Círculo de Leitores constrói a Biblioteca Fundamental da Língua e da Cultura Portuguesas

FaceBook  Twitter  

Num lançamento exclusivo, o Círculo de Leitores vai editar, nos próximos dois anos e meio, 30 volumes, onde reune as 80 obras que 174 especialistas consideraram ser pioneiras no mundo e representarem o ADN da língua e da cultura portuguesas, tanto nas letras, como nas ciências, no ensino, na edificação moral e religiosa, e noutras áreas do conhecimento, recolhidos nas suas edições originais em 55 bibliotecas e arquivos nacionais e estrangeiros.

Desde o nascimento do português, inúmeros autores deram, na nossa língua comum, importantes passos pioneiros nas várias áreas da cultura, do saber e da ciência. As 80 obras agora publicadas pelo Círculo de Leitores em 30 volumes selecionam os textos e documentos que revelam o pioneirismo em Portugal nos domínios da arte, ciências exatas e ciências humanas, na literatura, na música e em outras áreas do conhecimento.

Sob a direção de José Eduardo Franco e Carlos Fiolhais, esta obra resulta da maior operação científica interdisciplinar da história da cultura portuguesa.

Com o Alto Patrocínio de Sua Excelência o Presidente da República Portuguesa, sob a égide da Universidade de Coimbra e da Universidade Aberta – e contando ainda com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, da Biblioteca Nacional de Portugal e do Ministério da Educação, esta é uma Obra que deixará uma profunda marca na cultura portuguesa.

Este projeto, que pretende revelar o ADN da língua e da cultura portuguesas, foi realizado sob a coordenação científica da Cátedra Convidada FCT Infante Dom Henrique para os Estudos Insulares Atlânticos e a Globalização do Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa sediada na Universidade Aberta, em cooperação com o Rómulo - Centro de Ciência Viva da Universidade de Coimbra, que são Unidades de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

O acesso do grande público aos clássicos portugueses estava ainda por fazer. As Obras Pioneiras garantem que todos têm acesso a esse intemporal e valioso legado que os portugueses foram construindo ao longo de séculos e séculos de história.

Este é um projeto levado a cabo por uma equipa multidisciplinar composta por 174 elementos: 45 investigadores, 58 especialistas coordenadores dos volumes, 71 consultores nacionais e internacionais; com colaboradores provenientes de 46 instituições: universidades nacionais e internacionais, institutos politécnicos, centros de investigação e academias; reúne obras e documentos patentes em 55 bibliotecas e arquivos nacionais e estrangeiros. Os textos de todas as obras foram transcritos, fixados e criteriosamente atualizados a partir das suas versões primeiras, as originais, os manuscritos mais completos ou as primeiras edições.

São estes os 30 volumes que o Círculo de Leitores vai editar ao ritmo de 2 por revista:
- Primeiros textos em português. (seleção)
- Primeiros textos de história e primeiro tratado de heráldica.
- Primeiros livros de edificação moral e primeira crónica biográfica.
- Primeiros relatos de viagens e descobrimento.
- Primeiros textos de ética social e política.
- Primeiros escritos de geografia e ecologia.
- Primeiras obras de dramaturgia. (seleção)
- Primeiros livros de didática religiosa.
- Primeiras obras de marinharia e guerra marítima.
- Primeiro romance de cavalaria e primeira novela sentimental.
- Primeiras gramáticas da língua portuguesa.
- Primeiros tratados de pintura.
- Primeiro tratado jurídico.
- Primeiros textos sobre igualdade e dignidade humana.
- Primeiro livro de botânica.
- Primeiras obras de arquitetura.
- Primeira epopeia.
- Primeiros escritos de economia.
- Primeiro livro de aventura e de contactos intercivilizacionais.
- Primeiros tratados de música.
- Primeiro livro de cozinha.
- Primeiros escritos de medicina, farmácia e enfermagem.
- Primeira arte de retórica.
- Primeiro tratado de cabala.
- Primeiro tratado de engenharia.
- Primeiras narrativas de naufrágios.
- Primeiro tratado pedagógico.
- Primeira arte poética.
- Primeiro tratado de física.
- Primeiro tratado de química.

Primeiros dois volumes das Obras Pioneiras da Cultura Portuguesa a serem publicados:

 
Primeiros textos em português

Coordenação de José António Souto Cabo

É nas cantigas trovadorescas que encontramos a mais antiga expressão literária da língua portuguesa. Reúne-se neste volume uma antologia de cantigas de amor, de amigo, e de escárnio e mal-dizer, bem como uma seleção de prosa literária e os primeiros exemplos documentados do uso do português em textos não literários.

 

 


Primeiro tratado de física

Coordenação de Carlos Fiolhais

Teodoro de Almeida (1722-1804), figura maior do Iluminismo português, deu um contributo notável para a renovação da ciência e da cultura científica, aquém e além-fronteiras. A Recreação filosófica revela a existência, a meio do século XIX, de um ensino atualizado e de uma cultura científica moderna. Escrito em forma de diálogo, o livro é não apenas um compêndio de física, mas constitui também um livro de divulgação, tendo obtido amplo reconhecimento.

 

 
Do Prefácio:

"A edição das Obras Pioneiras da Cultura Portuguesa permitirá, neste dealbar do século XXI, reforçar a língua portuguesa como uma língua global, contribuindo para a tornar protagonista num quadro mundial em que assoma o perigo de existência de hegemonias uniformizantes." Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República Portuguesa

Os dois primeiros volumes desta coleção serão lançados em Setembro em Lisboa, Porto e Coimbra:

- No dia 12 setembro, terça-feira, às 18h30, na Fundação Calouste Gulbenkian, Auditório 2, em Lisboa, om a participação de António Barreto, José Pacheco Pereira e Pedro Santos Guerreiro.
- No dia 15 de setembro, sexta-feira, às 18h, na Biblioteca Almeida Garrett, no Porto, com a participação de David Justino e Manuel de Novaes Cabral.
- No dia 28 de setembro, quinta-feira, às 18h, na Biblioteca São Pedro do Edifício da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra, com a participação de Nicolau Santos e José Pedro Paiva.

Últimas Opiniões

  • Sinal de Vida
    Neste dia em que começam verdadeiramente os trabalhos da Web Summit, dou comigo a comentar Sinal ...
  • 07.11.2017 12:32
  • Inferno em Lisboa
    O que encontramos neste thriller? Um lote de personagens bastante bem construídas; uma história ...
  • 23.10.2017 22:37
  • A Sociedade dos Sonhadores Involuntários
    Este romance é a mais recente obra de José Eduardo Agualusa e também a que trata um tema mais atual.
  • 15.10.2017 20:44

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"Quando lemos, conseguimos viajar para muitos lugares, encontrar muitas pessoas e conhecer o mundo. Também podemos aprender a lidar com os problemas que tenhamos, instruindo-nos com as lições do passado."
Nelson Mandela