A Porta do Sol

 

 

  

 

 

Autor: Elias Khoury
Edição: Ago/2012
Páginas: 512
ISBN: 9789897220425
Editora: Quetzal

Há histórias que salvam vidas. Usando o método de Xerazade, o narrador de A Porta do Sol tece um longo e contínuo fio de histórias com que pretende resgatar a vida de um homem. Esse homem, em coma profundo na cama do hospital, é o seu pai espiritual e um herói da resistência palestiniana.

No furor de o reanimar através da memória, é todo um povo e a sua epopeia que o narrador faz reviver diante dos olhos do leitor: os acontecimentos da guerra civil no Líbano, os episódios mais marcantes da sua vida e os dolorosos itinerários de um punhado de homens e mulheres apanhados pela história, após a sua expulsão da Galileia em 1948.
Inspirado na estrutura narrativa de As Mil e Uma Noites, A Porta do Sol é um romance amplo, pungente, e considerado de forma unânime o grande relato do êxodo palestiniano.

 

Autor:
Elias Khoury nasceu em Beirute, em 1948. É romancista, dramaturgo, crítico e um dos mais influentes intelectuais do mundo árabe. Dirige atualmente o suplemento cultural do jornal diário Na-Nahar e é professor universitário, repartindo o seu tempo entre Nova Iorque, onde dá aulas na Universidade de Columbia, e a sua cidade de origem, onde dá aulas na Universidade Americana. Os seus dez romances estão traduzidos em diversas línguas.
A Porta do Sol, estreia literária de Khoury em Portugal, recebeu a mais alta distinção literária palestiniana – e o seu autor foi galardoado com o Prémio Unesco 2012 para a Cultura Árabe.

1 comentários
0 likes
Anterior: AnnabelSeguinte: Lembro-me de Ti

Comentários

  • Sebastião Barata

    Setembro 22, 2012 às 11:23
    Responder

    Uma leitura que não é fácil, mas quem ousar ler este livro não dará o tempo por mal empregue.Um médico que não é médico (a não ser que três meses de formação na China façam de um guerrilheiro médico) está à cabeceira de outro guerrilheiro que está em coma. Dizem que, na realidade, ele já está morto, mas Khalil não acredita e, durante sete meses, trata dele e vai-lhe recordando, em mil e uma histórias de outras tantas pessoas, o passado do moribundo, da sua família, dos seus amigos e inimigos, do povo palestiniano desde 1948 até aos anos 80. […] Ler Mais...Uma leitura que não é fácil, mas quem ousar ler este livro não dará o tempo por mal empregue.Um médico que não é médico (a não ser que três meses de formação na China façam de um guerrilheiro médico) está à cabeceira de outro guerrilheiro que está em coma. Dizem que, na realidade, ele já está morto, mas Khalil não acredita e, durante sete meses, trata dele e vai-lhe recordando, em mil e uma histórias de outras tantas pessoas, o passado do moribundo, da sua família, dos seus amigos e inimigos, do povo palestiniano desde 1948 até aos anos 80. Vemos desfilar, de uma forma algo desconexa e meio louca, a odisseia de um povo refugiado na sua própria terra, sempre em fuga, confinado a campos de concentração, obrigado a roubar as suas próprias hortas para sobreviver. Vê as suas casas ocupadas por estranhos ou as suas aldeias arrasadas e as campas dos seus antepassados transformadas em campos de futebol ou autoestradas. Vê os seus olivais transformados em matas de pinheiros.Esta obra maravilhosa mostra-nos como o ser humano é diferente da humanidade, como pessoas boas e simples são levadas a matar ou a ser mortas por ideais duvidosos, como as vítimas viram carrascos, como as ideologias e as religiões podem elevar o homem, mas também o podem alienar e veicular interesses ilegítimos.Como já disse, não é fácil de ler, porque é uma narração bastante monótona. É um monólogo de 500 páginas, com constantes avanços e recuos na história, com um emaranhado de cenas que se entrelaçam e dificultam o seguimento da narrativa pelo leitor.Apesar disso, é um livro que aconselho, especialmente a quem se interessa pela história do Médio Oriente, nomeadamente após a criação do Estado de Israel na sequência da 2ª Guerra Mundial e as suas consequências, que duram até aos dias de hoje. Read Less

Comentar

Siga-nos no Facebook
Facebook Pagelike Widget
Últimos Livros Comentados