Amores Secretos

FaceBook  Twitter  

 

 

 

Autora: Kate Morton    
Edição: Jun/2014
Páginas: 568
ISBN: 9789896722012
Editora: Suma de Letras

 

 


Laurel, actriz de sucesso, regressa à casa da família para celebrar o nonagésimo aniversário da mãe, Dorothy, que sofre de Alzheimer.
Esse dia recorda-lhe um outro, há muito esquecido. Naquele fatídico aniversário do seu irmão, Laurel estava escondida na casa da árvore, a fantasiar com um amor adolescente e um futuro grandioso em Londres, quando assistiu a um crime terrível, que mudaria a sua vida para sempre. Foi com terror que Laurel viu a mãe cravar a faca do bolo de aniversário no peito de um desconhecido.

O regresso ao local onde tudo aconteceu é a última oportunidade para Laurel descobrir o temível segredo daquele dia e encontrar as respostas que só o passado da sua mãe lhe pode dar. Pista após pista, Laurel irá desvendar a história secreta de três desconhecidos que a Segunda Guerra Mundial uniu em Londres — Dorothy, Vivien e Jimmy — e cujos destinos ficaram para sempre ligados.
Uma fascinante história de segredos e mistérios, de um crime obscuro e de um amor eterno. Mais um livro inesquecível de uma das autoras de maior sucesso dos nossos tempos.

Desta autora no Segredo dos Livros:
O Segredo da Casa de Riverton
O Jardim dos Segredos
As Horas Distantes

Autora:

Kate Morton, a mais velha de três irmãs, cresceu nas montanhas do Nordeste da Austrália, em Queensland. Formou-se em Arte Dramática e Literatura Inglesa e está a fazer doutoramento na Universidade de Queensland. Vive entre Londres e Brisbane com a família.
É uma das autoras mais reconhecidas mundialmente: todos os seus romances alcançaram as listas de livros mais vendidos, estão publicados em 38 países e já venderam mais de 8 milhões de exemplares.

Saiba mais em www.katemorton.com ou visite a página da autora no Facebook.

Comentários  

 
#3 Lurdes Graça Pereira da Silva 2015-02-01 21:25
Achei a capa bastante elaborada e misteriosa.
Não conhecia a autora, Kate Morton, mas gostei da sua narrativa.
Em Amores Secretos, temos avanços e recuos na história, vistas por diferentes personagens.

Quando Laurel, atriz de sucesso, regressa a casa para festejar os 90 anos da sua mãe que sofre de Alzheimer, e no fundo para dela se despedir, não pode deixar de tentar descobrir o que aconteceu há muitos anos atrás quando viu a sua mãe assassinar um estranho.

Temos entrelaçadas as suas lembranças com as memórias de sua mãe.
Ao descobrir determinados objetos de sua mãe, procura respostas.
A sua demanda acaba por a conduzir a surpreendentes descobertas no fim.
 
 
#2 Maria Manuel Sousa 2014-07-23 16:37
O início deste enredo transporta-nos até ao ano de 1961, quando Laurel Nicolson (actriz de sucesso nos dias de hoje), vê, com apenas 16 anos, a sua mãe Dorothy matar um homem. Só elas sabem o que realmente se passou, mas nunca falaram sobre tal.
Quem era o homem? Porque a sua mãe o matou? O que esconde? Foram dúvidas que sempre a assombraram, mas para as quais nunca teve resposta.
É então que, viajando até 2011, ano em que Dorothy comemora 90 anos e as filhas resolvem fazer-lhe uma festa, Laurel sente ter a oportunidade de uma vida para resolver o mistério.
É empurrada para o ano de 1941, quando Dorothy era uma adolescente, na tentativa de resolver o mistério. Será que vai conseguir?

Uma narrativa fluída com a qual nos identificamos rapidamente, passada entre passado e presente. Tem, no entanto, momentos que perdem sentido, de tão extensos narrativamente.
Desta vez, o final não foi surpreendente. Se estivermos atentos, conseguimos adivinhá-lo com alguma facilidade.
 
 
#1 Helena 2014-07-03 22:47
Kate Morton é uma das minhas escritoras preferidas. Quando percebi que tinha mais um dos seus livros para ler, fiquei ansiosa por me envolver em mais uma história elaborada, com personagens multifacetadas e complexas, para uma reviravolta final surpreendente, como é característico nos seus romances. Não me enganei e o nível mantêm-se elevado, mas... desta vez há um mas, possivelmente porque as expetativas eram muitas e é com pesar que admito que não fiquei cativa desta trama que achei muito longa e densa e em que acabei mesmo por antever o desfecho.

Alternando entre passado e presente, nomeadamente em 1941, Londres durante a Segunda Guerra Mundial e 1961 quando um episódio dramático afecta Laurel, e finalmente 2011, temos uma trama conduzida por uma atriz que regressa a casa para desvendar o misterioso passado da sua mãe e os seus muitos segredos. Desde o início que uma inquietação atinge o leitor que procura perceber nas entrelinhas o que falta revelar e que, magistralmente, a autora vai-nos levando a perceber.

Forte e bem desenvolvida história, com personagens marcadas por perdas, mas com muita coragem, que procuram uma segunda oportunidade de ser felizes ao realizar os seus sonhos.
 

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • Deixem Passar o Homem Invisível
    Dez anos depois de ter vencido o Grande Prémio de Romance e Novela APE/DGLB 2009, regressa em nova ...
  • 25.03.2020 23:36
  • O Caçador de Brinquedos
    Se gosta de ficção científica, não deixe de ler este livro! João Barreiros é considerado um dos ...
  • 12.03.2020 16:59
  • A Morte do Papa
    Depois de ter lido todos os livros anteriores de Nuno Nepomuceno, este foi o primeiro em que tive ...
  • 24.02.2020 00:22

Últimos Tópicos

    • Frecha
    • - Frecha, toda a magia tem um preço, sabes disso. Tens a certeza que queres...
    • há 6 dias 20 horas
    • Espaço para livros
    • Uma maneira simples e barata é embrulhá-los em rolo autoaderente, daquele que...
    • há 2 meses 4 dias
    • Melhores Livros De Romance
    • Obrigado pela partilha! Diversos desses livros têm nomes diferentes na edição...
    • há 2 meses 5 dias

Uma Pequena Palavra...

"Como um dia alguém me ensinou, os bons amigos são como os livros, nunca partem de vez. Sempre ficam no nosso coração."
Alberto S. Santos, in Para lá de Bagdad