Minutos de Inteligência

 

Autor: Augusto Cury
Edição: Out/2010
Páginas: 72
ISBN: 9789727118458
Editora: Pergaminho


Uma selecção das frases mais eloquentes e cativantes do Dr. Augusto Cury. Reflectindo sobre temas como o amor, a parceria espiritual, os sonhos, a fé, a autoconfiança, a superação pessoal, a amizade e a capacidade do espírito humano de transformar o mundo, este livro é a dádiva ideal para a inspiração diária.

Uma excelente prenda para oferecer no Natal.

Autor:

Augusto Cury é psiquiatra, psicoterapeuta, cientista e escritor. Desenvolveu o conceito de inteligência multifocal, uma perspetiva inovadora do funcionamento da mente e da construção do pensamento. É investigador na área de qualidade de vida e de desenvolvimento da inteligência, abordando a natureza, a construção e a dinâmica da emoção e dos pensamentos. Os seus livros ocupam os lugares cimeiros nas listas de livros mais vendidos em todos os países onde são publicados. É considerado o autor mais lido do Brasil dos últimos anos e um verdadeiro fenómeno editorial, com mais de 20 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo.
Dirige o Instituto Academia de Inteligência, que dá formação a executivos, educadores, médicos, psicólogos, advogados, universitários e a qualquer pessoa interessada em expandir os horizontes da sua mente, em educar a sua emoção e em melhorar a sua qualidade de vida.
O Dr. Cury é patrono da Universidade da Criança em Portugal e doutor Honoris Causa da universidade Unifil, assim como membro de honra da academia de génios do Instituto da Inteligência, no Porto.

Saiba mais em grupoaugustocury.com.br/augustocury

Comentários  

 
+1 #1 Sebastião Barata 2010-10-28 10:38
Este é um conjunto de pensamentos de Augusto Cury, extraídos dos seus livros mais famosos, como A Saga de um Pensador, O Vendedor de Sonhos, Nunca Desista dos Seus Sonhos, O Mestre dos Mestres, Pais brilhantes, Professores Fascinantes, e muitos outros.
De pequeno formato, com capa dura e plastificada, é óptimo para trazer na carteira ou no porta-luvas do carro. Aconselhável como base para meditação diária, por exemplo, durante a viagem matinal para o emprego.
Fique já com este pensamento para a sua meditação de hoje:
"O ser humano é tão criativo que, quando não tem problemas, cria-os ele próprio".
 

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • A Morte do Papa
    Depois de ter lido todos os livros anteriores de Nuno Nepomuceno, este foi o primeiro em que tive ...
  • 24.02.2020 00:22
  • Pão de Açúcar
    Faz agora em fevereiro catorze anos que se deu um acontecimento que apaixonou o País e deixou os ...
  • 02.02.2020 22:44
  • Budapeste
    Este livro fala de uma profissão que muitos podem considerar ficção, mas é muito real e mais vulgar do ...
  • 18.01.2020 23:22

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"Algumas obras morrem porque nada valem; estas, por morrerem logo, são natimortas. Outras têm o dia breve que lhes confere a sua expressão de um estado de espírito passageiro ou de uma moda da sociedade; morrem na infância. Outras, de maior escopo, coexistem com uma época inteira do país, em cuja língua foram escritas, e, passada essa época, elas também passam; morrem na puberdade da fama e não alcançam mais do que a adolescência na vida perene da glória. Outras ainda, como exprimem coisas fundamentais da mentalidade do seu país, ou da civilização, a que ele pertence, duram tanto quanto dura aquela civilização; essas alcançam a idade adulta da glória universal. Mas outras duram além da civilização, cujos sentimentos expressam. Essas atingem aquela maturidade de vida que é tão mortal como os Deuses, que começam mas não acabam, como acontece com o Tempo."
Fernando Pessoa, in Heróstrato