Senhora das Águas

 

 

Autor: Pedro Siqueira
Género: Romance / Espiritualidade
Edição: Mar/2019
Páginas: 200
ISBN: 9789896874780
Editora: Pergaminho

 

 


A maior provação da sua vida pode vir a ser a sua maior bênção

Gabriela, psicóloga com uma vasta experiência clínica, considerou sempre a religião uma ilusão da mente, uma crendice. Quando a mãe adoece, Gabriela torna-se próxima do capelão do hospital, o padre José, mais por uma questão de apoio do que por uma questão de fé. Após o falecimento da mãe, Gabriela mantém contacto com o sacerdote; o facto de ele não procurar convertê-la faz com que confie nele.

Contudo, passado pouco mais de um mês, a psicóloga recebe uma notícia devastadora: uma grave doença está a alastrar-se pelo seu corpo. Como conseguirá lidar com a mente dos seus pacientes se a sua parece já não funcionar? Ao revelar o caso ao padre José, Gabriela recebe um conselho: viajar para Lourdes, uma cidade famosa pelos milagres de cura.
Mesmo sem a mínima confiança ou força de vontade, ela decide partir em peregrinação. É nessa jornada que Gabriela começa a relembrar toda a sua vida desde a infância, e assim emergem muitas questões filosóficas e existenciais. Sem saber o que a aguarda no destino, ela sente que uma presença poderosa a acompanha e que lá, talvez, possa encontrar as respostas para as dúvidas que lhe afligem a alma.

Deste autor no Segredo dos Livros:
Todos Temos Um Anjo da Guarda
Você Pode Falar com Deus - Princípios para uma oração eficaz

Autor:

Pedro Siqueira é escritor, advogado e professor de direito. Conduz um grupo de orações católico centrado na devoção mariana do rosário, em que transmite revelações do Espírito Santo, mensagens de Nossa Senhora, de santos e de anjos. Em 2008, numa visita ao santuário de Fátima, em Portugal, recebeu uma mensagem de Nossa Senhora. Ela dizia que deveria escrever sobre as suas experiências místicas como forma de ajudar as pessoas no caminho da espiritualidade.

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • 25 de Abril, Corte e Costura
    Este livro é exatamente o que eu esperava dele: uma sucessão de quadros em que se ridiculariza a ...
  • 28.04.2019 21:03
  • A Aluna Americana
    Este é o mais recente romance de João Pedro Marques, autor de, entre outros, "Uma Fazenda em África" ...
  • 25.04.2019 20:42
  • O Último Cabalista de Lisboa
    Consegui, finalmente, ler este livro que foi o primeiro romance de Richard Zimler. Publicado em 1996 ...
  • 07.04.2019 23:56

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"Algumas obras morrem porque nada valem; estas, por morrerem logo, são natimortas. Outras têm o dia breve que lhes confere a sua expressão de um estado de espírito passageiro ou de uma moda da sociedade; morrem na infância. Outras, de maior escopo, coexistem com uma época inteira do país, em cuja língua foram escritas, e, passada essa época, elas também passam; morrem na puberdade da fama e não alcançam mais do que a adolescência na vida perene da glória. Outras ainda, como exprimem coisas fundamentais da mentalidade do seu país, ou da civilização, a que ele pertence, duram tanto quanto dura aquela civilização; essas alcançam a idade adulta da glória universal. Mas outras duram além da civilização, cujos sentimentos expressam. Essas atingem aquela maturidade de vida que é tão mortal como os Deuses, que começam mas não acabam, como acontece com o Tempo."
Fernando Pessoa, in Heróstrato