A namorada infiel, o amigo incompetente e outras crónicas sobre o sentido da vida

FaceBook  Twitter  

 

 

Autor: José Couto Nogueira
Género: Crónicas
Edição: Nov/2017
Páginas: 264
ISBN: 9789899995116
Editora: Inquietud'E

 

 

Agrupadas em quatro grandes temas, multiplicam-se as histórias de vida que recorrem ao aconselhamento, com questões diversas e problemáticas, que podiam ser de qualquer um de nós, desafiando o autor a analisá-las e sugerir a melhor linha orientadora.
Das questões amorosas, às familiares, passando pelas profissionais ou pelas existenciais, há casos de todos os tipos, com os quais o leitor se identificará, despertando-lhe a curiosidade para o aconselhamento que o autor dará a cada um deles e que poderá servir-lhe na primeira pessoa.

Num texto que se revela absolutamente delicioso dado o pensamento acutilante e o discernimento rigoroso do seu autor e escrito sob a égide do humor que o permeia, encontramos ajuda nas pequenas grandes questões que se insurgem no nosso quotidiano e a que muitas vezes não conseguimos responder. As personagens desfilam, os casos de vida, as dúvidas legitimadas pela necessidade sentida de as esclarecer. Uma sociedade atual pintada a cru por quem a vive, o preto no branco a iluminar o universo cada vez mais cinzento da ética humana.

Autor:

José Couto Nogueira nasceu em Lisboa, em 1945. Estudou Economia em Lisboa e Londres, mas a sua primeira profissão foi fotógrafo, primeiro de publicidade, depois de imprensa ("Jornal Novo"). Os primeiros textos foram publicados na revista "Cinéfilo".
Viveu dez anos em São Paulo, onde trocou definitivamente a fotografia pelo jornalismo. Foi repórter, colunista, redator e editor de revistas como a "Inteview", "Playboy" e "Vogue".
Viveu nove anos em Nova Iorque onde trabalhou como arte-finalista, vendedor de produtos para artistas, barman e motorista de táxi, sendo correspondente do jornal "O Estado de São Paulo" e da revista de música "Bizz", entre outros. 
De volta a Lisboa, foi redator, editor e colaborador em publicações como a "Exame", "DEmais", "Ícon", "GQ" e "Sapo24". Fez o programa de televisão "Metrópolis" no CNL e editou o site "Alface Voadora". Orientou um curso de escrita criativa no Âmbito Cultural do "El Corte Inglés". 
Escreveu quatro guias de viagem para a série "Descubra Portugal" (Ediclube, 2005). Traduziu literatura anglo-saxónica — Charlote Bronte, Mark Twain, Edgar Allen Poe e Henry Miller, entre outros.
É autor dos romances "Táxi" (Dom Quixote, 1999), "Vista da praia" (Dom Quixote, 2001), “Pesquisa sentimental” (Livros d’Hoje, 2009), uma coletânea de contos, “À procura da felicidade e outras histórias da era digital” (Resistência, 2012) e um livro didático “Apontamentos de escrita criativa” (Arranha-céus, 2016).

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • A Recriação do Mundo
    Não é segredo que a Alemanha e a URSS correram contra o tempo e contra os Estados Unidos da América para ...
  • 22.09.2019 13:21
  • Hugo Chávez, o colapso da Venezuela
    Gosto de estar bem informado e não fazer juízos sem conhecimento de causa. O governo da Venezuela tem ...
  • 02.09.2019 14:09
  • Autobiografia
    "Autobiografia" , o novo romance de José Luís Peixoto, é o 3º livro que leio deste autor. Os anteriores ...
  • 18.08.2019 17:41

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

“Dos muitos universos que o homem não recebeu em dom da natureza mas que forjou para si próprio, extraindo-os do seu espírito, o universo dos livros é o mais vasto.”
Hermann Hesse in Uma Biblioteca da Literatura Universal