A Vida Amorosa no Antigo Egipto

FaceBook  Twitter  

Autor: José Miguel Parra Ortiz
Nova edição: Mar/2010
Formato: 16 x 23,5 cm
Páginas: 288
Editora: Esfera dos Livros

O sexo é um dos elementos básicos da sociedade humana. Compreender como a sociedade egípcia compreendia e interpretava o acto reprodutor, saber como vivia a sexualidade, se existia uma cultura do prazer e quem tinha acesso à mesma é o objectivo do historiador e especialista espanhol José Miguel Parra Ortiz neste livro. Ao contrário de outras culturas da Antiguidade, como a Grega ou Romana, os egípcios não nos deixaram muitas representações gráficas dos seus sentimentos e devaneios físicos. As principais fontes para o conhecimento da sexualidade no Antigo Egipto são poemas amorosos do Reino Novo, estatuetas e relevos como as de Akhenatón e Nefertiti, o casal real que mais fez representar o seu amor, amuletos sexuais, fragmentos de cerâmica, pinturas murais que foram aparecendo nas escavações arqueológicas e o Papiro Erótico de Turim, que é reproduzido na íntegra neste livro. Baseado numa rigorosa e original investigação histórica, esta obra, amplamente ilustrada, aborda temas como o vestuário e a maquilhagem objectos de sedução para rainhas como Nefertiabet, a homossexualidade no Vale do Nilo como a possível relação entre Niankhnum e Khnumhotep, os remédio utilizados para despertar o ânimo sexual, as posturas, variantes sexuais como a dominação ou submissão, a gravidez, o aborto, bem como as orgias e a luxúria da sociedade dos faraós.

Autor:
José Miguel Parra Ortiz nasceu em Madrid em 1968. É doutorado em História Antiga pela Universidade Complutense de Madrid. A sua investigação incide sobre o Antigo Egipto. A sua tese de licenciatura foi sobre A função social dos túmulos durante o Reino Antigo Egipto e a tese de doutoramento foi dedicada ao tema Os complexos funerais reais no Antigo Egipto: um ponto de vista económico e social.

Comentários  

 
+1 #1 Joana Dias 2010-05-19 21:34
Ao contrário do que se possa pensar, não se trata apenas de um livro para estudiosos do Antigo Egipto ou de História. Este é um livro voltado para o público em geral, desde que tenha algum interesse ou curiosidade histórica claro está, a linguagem é bastante acessível, explicando sempre detalhadamente o autor o que que um leigo em história egípcia pudesse não entender.
É de realçar que o livro se encontra extremamente bem documentado, quer por excertos do antigo Egipto e de historiadores, quer por ilustrações de artefactos e reconstituições dessa época. Além disso, o autor fez uma pesquisa histórica bastante detalhada e rigorosa, de que nos podemos aperceber pelo grande número de documentos que apresenta no livro e pela sua bibliografia.
De facto, no livro descortinamos uma parte da história do Egipto pouco estudada e muito pouco conhecida. Eu, que sou uma grande apaixonada pela cultura do Antigo Egipto e que já li inúmeras obras correspondentes a esta temática, tenho de confessar que pouco ou nada sabia desta parte em particular da vida dos antigos Egípcios. Apesar da ideia geral que temos de uma grande sensualidade presente na vida dos egípcios, a verdade é que, como nos revela o livro, os Egípcios apenas representam o sexo de forma muito subtil e que eram bastante discretos relativamente a esta temática.
O livro está repleto de grandes surpresas e de pequenas curiosidades. Achei bastante curioso o facto de também existirem no Egipto histórias mitológicas de Deuses que engravidavam rainhas, tal como na mitologia clássica, o que desconhecia completamente. Também achei curioso o facto da homossexualidad e ser mal vista e pouco tolerada no Egipto, quando era considerado um comportamento sexual normal na maior parte das antigas civilizações. Estas são apenas algumas das muitas partes interessantes deste livro que, apesar de não ser ficcional, lê-se tão bem e com tanto gosto como se fosse.
 

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • A Recriação do Mundo
    Não é segredo que a Alemanha e a URSS correram contra o tempo e contra os Estados Unidos da América para ...
  • 22.09.2019 13:21
  • Hugo Chávez, o colapso da Venezuela
    Gosto de estar bem informado e não fazer juízos sem conhecimento de causa. O governo da Venezuela tem ...
  • 02.09.2019 14:09
  • Autobiografia
    "Autobiografia" , o novo romance de José Luís Peixoto, é o 3º livro que leio deste autor. Os anteriores ...
  • 18.08.2019 17:41

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

“E desde então decidi que a POESIA é a forma mais curta, mais doce, mais explosiva. Para que escrever um romance se é possível dizer o mesmo em dez linhas?”
Charles Bukowski