A Melodia do Adeus

FaceBook  Twitter  

 

 

Autor: Nicholas Sparks
Título Original: The Last Song
Páginas: 368
ISBN: 9789722342209
Editora: Editorial Presença

 




Com apenas dezassete anos, Ronnie vê a sua vida virada do avesso quando o casamento dos pais chega ao fim e o pai se muda da cidade de Nova Iorque, onde vivem, para Wrightsville Beach, uma pequena cidade costeira na Carolina do Norte. Três anos não são suficientes para apaziguar o seu ressentimento e, quando passa um Verão na companhia do pai, Ronnie rejeita com rebeldia todas as tentativas de aproximação, ameaçando antecipar o seu regresso a Nova Iorque.

Mas será em Wrightsville Beach que Ronnie irá descobrir a beleza do primeiro amor, quando conhece Will e se deixa tomar por uma paixão irrefreável e de efeitos devastadores. Nicholas Sparks é, como sabemos, um mestre da moderna trama amorosa e, em A Melodia do Adeus, usa de extrema sensibilidade para abordar a força e a vulnerabilidade que envolvem o primeiro encontro com o amor e o seu imenso poder para ferir… e curar.

Leia aqui um excerto do livro

Autor:

Nicholas Sparks nasceu em Omaha, no estado de Nebraska, a 31 de dezembro de 1965. Licenciado em Finanças Empresariais pela Universidade de Notre Dame, foi durante algum tempo delegado de informação médica, até que escreveu o livro que deu início à sua carreira meteórica e um dos seus títulos mais famosos - O Diário da Nossa Paixão - com apenas 28 anos. O sucesso foi imediato e a obra permaneceu durante 56 semanas consecutivas nos tops americanos. Para alegria dos inúmeros fãs, nunca mais parou de contar as histórias que o consolidaram como um dos mais aclamados escritores da atualidade.
Todos os seus livros integram de imediato a lista de bestsellers do New York Times e estão traduzidos em mais de quarenta e cinco línguas, tendo vendido cerca de oitenta milhões de exemplares até à data.
Leitor compulsivo e ávido praticante de desporto, Nicholas Sparks apoia ativamente diversas instituições de beneficência e contribui para o Programa de Escrita Criativa da Universidade de Notre Dame.
Vive na Carolina do Norte, Estados Unidos, com a família.

Saiba mais em www.nicholassparks.com ou nicholas-sparks.blogs.sapo.pt

Comentários  

 
#9 Ana 2010-05-04 23:44
Os livros de Nicholas Sparks habitavam nas minhas estantes há algum tempo, mas como alguns sabem houve livros dele em que as tragédias eram sempre um final pesaroso.
Foi bom reencontrar um romance como este, em que o sentimento principal é o perdão e a nossa capacidade de perdoar.
O livro traz-nos Ronnie, uma adolescente zangada com os pais e o divórcio deles, obrigada pela mãe a ir passar o Verão com o pai, com quem Ronnie não fala há mais de três anos.
Pelo caminho, Ronnie apaixona-se, faz amigos e inimigos, reencontra o pai e acima de tudo aprende que perdoar é um acto maior que muitos e que nem todos são capazes de o fazer.
Claro que sendo o autor quem é, a tragédia está presente, mas a mensagem é extremamente bonita e clara.
O livro é muito bom, aconselho a lerem.
 
 
+1 #8 Catia Silva 2010-04-08 18:47
Adorei ler este último livro do Nicholas Sparks. Nunca nos desilude em nada.

É um romance que me comoveu muito, pois há poucos meses perdi a minha avó, e quando Nicholas Sparks fala sobre a morte do pai da Ronnie, isso toucou-me muito, pois gostava de ter estado ao lado da minha avó quando ela partiu. E como isso não aconteceu, eu ainda fico muito triste com essa situação.

Neste verão inesquecível, Ronnie teve de tudo … desde o nascimento de tartarugas do mar, ao casamento da irmã do Will e até presenciou o falecimento do seu pai, mas conseguiu uma coisa muito importante: estreitar a ligação que tinha com o pai…
Começou o verão como uma adolescente rebelde e tornou-se numa mulher madura e responsável e no entretanto também descobriu o amor da sua vida.

Excerto da Bíblia:
“Mas quando O Espírito Santo controla as nossas vidas, gere o seguinte tipo de fruto em nós: amor, alegria, paciência, bondade, lealdade, delicadeza e autodomínio”.
Carta dos Gálatas, capítulo 5, versículo 22
 
 
#7 Carla Alexandra Silva 2010-03-26 15:04
A melodia do Adeus, fala sobre amor, todos os tipos de amor, da maneira simples e ternurenta a que o Nicholas Sparks já nos acostumou.

Neste livro, o autor voltar a transmitir a beleza que transmitiu em livros, como As Palavras que nunca te direi. É uma história bonita e familiar, com algum humor, drama e com personagens que criam empatia.
A fórmula deste livro é igual à dos anteriores, mas a verdade é que resulta e o leitor deixa–se levar por uma leitura fácil, emotiva e cativante, que faz com que viremos as folhas rapidamente sem dar pelo tempo passar.
 
 
#6 Angelina Rosa Nogueira Santos Violante 2010-03-11 15:31
Foi com grande expectativa que comecei a ler este livro, e confesso que não me desiludi, pois é tudo aquilo a que Nicholas Sparks já nos habituou.
Uma história cativante, muito linda, emocionante e emotiva, que nos deixa a pensar que às vezes damos importância a certas coisas e depois quando acontece algo grave já não parecem assim tão importantes.
 
 
#5 Joana Caires 2009-12-21 23:54
Este livro entrou para a galeria dos meus favoritos de Nicholas Sparks. O escritor superou-se neste! Foge um pouco à fórmula habitual de Sparks, mas aí está a sua beleza. Os sentimentos fluem pelas suas páginas com uma facilidade impressionante. .. Conta a estória de Ronnie que, depois de estar quase três anos sem falar com o pai, é obrigada a passar as férias de Verão com ele. Uma relação que se avizinha difícil, contudo amor de pai é infinito, paciente e compreensivo. Ronnie tem um irmão mais novo, Jonah que é um absoluto deleite com o seu humor apurado. Outra das personagens é Will, o primeiro amor de Ronnie. O vínculo que se estabelece entre eles prima pela espontaneidade e pela doçura. É um livro ternurento, tocante e cheio de emoções. A escrita descontraída "sparkiana" que muitos podem achar simplista é para mim uma mais valia, porque fez com que eu sentisse que era parte daquela família e que risse e chorasse com ela. Só mais uma última referência desta vez ao título do livro que é, na minha opinião, perfeito!

Um livro com uma estória belíssima que dará um excelente presente nesta época festiva... e uma leitura imperdível para quem gosta de Nicholas Sparks.
 

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • A Profecia de João XXIII
    O mito da Atlântida tem apaixonado a humanidade desde o tempo de Platão, um filósofo grego que viveu ...
  • 18.06.2017 09:45
  • O Homem Domesticado
    E se os papéis se invertessem e passasse a ser a mulher a mandar? Se o homem fosse inferior à mulher ...
  • 06.06.2017 09:33
  • Convergente
    Convergente foi, até agora, um dos melhores livros que jamais li. O enredo é viciante e nada do ...
  • 26.05.2017 21:01

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"Quase todos os homens vivem inconscientemente no tédio. O tédio é o fundo da vida, foi o tédio que inventou os jogos, as distracções, os romances e o amor."
Miguel de Unamuno