Eles Continuam entre Nós - Volume 1

 

 

 

Autora: Zibia Gasparetto
Edição:  Jan/2014 (4ª edição)
Páginas: 176
ISBN: 9789896680237
Editora: Nascente

 

 


Nesta obra, e recorrendo ao exemplo de vários casos verídicos, Zibia Gasparetto demonstra-nos que o ser humano é eterno porque existe vida para além da morte.
Como prova desta outra realidade que muitos têm dificuldade em aceitar, a autora apresenta relatos verídicos de pessoas que decidiram revelar as suas experiências com espíritos: familiares que surgem em sonhos para transmitir avisos importantes; amigos que aparecem para se despedir; ou ainda crianças que reconhecem perfeitamente antepassados que deixaram este mundo muito antes de elas nascerem.

Ao provar que aqueles que partiram estão apenas a viver noutra dimensão da existência que é um prolongamento natural da vida, com os mesmos sentimentos e atitudes que tinham na Terra, a autora reconforta-nos. Com estes relatos, a ideia do «nunca mais» deixa de fazer sentido e a vida ganha, assim, uma dimensão mais apaziguadora e feliz com aqueles que, de certa forma, continuam entre nós.
Os espíritos dos nossos entes queridos acompanham as nossas vidas. Eles manifestam-se. Eles comunicam. Eles continuam entre nós.

Consulte o 2º volume no Segredo dos Livros

Autora:

Zibia Gasparetto nasceu em Campinas, mas vive desde os seis anos de idade em São Paulo. Aprendeu a ler aos quatro anos e, aos oito passava horas sentada a escrever histórias.
Parou de escrever na adolescência e só viria a retomar a escrita sob a forma de psicografia quando as suas faculdades mediúnicas surgiram. Influenciada por espíritos comunicantes, Zibia Gasparetto é hoje uma autora bestseller, com mais de 16 milhões de livros vendidos só no Brasil.
Zibia Gasparetto, Paulo Coelho e Mônica Buonfiglio foram os únicos autores a conseguir colocar mais do que um livro no ranking dos 10 livros mais vendidos de sempre no Brasil.

Comentários  

 
#1 Sónia 2014-01-30 01:33
Nunca me imaginei a ler este tipo de temática. Além de algum cepticismo meu, penso que o "medo" de enfrentar a mais dura realidade da vida - a Morte - me tenha inibido de absorver este tipo de conteúdos.

Ironicamente, chegada a esta altura, tudo o que referi atrás se esfumou e eu própria senti necessidade de compreender melhor a Morte como prolongamento da Vida.

É um livro que se lê bem, baseado em casos verídicos que a autora recolheu quando tinha um programa de rádio. É constituído por pequenos capítulos, com títulos alusivos ao que vai ser narrado que, posteriormente, são fruto duma análise por parte de Zibia Gasparetto. Se a grande maioria dos relatos me pareceu credível (há um ou outro em que, muito honestamente, coloco algumas reservas), já as justificações dadas pela autora me pareceram um pouco desajustadas. Nada contra ela, atenção, apenas "fogem" um pouco àquilo que considero serem os meus valores sobre o tema. Também nunca fui muito dada ao esoterismo, confesso, e isso também tem o seu peso.

Este livro, de uma maneira um pouco "diferente", é a confirmação daquilo que sempre defendi. E o quê? "Aqui não acaba tudo". Com a Morte ganhamos Vida numa outra dimensão, continuamos a ter a preocupação com os outros que tivemos em Vida e a dar pequenos "achegas", mesmo que muito melífluos, às pessoas que mais amamos. Sim, porque o que temos de mais garantido na vida é que o Amor não acaba nunca...

Deixo-vos uma pequena passagem que me tocou imenso. Isto, apesar de haver alturas em que a revolta faz com que me questione Porquê??:

(...)Eu sei que quando eu não posso, Deus pode. Se ele não resolve um problema, é porque não quer, e se ele não quer, é porque assim será melhor para todos os envolvidos. Deus não erra!(...)

Para quem é (era??) céptico como eu, julgo que será uma leitura enriquecedora. Um "abre-olhos, até. Com ou sem cepticismo, é daqueles livros que, de forma simples, nos ajudam a "preparar" para a inevitabilidade da Vida. Ou a encará-la de forma menos dolorosa...
 

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • Pão de Açúcar
    Faz agora em fevereiro catorze anos que se deu um acontecimento que apaixonou o País e deixou os ...
  • 02.02.2020 22:44
  • Budapeste
    Este livro fala de uma profissão que muitos podem considerar ficção, mas é muito real e mais vulgar do ...
  • 18.01.2020 23:22
  • A Luz de Pequim
    Apesar de ter vários livros do autor na estante, ainda não tinha tido a oportunidade de ler qualquer ...
  • 15.01.2020 13:56

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

 "A beleza é diferente para cada um de nós. É como a felicidade. Cada um tem o seu conceito de felicidade."
Fernando Sobral in O navio do Ópio