Amélia de Orleães - A rainha mal-amada

FaceBook  Twitter  

 

 

Autora: Margarida Durães
Género: História de Portugal
Edição: Jul/2019 (Nova edição)
Páginas: 392
ISBN: 9789896445874
Editora: Temas e Debates

 

 

 

Amélia de Orleães foi a última rainha de Portugal. Entre o seu nascimento e a morte no exílio viveu oitenta e seis anos repletos de momentos felizes, mas também de desilusões e traições. A sua vida foi uma luta contínua, espelhando um dos períodos mais críticos da história de Portugal e da Europa.

Elegante, amável e culta, D. Amélia parecia ser a esposa ideal do rei D. Carlos. Como mãe, foi uma educadora atenta e exigente, preparando os filhos para cargos que não exerceriam. Porém, o «ofício» de rainha consorte foi mais além. Graças à sua iniciativa modernizaram-se os setores da saúde pública e da assistência social em Portugal. No ramo das artes, devemos-lhe sobretudo a criação do Museu dos Coches (1905).
Em 1908 presenciou o assassinato do marido e do filho mais velho, e, no dia 5 de outubro de 1910, foi obrigada a partir de Portugal. Faleceu em outubro de 1951, em Versalhes. Os seus restos mortais foram trasladados para Portugal e repousam no Panteão dos Braganças, ao lado do marido e dos filhos.

Conteúdo da obra:
INTRODUÇÃO: UMA RAINHA MAL-AMADA?
PARTE I — ERA UMA VEZ UMA PRINCESA...
De Baby a Grande
A «Paris»
O último casamento real
Mãe e educadora
O ofício: ser rainha consorte
Uma maternidade social
Uma rainha diplomata para o rei Diplomata
A mártir
PARTE II — DO EXÍLIO TAMBÉM SE VOLTA...
Revolução ou traição?
Nas neblinas inglesas
Guerra, dor e luto
Antes do fim
«Levem-me para Portugal»

Autora:

Margarida Durães é licenciada em História pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto (1979) e doutorada em História Moderna e Contemporânea, pela Universidade do Minho (2001), onde é Professora Auxiliar com Agregação, do Departamento de História, desde 2008.
É investigadora do Centro de Investigação Transdisciplinar Cultura, Espaço e Memória (CITCEM-FLUP) e, em 2001, recebeu o Prémio Alberto Sampaio para o melhor trabalho desenvolvido no âmbito da História Económica e Social. Além de vários artigos e capítulos de livros, é autora das obras Herança e sucessão: leis, práticas e costumes no termo de Braga (séculos XVIII-XIX) (Braga: [s.n.], 2000, tese de doutoramento) e A rainha mal-amada: Amélia de Orleães (Lisboa: Círculo de Leitores, 2012).

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • A Dama do Quimono Branco
    Com este volume, termina a saga do Samurai Negro, constituída por uma trilogia de romances históricos ...
  • 29.07.2019 17:54
  • Crash
    Depois de ter lido "Arranha-Céus" de J. G. Ballard, um romance que me deixou a pensar seriamente nos ...
  • 10.07.2019 22:32
  • Amantes de Buenos Aires
    Amantes de Buenos Aires, o novo romance de Alberto S. Santos, baseia-se numa história real e segue a ...
  • 08.07.2019 16:24

Últimos Tópicos

    • Vídeo de promoção
    • O Cetro do Guardião, Fantasia https://www.youtube.com/watch?v=jyLhvh3HFno...
    • há 3 semanas 1 dia
    • Vídeo de promoção
    • Gratuito https://www.kobo.com/pt/pt/ebook/o-cetro-do-guardiao [...
    • há 3 semanas 1 dia
    • Ebook gratuito
    • "O cetro do Guarião", Teresa Durães, fantasia gratuito aqui "Olhei na...
    • há 3 semanas 2 dias

Uma Pequena Palavra...

"A leitura é uma fonte inesgotável de prazer mas, por incrível que pareça, a quase totalidade não sente esta sede."
Carlos Drummond de Andrade