Alex 9 – A Coroa dos Deuses

 

 


Autor:
Martin S. Braun
Edição: Set/2010
Páginas: 304
Editora: Saída de Emergência

 

 

Prepara-te para batalhas épicas de espada em punho e tecnologia de ponta e mergulha numa aventura onde as respostas parecem levar a mais perguntas. Quando se saberá a verdade sobre Alex 9?

“Um livro magnífico, fabuloso!” – Segredo dos Livros
“Um livro de qualidade superior.” – Livros & Leituras
“Uma história envolvente e original.” – As Leituras do Corvo

Volume anterior:
Alex 9 – A Guardiã da Espada

Autor – Bruno Martins Soares

Autor:

Escritor, argumentista, dramaturgo e publicitário, Bruno Martins Soares ganhou o Prémio Nacional de Jovens Criadores na vertente de Literatura, tendo representado Portugal na Feira de Jovens Criadores da Europa e do Mediterrâneo em Turim em 1997, onde o seu conto “Mindsweeper” foi publicado em italiano. Após vários contos e textos publicados em várias colectâneas e publicações de referência, a trilogia de FC/Fantasia “A Saga de Alex 9” foi lançada pelas mãos da editora Saída de Emergência a partir de 2009. Entretanto, já publicou vários outros livros e contos, tanto em Português como em Inglês, incluindo os romances de FC “The Dark Sea War Chronicles”(agora adaptados para Português) e “Laura and the Shadow King”.
Em 2013, co-escreveu e co-produziu a longa-metragem “Regret”, da produtora Castaway Entertainment com distribuição nos EUA e Canadá. Entre 2015 e 2017, escreveu e co-produziu a curta-metragem “Desvio”, Award of Merit da Best Shorts Competition, para além de três outras curtas-metragens e dois pilotos para televisão. A sua peça “O Papel” foi também encenada pela produtora This Is That.
Como jornalista, escreveu para o Diário de Notícias e para a Ideias & Negócios e foi correspondente em Portugal da Jane’s Defence Weekly, a maior revista do mundo de defesa militar. Também colaborou com The Washington Post.

2 comentários
0 likes
Anterior: O Apelo da LuaSeguinte: O Acompanhante

Comments

  • veronica silva

    Novembro 7, 2010 at 17:54
    Reply

    O meu conselho para quem quer ler este livro e ainda não leu o primeiro volume, é que o faça antes de pegar nele, senão torna-se um pouco confuso entrar na história, que foi o que aconteceu comigo. São muitas personagens, há que ter atenção em perceber a história e também ao facto de toda a acção se passar em diferentes planetas e anos temporais. Um livro que parece um filme de ficção cientifica futurista, mas que, de repente, nos leva para uma época medieval totalmente diferente. Talvez tivesse apreciado mais se tivesse lido o 1º volume; assim, não fiquei […] Ler Mais...O meu conselho para quem quer ler este livro e ainda não leu o primeiro volume, é que o faça antes de pegar nele, senão torna-se um pouco confuso entrar na história, que foi o que aconteceu comigo. São muitas personagens, há que ter atenção em perceber a história e também ao facto de toda a acção se passar em diferentes planetas e anos temporais. Um livro que parece um filme de ficção cientifica futurista, mas que, de repente, nos leva para uma época medieval totalmente diferente. Talvez tivesse apreciado mais se tivesse lido o 1º volume; assim, não fiquei totalmente convencida, apesar do final me ter deixado curiosa.Quanto ao facto de ser um livro que se encontra na secção infanto-juvenil, não sei se estará colocado num lugar adequado, uma vez que frases do tipo "Cravou-lhe a espada e trespassou-lhe o crânio" não me pareçam adequadas para um público infantil. Read Less

  • Margarida Cruz

    Outubro 25, 2010 at 22:34
    Reply

    Se, por um lado, me sentia em êxtase com a leitura da continuação das aventuras de Alex, em "A Coroa dos Deuses", por outro sentia-me desesperadamente revoltada por não ver esta magnífica, espantosa e fantástica saga a ter a atenção de que é digna. Só eu sei a hesitação que foi pegar no primeiro livro da série: um livro que consta da colecção Teen, uma sinopse que promete acção de pura e dura ficção científica, uma obra alvo de um pequeno, mas algum marketing, estando ele unicamente direccionado para um público jovem (numa livraria não o encontramos na secção da […] Ler Mais...Se, por um lado, me sentia em êxtase com a leitura da continuação das aventuras de Alex, em "A Coroa dos Deuses", por outro sentia-me desesperadamente revoltada por não ver esta magnífica, espantosa e fantástica saga a ter a atenção de que é digna. Só eu sei a hesitação que foi pegar no primeiro livro da série: um livro que consta da colecção Teen, uma sinopse que promete acção de pura e dura ficção científica, uma obra alvo de um pequeno, mas algum marketing, estando ele unicamente direccionado para um público jovem (numa livraria não o encontramos na secção da literatura fantástica, mas sim da infanto-juvenil), etc. O problema é que as pessoas não sabem, nem sequer imaginam, o que se esconde por detrás das páginas desta saga e essencialmente neste segundo volume. Martin S. Braun deu-me certezas de que é um dos melhores autores de fantasia (e não só a nível nacional) que já li.Acho que não podia pedir melhor de "A Coroa dos Deuses". Depois de "Alex 9 - A Guardiã da Espada", as expectativas elevaram. Mas "A Coroa dos Deuses" não ficou nada aquém, superando-as com distinção! A acção, só por si, está em tudo melhor do que o primeiro livro que, já por si, me tinha surpreendido. Neste segundo volume, contudo, Martin S. Braun consegue um ritmo ainda mais alucinante de cenas, uma sequência louca e incansável de acontecimentos que prende o leitor desde a primeira à última página. Lembro-me que, quando iniciei a leitura de "A Guardiã da Espada", fiquei apreensiva com a presença de tão grande número de personagens. Agora, nem consigo imaginar a obra se assim não fosse. Todas as personagens, tenham elas um pequeno ou grande papel, são fulcrais no desenrolar da história e neste ritmo constante e imparável da acção. O facto de, num momento, estarmos a ler o que se está a passar com determinada personagem, ou grupo de personagens e, no outro, já estarmos a ser transportados para um lugar completamente diferente onde a acção já se centra em outro alguém, tem um efeito notável no leitor, viciando-o na leitura da obra. A empatia com os protagonistas é imediata, bem como os ilustres e tão característicos conhecimentos de estratégia de guerra, de física, química e todo um outro emaranhado de aspectos respeitantes à ficção científica e fantasia medieval, a que Martin S. Braun já nos habituou, diminuíram de densidade, concedendo à obra uma leitura mais leve e fácil de acompanhar.Impossível de largar, incrivelmente viciante e intenso, riquíssimo em emoções e com um agradável aroma de romance, "A Coroa dos Deuses" só veio elevar a fasquia quanto ao que esperar de "A Magia dos Ventos", o próximo e último volume da série, e alimentar a ansiedade, quase que desesperante, de continuar a seguir as aventuras de Alex, Dael, Jik, Pierre, Kaoru, Garic de Cary, Hert, Méria, e tantos outros nomes que não conseguimos esquecer depois da alucinante viagem de "A Coroa dos Deuses".Uma leitura obrigatória para os amantes do género fantástico e ficção-científica. Recomendo vivamente, sem reservas, sem indicações, sem nada. Simplesmente, LEIAM. Read Less

Comentar