Portugueses Ilustres

 

 

 

Autor: Pinheiro Chagas
Edição: Jul/2013
Páginas: 224
ISBN: 9789896682033
Editora: Vogais

 

 


Portugueses Ilustres
é uma obra fundamental de Pinheiro Chagas, um dos mais notáveis escritores portugueses de todos os tempos. Este clássico do final do século XIX é um compêndio de pequenas biografias dos portugueses mais ilustres de sempre, escrito num tom de exaltação dos grandes feitos nacionais.

Começando em Viriato e terminando em Almeida Garrett, Portugueses Ilustres apresenta aos leitores as vidas e conquistas de 133 personalidades, tais como D. Afonso Henriques, D. Dinis, Fernão de Magalhães, Vasco da Gama, Marquês de Pombal, Camões, Padre António Vieira ou Gil Vicente — exemplos de esperança que vêm da História.  Esta é a primeira reedição, com ortografia atualizada, da edição revista e ampliada pelo próprio autor.

Leia os primeiros capítulos aqui.

Autor:

Manuel Joaquim Pinheiro Chagas foi um prolífico escritor, jornalista e político português. Nascido em Lisboa em 1842, destacou-se nas letras como romancista, historiador, crítico literário e dramaturgo, sendo eleito o mais popular escritor português do seu tempo.
Escreveu inúmeros romances históricos e diversas peças de teatro, bem como diversas obras de história e crítica. Tendo frequentado o Colégio Militar, a Escola do Exército e a Escola Politécnica de Lisboa, Pinheiro Chagas interessou-se pela política, notabilizando-se como orador e desempenhando, em 1883, os cargos de deputado e de ministro da Marinha e Ultramar.
Na sua carreira jornalística fundou, em 1876, o Diário da Manhã, colaborando também como vários jornais e revistas, entre os quais O Panorama, Gazeta de Portugal, Diário de Notícias e Artes e Letras. Nestes periódicos assinou numerosos artigos de crítica literária. Faleceu em Lisboa em 1895, dois anos depois desta sua obra definitiva.

Veja o booktralier aqui:

Comentários  

 
#1 sofia 2013-09-16 22:20
Este livro faz referência a 133 «portugueses ilustres», sobre os quais Pinheiro Chagas faz uma síntese da biografia pública e salienta os principais feitos e obras, deixando, no entanto, os defeitos para trás e no esquecimento.

As personagens históricas estão ordenadas por ordem cronológica, desde Viriato (falecido em 138) a Almeida Garrett (falecido em 1854).

Com este livro fiquei a conhecer algumas das mais ilustres e também obscuras personagens da nossa história.

Escrito com uma linguagem muito simples e muito sucinta , surpreendeu-me pela positiva.
 

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • Autobiografia
    "Autobiografia" , o novo romance de José Luís Peixoto, é o 3º livro que leio deste autor. Os anteriores ...
  • 18.08.2019 17:41
  • A Dama do Quimono Branco
    Com este volume, termina a saga do Samurai Negro, constituída por uma trilogia de romances históricos ...
  • 29.07.2019 17:54
  • Crash
    Depois de ter lido "Arranha-Céus" de J. G. Ballard, um romance que me deixou a pensar seriamente nos ...
  • 10.07.2019 22:32

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"A leitura é uma fonte inesgotável de prazer mas, por incrível que pareça, a quase totalidade não sente esta sede."
Carlos Drummond de Andrade