O Mestre dos Mestres

 

 

Autor: Augusto Cury
Género: Religião / Autoajuda
Edição: Fev/2018
Páginas: 200
Editora: Lua de Papel

 

 


Jesus - O Maior Educador da História

Ao longo da História, muitas pessoas conseguiram mudar o rumo da política, da filosofia, da ciência ou da religião com as suas ideias. No entanto, houve um homem que foi capaz não só de abalar os alicerces do pensamento como de alterar para sempre a trajectória da humanidade. Esse homem foi Jesus Cristo e os seus ensinamentos geram frutos há mais de dois mil anos. A sua incomparável inteligência e personalidade tornaram-no o ponto de partida perfeito para uma investigação sobre o funcionamento da mente e a sua surpreendente capacidade de superação.

Em O Mestre dos Mestres, o primeiro volume da colecção Análise da Inteligência de Cristo, Augusto Cury faz uma original abordagem da vida dessa grande personagem, revelando que a sua inteligência era bem mais grandiosa do que imaginamos. Sob o ponto de vista da psicologia, Cury apresenta um fascinante estudo do comportamento de Jesus, iluminando os aspectos mais notáveis das suas atitudes.
Neste livro, fará uma viagem pelos mistérios da mente do Mestre dos Mestres. Não importam as suas crenças, a sua religião, posição social ou condição financeira. A mensagem de Cristo é universal e fala ao coração de todas as pessoas.

Deste autor no Segredo dos Livros:
Gestão da Emoção
Autocontrolo
Petrus Logus - O Guardião do Tempo
O Homem Mais Inteligente da História
Inteligência Multifocal
Pais Inteligentes Formam Sucessores, não Herdeiros
Felicidade Roubada
O Mestre da Vida
O Vendedor de Sonhos e a Revolução dos Anónimos
A Sabedoria Nossa de Cada Dia
A saga de um pensador

Autor:

Augusto Cury é psiquiatra, psicoterapeuta, cientista e escritor. Desenvolveu o conceito de inteligência multifocal, uma perspetiva inovadora do funcionamento da mente e da construção do pensamento. É investigador na área de qualidade de vida e de desenvolvimento da inteligência, abordando a natureza, a construção e a dinâmica da emoção e dos pensamentos. Os seus livros ocupam os lugares cimeiros nas listas de livros mais vendidos em todos os países onde são publicados. É considerado o autor mais lido do Brasil dos últimos anos e um verdadeiro fenómeno editorial, com mais de 20 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo.
Dirige o Instituto Academia de Inteligência, que dá formação a executivos, educadores, médicos, psicólogos, advogados, universitários e a qualquer pessoa interessada em expandir os horizontes da sua mente, em educar a sua emoção e em melhorar a sua qualidade de vida.
O Dr. Cury é patrono da Universidade da Criança em Portugal e doutor Honoris Causa da universidade Unifil, assim como membro de honra da academia de génios do Instituto da Inteligência, no Porto.

Saiba mais em grupoaugustocury.com.br/augustocury

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • 25 de Abril, Corte e Costura
    Este livro é exatamente o que eu esperava dele: uma sucessão de quadros em que se ridiculariza a ...
  • 28.04.2019 21:03
  • A Aluna Americana
    Este é o mais recente romance de João Pedro Marques, autor de, entre outros, "Uma Fazenda em África" ...
  • 25.04.2019 20:42
  • O Último Cabalista de Lisboa
    Consegui, finalmente, ler este livro que foi o primeiro romance de Richard Zimler. Publicado em 1996 ...
  • 07.04.2019 23:56

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"Algumas obras morrem porque nada valem; estas, por morrerem logo, são natimortas. Outras têm o dia breve que lhes confere a sua expressão de um estado de espírito passageiro ou de uma moda da sociedade; morrem na infância. Outras, de maior escopo, coexistem com uma época inteira do país, em cuja língua foram escritas, e, passada essa época, elas também passam; morrem na puberdade da fama e não alcançam mais do que a adolescência na vida perene da glória. Outras ainda, como exprimem coisas fundamentais da mentalidade do seu país, ou da civilização, a que ele pertence, duram tanto quanto dura aquela civilização; essas alcançam a idade adulta da glória universal. Mas outras duram além da civilização, cujos sentimentos expressam. Essas atingem aquela maturidade de vida que é tão mortal como os Deuses, que começam mas não acabam, como acontece com o Tempo."
Fernando Pessoa, in Heróstrato