Portugal à Brasileira

 

 

Autora: Carol Thomé
Género: Culinária
Edição: Mar/2019
Páginas: 160
ISBN: 9789897762659
Editora: IN

 

 


O património gastronómico de um país é também um património afetivo, cultural, histórico e social. Cada sabor tem uma história, e essa história, no caso de países como Portugal e o Brasil, funde culturas. Este livro é uma recolha apaixonada e rigorosa da autora Carol Thomé de alguns factos curiosos dessa história comum entre países irmãos, mas é também uma viagem deliciosa pelo paladar de cada um deles e uma tentativa de aproximar ainda mais as suas culturas. Com informações a serem degustadas lentamente e receitas que misturam paladares, Portugal à brasileira interessa a qualquer pessoa que tenha alguma relação afetiva com estes dois países.

E, para tornar a leitura ainda mais saborosa, foram convidados a participar dez chefs brasileiros que movimentam o panorama gastronómico em Lisboa e o chef português Vítor Sobral, numa entrevista exclusiva para o livro. Mas, como a história é uma construção contínua, entre nesta aventura gastronómica e partilha do valor simbólico do gosto e da experiência da «saudade» para, juntos, portugueses e brasileiros continuarem a congregar a cozinha e a história dos seus países.

Autora:

Ana Carolina (Carol) Thomé é uma jornalista brasileira pós-graduada em Novos Media pela Universidade Nova de Lisboa. Trabalhou como repórter de arte e cultura na Rede Bandeirantes e como repórter de gastronomia no Sistema Brasileiro de Televisão.
Desenvolveu projetos especiais de culinária para empresas como Tastemade, Google (Youtube) e atualmente dedica-se à produção de conteúdos que misturam os sabores do Brasil e Portugal com o objetivo de aproximar as culturas dos dois países através da comida.

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • Hugo Chávez, o colapso da Venezuela
    Gosto de estar bem informado e não fazer juízos sem conhecimento de causa. O governo da Venezuela tem ...
  • 02.09.2019 14:09
  • Autobiografia
    "Autobiografia" , o novo romance de José Luís Peixoto, é o 3º livro que leio deste autor. Os anteriores ...
  • 18.08.2019 17:41
  • A Dama do Quimono Branco
    Com este volume, termina a saga do Samurai Negro, constituída por uma trilogia de romances históricos ...
  • 29.07.2019 17:54

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"Algumas obras morrem porque nada valem; estas, por morrerem logo, são natimortas. Outras têm o dia breve que lhes confere a sua expressão de um estado de espírito passageiro ou de uma moda da sociedade; morrem na infância. Outras, de maior escopo, coexistem com uma época inteira do país, em cuja língua foram escritas, e, passada essa época, elas também passam; morrem na puberdade da fama e não alcançam mais do que a adolescência na vida perene da glória. Outras ainda, como exprimem coisas fundamentais da mentalidade do seu país, ou da civilização, a que ele pertence, duram tanto quanto dura aquela civilização; essas alcançam a idade adulta da glória universal. Mas outras duram além da civilização, cujos sentimentos expressam. Essas atingem aquela maturidade de vida que é tão mortal como os Deuses, que começam mas não acabam, como acontece com o Tempo."
Fernando Pessoa, in Heróstrato