contar histórias de gigantes aos lagartos que apanham sol.
Podia tomar banho dentro de um dedal e, nos dias de chuva, uma folha bastava para me abrigar.

Deste autor no Segredo dos Livros:
A Flauta Maravilhosa
A Ovelha Estrelinha e o Gato Chiribi
Se Eu Fosse Muito Forte
Os Negócios do Macaco
O Livro das Lengalengas 2
O Agosto Que Nunca Esqueci
No Meio do Nada
Se eu Fosse Muito Alto
Quando o Regato Secou
Pinguim
Lá de Cima, Cá de Baixo
Onde Tudo Aconteceu
A Casa da Janela Azul
Trocas e Baldrocas
Histórias às Cores
O Anel Mágico

Autor – António Mota

Autor:

António Mota nasceu em Vilarelho, Ovil, concelho de Baião, em 1957. Em 1979 publicou o seu primeiro livro, intitulado A Aldeia das Flores, e não mais parou de escrever. É atualmente um dos autores mais lidos e premiados da literatura infantojuvenil portuguesa, tendo cerca de noventa títulos publicados, e a sua vasta obra foi, em grande parte, selecionada pelo Plano Nacional de Leitura.
Recebeu vários prémios, dos quais se destacam o Prémio da Associação Portuguesa de Escritores (1983), para O Rapaz de Louredo, o Prémio Gulbenkian de Literatura para Crianças e Jovens (1990), para Pedro Alecrim, o Prémio António Botto (1996), para A Casa das Bengalas, e o Grande Prémio Gulbenkian de Literatura para Crianças e Jovens, categoria «Livro Ilustrado» (2004), para Se Eu Fosse Muito Magrinho (com ilustrações de André Letria). Em 2008, foi agraciado pela Presidência da República com a Ordem da Instrução Pública. Em 2014, foi nomeado para o prémio ALMA por ser «um dos mais prolíficos escritores portugueses para a infância e juventude» e por a sua obra ter «a singular qualidade de ser ao mesmo tempo intemporal e universal». A nomeação repetiu-se na edição de 2015 deste que é um dos mais importantes prémios internacionais na área da literatura infantojuvenil.

0 comentários
0 likes
Anterior: As Sílabas de AmáliaSeguinte: Nação Valente – Lugares, objetos e tradições da História de Portugal

Comentar

Siga-nos no Facebook
Facebook Pagelike Widget
Últimos Livros Comentados