Alpendre a Cinco Vozes

FaceBook  Twitter  

 

 

Autor: Antero Barbosa
Género: Romance
Edição: Jan/2020
Páginas: 112
ISBN: 9789897025181
Editora: Guerra & Paz

 

 


Esta é a história do Menino QuiNando, o menino de oiro da família Melo Moreira, proprietária da senhorial Casa do Alpendre. Já passou dos setenta anos, mas continua a ser o Menino QuiNando em Crualto, uma povoação no cerne da encosta.
Afastado da frequência dos palcos habituais que a fortuna pessoal sempre lhe facultou, o único confronto teatral que lhe resta é com Arménio, filho dos caseiros, que é o melhor e o pior dos seus amigos.

Numa escrita polifónica e poligráfica, juntam-se, aos comparsas, as vozes do Sol, do povo e do escritor, que filtram e expandem versões, procurando recuperar os fragmentos que possam traduzir em escrita o intraduzível da vida.
Eis o que disse o júri que atribuiu a esta ficção narrativa o Prémio Literário Orlando Gonçalves, na sua 22.ª edição:
«Recorrendo a cinco vozes narrativas, o conjunto assume um caráter coral, construindo personagens bem recortadas e revelando um assinalável domínio da linguagem utilizada.»

Autor:

Antero Barbosa, natural, por acaso, do concelho do Marco de Canavezes, reside, na sequência desse acaso, no Porto, desde 1976. É licenciado, sem descaso, em Estudos Portugueses, e exerceu, em caso não omisso, cargos administrativos e dirigentes em estabelecimentos da Universidade do Porto, em paralelo a vidas várias, a familiar e cívica entre elas. Há, em todo o caso, o vício da literatura desde a adolescência.
Publicou, ao acaso, Contextos (contos), 2005; Ramo e de repente (poemas), 2005; A Câmara Lenta da Morte (conto), 2017; Descoincidências – Obras In-Completas – Poema (coletânea 1982-2017), 2018; Obras In-Completas – Conto (coletânea), 2019.
Quando se deu o caso de um júri que leu os seus textos, obteve os seguintes prémios literários: Prémio de Poesia Brétema, 1990; Prémio Nacional Trindade Coelho – 2.º prémio (contos), 2005; Prémio Literário Fernanda Botelho (conto), 2016; Prémio Literário Orlando Gonçalves (ficção narrativa), 2019.
Manter-se-á até ao ocaso no ofício de «escreviver».

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • Deixem Passar o Homem Invisível
    Dez anos depois de ter vencido o Grande Prémio de Romance e Novela APE/DGLB 2009, regressa em nova ...
  • 25.03.2020 23:36
  • O Caçador de Brinquedos
    Se gosta de ficção científica, não deixe de ler este livro! João Barreiros é considerado um dos ...
  • 12.03.2020 16:59
  • A Morte do Papa
    Depois de ter lido todos os livros anteriores de Nuno Nepomuceno, este foi o primeiro em que tive ...
  • 24.02.2020 00:22

Últimos Tópicos

    • Frecha
    • - Frecha, toda a magia tem um preço, sabes disso. Tens a certeza que queres...
    • há 1 semana 11 horas
    • Frecha (Saga "Os castros")
    • "- Frecha, toda a magia tem um preço, sabes disso. Tens a certeza que queres...
    • há 1 semana 11 horas
    • Espaço para livros
    • Uma maneira simples e barata é embrulhá-los em rolo autoaderente, daquele que...
    • há 2 meses 4 dias
    • Melhores Livros De Romance
    • Obrigado pela partilha! Diversos desses livros têm nomes diferentes na edição...
    • há 2 meses 6 dias

Uma Pequena Palavra...

"Apenas se deveriam ler os livros que nos picam e que nos mordem. Se o livro que lemos não nos desperta como um murro no crânio, para quê lê-lo?"
Franz Kafka