Banhos de Caldas e Águas Minerais

FaceBook  Twitter  

 

 

Autor: Ramalho Ortigão
Género: Literatura de Viagens / Guias turísticos
Edição: Abr/2019
Páginas: 216
ISBN: 9789897225697
Editora: Quetzal

 

 

 

Uma viagem nostálgica pelas termas de Portugal
Depois da publicação de As Praias de Portugal - Guia do Banhista e do Viajante, a Quetzal publica o celebrado (e quase desconhecido) guia de Ramalho Ortigão sobre as termas portuguesas. Num tempo em que o termalismo é recuperado como tratamento natural e fonte de saúde - celebrando os poderes curativos e terapêuticos da água -, a prosa elegante de Ramalho leva-nos em viagem pelo país fora, com descrições apuradas, informações que nunca se desatualizaram e um apuradíssimo gosto literário.

Mais do que um guia de viagem, trata-se da evocação de um tempo de paragem no ritmo da nossa vida, celebrando a antiga sabedoria termal, o contacto com a Natureza, a busca da tranquilidade, os «tratamentos de beleza», a meditação e o exercício físico, além da «alimentação saudável». Pura beleza, portanto.

Autor:

Ramalho Ortigão foi escritor e jornalista. Nasceu no Porto, onde foi criado pela avó, e estudou Direito em Coimbra, não tendo, porém, acabado o curso. Foi professor de Eça de Queirós, com quem escreveu um dos primeiros livros policiais da literatura portuguesa. Com Eça também fundou mais tarde As Farpas. Com Antero de Quental bateu-se em duelo, à espada, por causa de uma contenda decorrente da Questão Coimbrã. Figura destacada do século XIX, literário e intelectual português, e, em particular, da Geração de 70, foi um ilustre membro do grupo dos "Vencidos da Vida".

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • 25 de Abril, Corte e Costura
    Este livro é exatamente o que eu esperava dele: uma sucessão de quadros em que se ridiculariza a ...
  • 28.04.2019 21:03
  • A Aluna Americana
    Este é o mais recente romance de João Pedro Marques, autor de, entre outros, "Uma Fazenda em África" ...
  • 25.04.2019 20:42
  • O Último Cabalista de Lisboa
    Consegui, finalmente, ler este livro que foi o primeiro romance de Richard Zimler. Publicado em 1996 ...
  • 07.04.2019 23:56

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"Quase todos os homens vivem inconscientemente no tédio. O tédio é o fundo da vida, foi o tédio que inventou os jogos, as distracções, os romances e o amor."
Miguel de Unamuno