A Promessa

FaceBook  Twitter  


Autor:
Brunonia Barry
Páginas: 376
Editor: Porto Editora

Leia aqui um excerto do livro.

Towner Whitney, uma mulher enigmática e fascinante, descende de uma família de mulheres de Salem que têm a capacidade de ler o futuro nos padrões da renda típica da cidade.
Após uma vida de traumas e tragédias que a leva a exilar-se na Califórnia, Towner regressa à sua cidade natal, em busca da tia-avó, Eva, desaparecida misteriosamente.

Towner vê-se, assim, obrigada a enfrentar os medos do seu passado e a verdade das tragédias na sua família.
A Promessa é uma narrativa hipnotizante que desvela um mundo de segredos, identidades perdidas, mentiras e meias-verdades, onde a realidade e a ficção se unem inexoravelmente. A Promessa de Brunonia Barry


Críticas de imprensa:

Brunonia Barry é exímia no retrato da vida quotidiana de uma cidade pequena e equilibra a acção com a análise da vida íntima das personagens. O ritmo que cria e a utilização de diferentes perspectivas demonstram uma grande agilidade de escrita, revelando uma narrativa que cativará completamente os leitores.
Publishers Weekly


Uma deslumbrante saga de paixão, suspense e magia.
Time Magazine


Uma estreia ambiciosa. Invulgar e excêntrica, esta tempestade narrativa consegue conciliar bem os seus elementos históricos, sobrenaturais e psicológicos. É uma história redentora de sobrevivência.
Kirkus Reviews

Comentários  

 
#4 fernanda carvalho 2009-10-17 14:00
Normalmente tenho como regra nunca perder muito tempo com um livro que não me conquiste nos primeiros capítulos. Mas às vezes sou teimosa, persisto na leitura, e acabo por me surpreender. Não foi este o caso. Devia mesmo ter desistido logo no início. Antes de me envolver na história o suficiente para ter de tentar descortinar toda aquela confusão. Mas, a verdade é que não teria aprendido sobre a localidade de Salem, em Massachussets. Como sobrevive ainda hoje à sombra do seu passado histórico. Embora tenha sido um importante porto comercial, Salem ficou conhecida pelo episódio das Bruxas de Salem - os últimos julgamentos por bruxaria em 1692.
A história em si é estranha e algo louca, não fosse a protagonista principal, Towner Whitney, nos informar logo inicio que é uma mentirosa e que é louca. Não achei que fosse um bom augúrio para o desenvolvimento da história, mas continuei.
Foi-me entretanto apresentada Eva, a tia-avó de Towner, que tinha desaparecido. Não quero entrar muito pela história a dentro, mas digamos que foi uma das personagens que mais me agradou, embora se falasse dela apenas no passado. Utilizava profusamente ditados, frases feitas e clichés nas suas conversas, dando um estranho sentido ao que na verdade dizia. Até mencionei aqui um desses ditados.
Mas afinal de que fala este livro? Fala das bruxas dos nossos dias, das videntes de rendas, de um grupo de mulheres de chapéus vermelhos e de uma ilha povoada de cães selvagens e mulheres sobreviventes. Fala-se de complexas relações familiares e de acontecimentos que marcam toda uma vida. Confesso que por vezes me senti perdida na vertigem do pensamento de Towner, e tantas vezes estive para desistir desta louca leitura. Mas continuei, sem saber bem porquê.
Estranho, é realmente a palavra que mais se adequa para descrever este livro.
Se perdi tempo com ele? Continuo sem saber o que responder…
 
 
#3 Roberta Gonçalves 2009-09-30 23:08
Depois de ler algumas criticas menos boas a este livro comecei a sua leitura um pouco a medo...
Mas como é bom ler um livro que supera totalmente todas as nossas expectativas!!!
É uma história estranha sim, bastante estranha, com um enredo muito bem emaranhado e com tantas pontas soltas quanto as rendas de que história nos fala, não esquecendo também as famosas bruxas de Salem e os seus poderes, para muitos assustadores.
Mas vamos um pouco à história :-)
A protagonista, Towner, regressa à sua terra natal, de onde saiu depois da morte da sua irmã e de ter tido uma serie de problemas com a justiça e com a sua familia. Mas será que foi mesmo assim???
No seu regresso vai encontrar quase tudo como deixou... será que as coisas são realmente como ela sempre as viu... ou quis ver?!?!?!
Este livro fala também do mistério dos gémeos, da sua relação muitas vezes inexplicável.
Fui um pouco confusa, não fui? Mas leiam o livro e percebem logo tudo ;-)
Muito bom, vale bem a pena ler.
 
 
#2 Ana 2009-08-28 13:00
Um livro agradável, embora esperasse mais enredo e mais desenvolvimento .
 
 
#1 Alexandra Silva 2009-08-24 10:38
Não posso dizer que terminei este livro, porque na verdade não sou capaz. Estou a ter alguma dificuldade em acompanha-lo, uma vez que enredo é estranho no mínimo e a escrita é pouco cativante.
 

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • Hugo Chávez, o colapso da Venezuela
    Gosto de estar bem informado e não fazer juízos sem conhecimento de causa. O governo da Venezuela tem ...
  • 02.09.2019 14:09
  • Autobiografia
    "Autobiografia" , o novo romance de José Luís Peixoto, é o 3º livro que leio deste autor. Os anteriores ...
  • 18.08.2019 17:41
  • A Dama do Quimono Branco
    Com este volume, termina a saga do Samurai Negro, constituída por uma trilogia de romances históricos ...
  • 29.07.2019 17:54

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"A melhor receita para o romance policial: o detetive não deve saber nunca mais do que o leitor."
Agatha Christie