As Cinquenta Sombras de Grey

FaceBook  Twitter  

 

 

   

Autora: E.L. James
Trilogia: As cinquenta Sobras de Grey (Vol. 1) 
Edição: Jul/2012
Páginas: 552
ISBN: 9789892319957
Editora: Lua de Papel

 

 

O início da trilogia de que todas as mulheres estão a falar... discretamente. 
Anastasia Steele é uma estudante de literatura jovem e inexperiente. Christian Grey é o temido e carismático presidente de uma poderosa corporação internacional. O destino levará Anastasia a entrevistá-lo. No ambiente sofisticado e luxuoso de um arranha-céus, ela descobre-se estranhamente atraída por aquele homem enigmático, cuja beleza corta a respiração. Voltarão a encontrar-se dias mais tarde, por acaso ou talvez não.

O implacável homem de negócios revela-se incapaz de resistir ao discreto charme da estudante. Ele quer desesperadamente possuí-la. Mas apenas se ela aceitar os bizarros termos que ele propõe... Anastasia hesita. Todo aquele poder a assusta - os aviões privados, os carros topo de gama, os guarda-costas... Mas teme ainda mais as peculiares inclinações de Grey, as suas exigências, a obsessão pelo controlo… E uma voracidade sexual que parece não conhecer quaisquer limites. Dividida entre os negros segredos que ele esconde e o seu próprio e irreprimível desejo, Anastasia vacila. Estará pronta para ceder? Para entrar finalmente no Quarto Vermelho da Dor?
As Cinquenta Sombras de Grey
é um romance obsessivo, viciante e que fica na nossa memória para sempre.

Trilogia Fifty Shades:
As Cinquenta Sombras de Grey (Fifty Shades of Grey) é o primeiro volume desta trilogia de E. L. James que é já o maior fenómeno literário do ano em todos os países onde foi publicado.
Os restantes volumes desta trilogia  são As Cinquenta Sombras Mais Negras (Fifty Shades Darker) e As Cinquenta Sombras Livres (Fifty Shades Freed) que a Lua de Papel vai publicar em outubro de 2012 e fevereiro de 2013, respetivamente.

Autora:

E.L. James trabalha como executiva na televisão, é casada, tem dois filhos e vive em Londres. Desde criança que sonhava escrever histórias que apaixonassem os leitores, mas teve de suspender esse sonho para se focar na sua família e na sua carreira. Quando finalmente teve coragem, durante 18 meses dedicou-se a escrever o seu primeiro romance, As Cinquenta Sombras de Grey, que deu início à mais ousada, discutida e polémica trilogia do Século XXI.
Foi eleita como uma das 100 personalidades mais influentes do ano pela revista Time.

Consulte o Site da autora em www.eljamesauthor.com

Comentários  

 
#12 Cíntia Dias 2016-03-20 16:58
Lembro-me de ler a trilogia e ter gostado de ter lido. Mas depois, ao pensar na história, concluí que esta era, principalmente, acerca de um homem possessivo e "stalker", e de uma rapariga indefesa que considero como vítima. Acaba por parecer que ela tem doença de Estocolmo.
Posso estar a ser muito crítica, mas há livros eróticos, até sobre sadomasoquismo, muito melhores do que este. Este ganhou fama, porque foi uma novidade e estava presente em todas as lojas e supermercados, e também por ter uma capa discreta, com uma aparência que não parece ter um cariz sexual (dou os parabéns por esta ideia).
 
 
#11 Maria Manuel 2015-01-24 22:24
Concordo que já não há muito mais a dizer. Para mim, foi algo dececionante. Esperava, garantidamente, mais de um romance tão badalado. Enfim... Não vai deixar saudades!
 
 
#10 Maggie 2013-05-27 21:29
Acabei de ler este livro há pouco tempo e lamento dizer que não gostei... Tinha um enredo pouco elaborado, com passagens demasiado fantasiosas e irrealistas e personagens a pender para o irritante, principalmente ela.
Mas gostos são gostos.
 
 
#9 Maria João 2013-04-21 20:30
Todos falam tanto desta trilogia, que eu tinha de experimentar. Não acho que tenha nada por aí além, como se costuma dizer. Se calhar, por ter lido outro do género anteriormente, não sei.
É daqueles livros que não traz nada de novo. Lê-se bem, não exige demais do leitor e proporcionou-me umas boas gargalhadas.
 
 
+1 #8 Sandra Nunes 2012-11-30 21:34
O que mais dizer sobre este livro, que ainda não tenha sido dito? Sinceramente não sei. O que sei é que, à parte de toda a controvérsia que gerou, a verdade é que gostei de lê-lo e estou desejando ler o seguinte. Não é uma obra-prima, não está escrito com esmero, e depois? Há livros que são puro entretenimento e mais nada. E, para mim, este livro foi precisamente isso. Pura oportunidade para abstrair-me de tudo o resto e, por momentos, perder-me num mundo à parte.
 

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • Tudo Vale no Amor
    Foi o primeiro livro que li desta autora e o que posso dizer é que é um livro que tem de tudo, isto é ...
  • 06.03.2017 15:23
  • O Último Paraíso
    Antes de mais, um pouco de História, para nos situarmos e compreendermos aquilo de que fala este ...
  • 04.03.2017 22:10
  • Ligeiramente Indecente
    Mais um livro da saga “Bedwyn”. Neste livro, é contada a história de Lord Alleyne, o qual tem um ...
  • 01.03.2017 14:13

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

“Você deve escrever o livro que quer ser escrito. E, se for um livro muito difícil para crescidos, então escreva-o para crianças.” 
Madeleine L’Engle