Barroco Tropical

Autor: José Eduardo Agualusa
Género: Romance
Edição: Mar/2018
Páginas: 376
ISBN: 9789897224379
Editora: Quetzal

 

 


Barroco Tropical
é uma fantasia que trata das mazelas da sociedade de Luanda no ano de 2020. Não fala da fome, nem da má rede pública de saúde ou da má qualidade da educação oferecida pelo Estado – um caos já conhecido hoje. O seu objeto de reflexão são as fraquezas humanas, no centro das quais está o Medo, que permite a violência, a corrupção, a traição, os assassinatos e o interesse por assuntos sobrenaturais que fazem esquecer a realidade.

A história – dividida entre África, Europa e América – começa quando uma mulher cai do céu diante de duas testemunhas singulares: o escritor Bartolomeu Falcato e sua amante, a famosa cantora Kianda. Depois aparecem Tata Ambroise, curandeiro que quer ser psiquiatra, Mãe Mocinha, mãe-de-santo baiana, Núbia, ex-Miss Angola, ou o Rato Mickey, sapador de rosto desfigurado.

Deste autor no Segtredo dos Livros:
Passageiros em Trânsito
A Substância do Amor e Outras Crónicas
A Feira dos Assombrados
Fronteiras Perdidas – Contos para viajar
O Ano em Que Zumbi Tomou o Rio
Nação Crioula
A Sociedade dos Sonhadores Involuntários
Teoria Geral do Esquecimento
Um Estranho em Goa
Um pai em nascimento

Autor – José Eduardo Agualusa

Autor:

José Eduardo Agualusa nasceu na cidade do Huambo, em Angola, a 13 de dezembro de 1960. Estudou Agronomia e Silvicultura. Viveu em Lisboa, Luanda, Rio de Janeiro e Berlim. É romancista, contista, cronista e autor de literatura infantil. Os seus romances têm sido distinguidos com os mais prestigiados prémios nacionais e estrangeiros, como, por exemplo, o Grande Prémio de Literatura da RTP (atribuído a Nação Crioula, 1998); também os seus contos e livros infantis foram merecedores de prémios, como o Grande Prémio de Conto da APE e o Grande Prémio de Literatura para Crianças da Fundação Calouste Gulbenkian, respetivamente. O Vendedor de Passados ganhou o Independent Foreign Fiction Prize, em 2004, e, mais recentemente, o romance Teoria Geral do Esquecimento foi finalista do Man Booker International, em 2016, e vencedor do International Dublin Literary Award (antigo IMPAC Dublin Award), em 2017. A sua obra está publicada na Quetzal e traduzida em dezenas de línguas.

Saiba mais sobre o autor e a sua obra em www.agualusa.pt

0 comentários
0 likes
Anterior: Lobos que Foram HomensSeguinte: A Humanidade em Busca de Luz

Comentar