A História de Lupita

FaceBook  Twitter  

 

 

Autora: Laura Esquivel
Edição: Mai/2015
Páginas: 224
ISBN: 9789892330587
Editora: ASA

  

 

 

Lupita é uma mulher fora de série. Forte. Ardente. Inesquecível. Numa sociedade obcecada com as aparências, o dinheiro e o poder, ela é uma heroína improvável. Uma lutadora que protege os mais fracos e injustiçados.
Lupita é também uma mulher com um passado doloroso. Frágil. Romântica. Devastada. Que vive com memórias agridoces de um tempo que, sabe, não voltará.

Na sua busca por amor, ela dá por si no lugar errado à hora errada. Bastarão apenas uns segundos para mudar a sua vida. Ao testemunhar um assassinato, Lupita passa a ser uma mulher marcada. Mas a revolta que nasce dentro de si é mais forte do que o medo que sente. A vítima, Arturo, era o único homem em que acreditava incondicionalmente. A sua morte leva-a a tomar uma decisão extrema: lutar até ao limite das suas forças e fazer justiça… por Arturo, por si própria e por todos aqueles que não têm voz.
A escritora mexicana Laura Esquivel, autora do clássico contemporâneo Como Água para Chocolate, está de volta com uma parábola mágica sobre afetos, coragem e redenção. A sua linguagem plena de misticismo e espiritualidade dá vida a uma mulher excecional, uma heroína atípica que ficará gravada para sempre na memória dos leitores.

Autora:

Laura Esquivel nasceu em 1950, na Cidade do México. Trabalhou como educadora de infância e, dada a escassez de materiais didácticos, começou a escrever peças de teatro para as crianças. Revelou-se depois como argumentista com bastante êxito para a televisão e para o cinema. Quando um seu argumento não pôde ser rodado por falta de financiamento, decidiu transformá-lo num romance. Surgiu assim Como Água para Chocolate que obteve um clamoroso êxito e acabou por ser adaptado para o cinema em 1993, arrebatando dezoito galardões internacionais. Consagrada como escritora, Laura Esquível continuou a produzir obras de ficção que têm sido muito bem recebidas pelos leitores e que a ASA edita em Portugal.

Comentários  

 
#3 Sónia 2015-06-07 16:49
Através da vida caótica de Lupita, uma oficial da polícia, este livro acaba por ser uma reflexão acerca dos problemas atuais da sociedade mexicana e, em simultâneo, mostra ao leitor os costumes e crenças dos povos indígenas.

Amores, desamores, narcotráfico, corrupção e costumes ancestrais vistos pela "lente" de uma mulher aguerrida, forte e que, com a luta a favor dos marginalizados, acaba por expiar os seus demónios internos.

Embora tenha algum paralelismo, em termos de realismo mágico, com os romances Tão Veloz Como o Desejo e Como Água Para Chocolate (a meu ver, as obras que tornam Laura Esquivel um valor seguro da literatura latino-american a), A História de Lupita é um livro bem estruturado, que deixa uma marca e que é uma leitura que vale bem a pena.
 
 
#2 Vanda Cristina Ferreira Cristóvão Canhoto 2015-05-30 07:44
Lupita é uma história de vida que se lê num ápice. A história começa com Lupita a testemunhar o assassinato do presidente da câmara. Em cada capítulo, sabemos um pouco mais dos gostos da Lupita e com estes ficamos a conhecer os seus dramas, os seus medos, as suas lutas e a resolução do crime.
É uma maneira muito inteligente de contar a história de Lupita e dar-nos a conhecer a luta do povo mexicano, as suas crenças e costumes.
É uma leitura agradável para as férias.
 
 
#1 Helena 2015-05-28 13:49
Lupita gostava de ... assim começa ... separada por capítulos, a história de vida de Guadalupe, que entrelaça os pequenos prazeres triviais do dia-a-dia com a vida difícil que tenta a todo o custo ultrapassar. O crime do presidente da câmara que testemunhou sem compreender e aceitar, é o ponto de partida para uma revolta que abrange a sua vida e a do México, com tudo o que de errado acontece.

Dor, Perda e Redenção são as temáticas de fundo, enquanto a investigação desta mulher se faz com o recurso à amiga Célia. Um livro com uma mensagem subliminar.

Uma história bonita e inspirada sobre uma mulher simples e marcada que encontra a paz e o amor. Uma mulher que nos cativa, numa história concisa e muito bem contada.

Um prazer de ler.
 

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • O Bibliotecário
    Trabalho numa biblioteca, e talvez por isso ofereceram-me esse livro. Tem um nome aliciante e uma ...
  • 14.09.2018 11:06
  • A Terra de Naumãn
    Quem disse que em Portugal não se faz boa ficção científica? Este novo romance de H. G. Cancela ...
  • 01.09.2018 10:34
  • Mariana Vitória de Bourbon – A rainha discreta
    Eu, que até sei bastante sobre a História de Portugal e me interesso pelo tema, confesso que não sabia ...
  • 20.08.2018 22:14

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"Cada livro, cada volume que vês, tem alma. A alma de quem o escreveu e a alma dos que o leram e viveram e sonharam com ele. Cada vez que um livro muda de mãos, cada vez que alguém desliza o olhar pelas suas páginas, o seu espírito cresce e torna-se forte."
Carlos Ruiz Zafón in A sombra do vento