Lançamento de quinze novos volumes da colecção BIS


As primeiras obras de José Cardoso Pires e Mário de Carvalho editadas em pequeno formato, O Processo, de Kafka, Travessia de Verão, obra póstuma de Truman Capote, e a edição do mais aplaudido e premiado livro publicado pela escritora Helena Marques, são algumas das novidades da próxima série de volumes da colecção BIS. Portabilidade, preço, design e apelo ao coleccionismo mantêm-se como os principais atributos da BIS, colecção que, em nove meses, lançou já 45 volumes entre grandes clássicos da literatura e livros de leitura recomendada, e assumiu a liderança no seu mercado.

Continuar...

Luis Sepúlveda na Feira do Livro de Lisboa

O famoso escritor chileno vai estar no Espaço Porto Editora no próximo fim-de-semana, para sessões de autógrafos dos seus mais recentes livros editados pela Porto Editora.
O autor de A Lâmpada de Aladino e de O Velho que Lia Romances de Amor vai marcar presença na Feira do Livro de Lisboa, a partir das 15:30 de sábado e domingo, dias 08 e 09 de Maio de 2009, para autógrafos e encontro com leitores. De salientar que Luis Sepúlveda foi recentemente distinguido com o Prémio Primavera (Espanha) pelo seu livro La sombra de lo que Fuimos, o qual será publicado pela Porto Editora no final do presente ano.

O programa de actividades do Espaço Porto Editora para o fim-de-semana começa na sexta-feira, dia 08, às 21:30, com um debate sobre literatura policial e no qual participam Pedro Sena-Lino, Dulce Maria Cardoso e Gonçalo M. Tavares.

Na tarde de sábado, dia 09, os autores portugueses Alberto S. Santos (A Escrava de Córdova), Rosa Lobato de Faria (As Esquinas do Tempo) e João Céu e Silva (Uma Longa Viagem com José Saramago) vão estar também no Espaço Porto Editora para sessões de autógrafos.

Continuar...

1ª Convenção Nacional Bookcrossing em Portugal


No próximo sábado. 09 de Maio de 2009, terá lugar a 1ª Convenção Nacional do Bookcrossing em Portugal. Realizar-se-á em Ovar, com o seguinte programa:

10H – Recepção aos participantes
10H30 – Abertura da Convenção
11H – Inauguração da OBCZ “Biblioteca de Maceda” e Abertura da “Piscina de Livros”
11H30 – “Conto do BC Português” – apresentação dos contos nomeados
12H – À conversa com Maria Eugénia Ponte
13H – Almoço
15H – Apresentação dos nomeados para os “Prémios do BC Português”
15H30 – À conversa com Anabela Mimoso
16H30 – Pausa
17H – À conversa com valter hugo mãe
18H – Pausa
18H30 – Caça ao Tesouro
20H – Jantar
22H – Noite de Convívio na OBCZ “Gharb al-Ândalus” (com entrega dos prémios do “Conto do BC Português” e “Prémios do BC Português”)

Continuar...

Leya na Feira do Livro de Lisboa 2009

Mais de uma centena de sessões de autógrafos e uma extensa e diversificada programação cultural, para todas as idades, animam este ano a "Praça Leya".

Veja o programa Leya mais abaixo.
 
Público Infantil: Teatrinhos de Fantoches, Ateliers de Construção de Bonecos, Horas do Conto, Oficinas Temáticas, Pinturas Faciais

Públicos de todas as idades: Apresentações de Livros, Debates, Entrevistas ao Vivo a Autores, Noites de Poesia, Sessões de Showcooking, Provas de Vinhos

Continuar...

Luís Miguel Raposo na Feira do Livro de Lisboa



Luís Miguel Raposo, autor do livro "Marés de Inverno", estará presente na Feira do Livro de Lisboa, no dia 15 de Maio, sábado, pelas 19h no espaço da Bertrand, para uma sessão de autógrafos e conversa com os leitores.

O autor lançou um novo blog, tendo-nos convidado a "espreitá-lo"! Veja aqui.

 

Últimas Opiniões

  • 25 de Abril, Corte e Costura
    Este livro é exatamente o que eu esperava dele: uma sucessão de quadros em que se ridiculariza a ...
  • 28.04.2019 21:03
  • A Aluna Americana
    Este é o mais recente romance de João Pedro Marques, autor de, entre outros, "Uma Fazenda em África" ...
  • 25.04.2019 20:42
  • O Último Cabalista de Lisboa
    Consegui, finalmente, ler este livro que foi o primeiro romance de Richard Zimler. Publicado em 1996 ...
  • 07.04.2019 23:56

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"Algumas obras morrem porque nada valem; estas, por morrerem logo, são natimortas. Outras têm o dia breve que lhes confere a sua expressão de um estado de espírito passageiro ou de uma moda da sociedade; morrem na infância. Outras, de maior escopo, coexistem com uma época inteira do país, em cuja língua foram escritas, e, passada essa época, elas também passam; morrem na puberdade da fama e não alcançam mais do que a adolescência na vida perene da glória. Outras ainda, como exprimem coisas fundamentais da mentalidade do seu país, ou da civilização, a que ele pertence, duram tanto quanto dura aquela civilização; essas alcançam a idade adulta da glória universal. Mas outras duram além da civilização, cujos sentimentos expressam. Essas atingem aquela maturidade de vida que é tão mortal como os Deuses, que começam mas não acabam, como acontece com o Tempo."
Fernando Pessoa, in Heróstrato