Como Salvar Um Coração Partido

 

 

  

 

Autor: Susan Richards
Edição/reimpressão: 2009
Páginas: 216
Editor: Casa das Letras

A égua que Susan Richards decidira adoptar não queria entrar no atrelado. Lay Me Down, porém, uma antiga égua de corrida com um poldro nos calcanhares, subiu docilmente a rampa e entrou na vida de Susan. Subalimentada, fruto de uma vida dura, Lay Me Down tinha, no entanto, um coração aberto e generoso. O destino levou-a para o picadeiro de Susan, onde ensinou esta mulher de coração destroçado a abraçar as alegrias da vida, apesar dos seus perigos.
As lições de amor são muito diversas. Para Susan, a adopção de uma égua maltratada teve um impacto fantástico na sua vida, um impacto que nunca teria podido prever.

A experiência mostrou-se profundamente instrutiva, levando-a a acreditar que o amor pode alimentar o espírito humano e ajudá-lo a ultrapassar a dor e a perda de uma pessoa querida.
Uma história inspiradora sobre o significado da família e o que a perda de um ente querido nos pode fazer e fazer por nós.

Críticas de imprensa

«Uma história comovente, sentida, para quem tenha amado furiosamente, perdido o seu amor e pensado que a dor seria para toda a vida, ou perguntado a si próprio se enfrentar a morte não será o mesmo que enfrentar a vida.»

9 comentários
0 likes
Anterior: O Jogo do AnjoSeguinte: Ninguém Como Tu

Comentários

  • Júlia

    Setembro 19, 2009 às 14:26
    Responder

    Eu já sabia que havia gente que adorava animais, mas este ternurento livrinho veio reavivar a minha memória. Susan que adoptara uma égua sem querer, apaixonou-se por ela perdidamente quando aos 44 anos não conseguia amar ninguém devido à sua infancia terrivelmente marcada. A mãe que morre muito cedo,os maus tratos por parte dos familiares,o alcool, o marido que lhe bate. Só encontrou o verdadeiro amor nos seus cavalos e mais tarde na sua Lay me down, sendo ela uma égua muito mal tratada. Como é possível uma égua tão ferida pelo passado e tão boa?, só me leva a […] Ler Mais...Eu já sabia que havia gente que adorava animais, mas este ternurento livrinho veio reavivar a minha memória. Susan que adoptara uma égua sem querer, apaixonou-se por ela perdidamente quando aos 44 anos não conseguia amar ninguém devido à sua infancia terrivelmente marcada. A mãe que morre muito cedo,os maus tratos por parte dos familiares,o alcool, o marido que lhe bate. Só encontrou o verdadeiro amor nos seus cavalos e mais tarde na sua Lay me down, sendo ela uma égua muito mal tratada. Como é possível uma égua tão ferida pelo passado e tão boa?, só me leva a reafirmar que as coisas más só acontecem aqueles que menos merecem! Read Less

  • maria dos anjos pereira

    Julho 28, 2009 às 15:12
    Responder

    como salvar um coração partidoEste é um testemunho simples e muito comovente entre Susan e Lay Me Down.Uma mulher e uma égua,ambas feridos ,magoadas e carentes de amor.Que se ligam numa entrega total ,dando e recebendo o melhor de cada uma juntas vão de uma forma muito emocionante se libertar do seu sofrimento.E o amor vai renascer assim como a vontade de continuar a lutar e acreditar,pelo menos para Susan.Só quem já sentiu o amor de um animal quando nos sentimos tristes ou estamos doentes consegue perceber esta ligação.Nunca tive nenhuma experiência com cavalos,embora seja um ser que sempre me […] Ler Mais...como salvar um coração partidoEste é um testemunho simples e muito comovente entre Susan e Lay Me Down.Uma mulher e uma égua,ambas feridos ,magoadas e carentes de amor.Que se ligam numa entrega total ,dando e recebendo o melhor de cada uma juntas vão de uma forma muito emocionante se libertar do seu sofrimento.E o amor vai renascer assim como a vontade de continuar a lutar e acreditar,pelo menos para Susan.Só quem já sentiu o amor de um animal quando nos sentimos tristes ou estamos doentes consegue perceber esta ligação.Nunca tive nenhuma experiência com cavalos,embora seja um ser que sempre me fascinou ,mas já tive cães e gatos e lembro-me da minha infância ao sentir essa relação quando se aninhavam ao meus colo e me lambiam as lágrimas ou se deitavam aos pés da minha cama e me olhavam com aqueles olhinhos lindos quando estavam doente.O meu querido Tejo(cão) e Kitty (gato).E ainda hoje com a minha Maggie-a gata_ que não larga as minhas meninas e não as pode ouvir chorar.Por tudo isto e muito mais é um livro que eu recomendo vivamente. Read Less

  • Fátima Rodrigues

    Junho 5, 2009 às 18:27
    Responder

    Em nome da equipa do Segredo dos Livros, o nosso obrigada pelas suas palavras Sueli!

  • SUELI JANSEN ALONSO

    Junho 5, 2009 às 17:18
    Responder

    Como Salvar Um Coração PartidoHá tempos li a crítica deste livro neste site maravilhoso, procurei o livro aqui no Brasil, mas o mesmo não havia sido editado ainda.Esta semana indo a minha livraria preferida, vi que estava acabando de chegar o referido livro que mais que imediatamente, comprei,aqui ele recebeu o nome de Resgate Um Coração Partido,será que alguém resiste a um título como este?Eu, não.Só não esperava por aquele final.Chorei muito, como a autora antropomorfiso, todos os meus animais,pasei por semelhante experiência, e não estava preparada, para revivê-la, tão cedo, através da leitura, mas mesmo assim, valeu muito.Agradeço a […] Ler Mais...Como Salvar Um Coração PartidoHá tempos li a crítica deste livro neste site maravilhoso, procurei o livro aqui no Brasil, mas o mesmo não havia sido editado ainda.Esta semana indo a minha livraria preferida, vi que estava acabando de chegar o referido livro que mais que imediatamente, comprei,aqui ele recebeu o nome de Resgate Um Coração Partido,será que alguém resiste a um título como este?Eu, não.Só não esperava por aquele final.Chorei muito, como a autora antropomorfiso, todos os meus animais,pasei por semelhante experiência, e não estava preparada, para revivê-la, tão cedo, através da leitura, mas mesmo assim, valeu muito.Agradeço a indicação.Adoro vocês. Read Less

  • Ana

    Junho 1, 2009 às 10:38
    Responder

    Uma leitura muito comovente.É um livro que nos faz pensar no poder curativo que os animais têm sobre os humanos. Neste caso concreto, a égua Lay Me Down ajudou Susan a ultrapassar o trauma de ter perdido a mãe, quando era ainda uma menina de 5 anos.É um livro de nos ensina muita coisa sobre o amor, a família, a solidão, a doença, como ultrapassar as dificuldades da vida.De facto, um livro a recomendar, assim como, a não perder de vista esta autora!

  • Roberta Gonçalves

    Maio 21, 2009 às 10:31
    Responder

    Este foi um livro que me tocou no fundo do coração.A dedicação de Susan aos seus cavalos e em especial à sua égua fez-me emocionar várias vezes.Susan, com os seus cavalos aprendeu que a solidão por vezes somos nós mesmos que a criamos pois há sempre uma maneira de ser feliz, apesar de todos os dissabores que a vida por vezes nos causa. Lay Me Down, a égua que Susan acolhe juntos dos seus 3 cavalos, depois de esta ter passado por mais de uma década de maus tratos, vai fazê-la ver que a vida tem sentido e que tem […] Ler Mais...Este foi um livro que me tocou no fundo do coração.A dedicação de Susan aos seus cavalos e em especial à sua égua fez-me emocionar várias vezes.Susan, com os seus cavalos aprendeu que a solidão por vezes somos nós mesmos que a criamos pois há sempre uma maneira de ser feliz, apesar de todos os dissabores que a vida por vezes nos causa. Lay Me Down, a égua que Susan acolhe juntos dos seus 3 cavalos, depois de esta ter passado por mais de uma década de maus tratos, vai fazê-la ver que a vida tem sentido e que tem de aprender a perdoar os outros e a ela mesma e seguir em frente, sempre tentando ter uma vida melhor.Adorei as descrições das reacções dos cavalos à presença de Lay Me Down e a forma como começaram a interagir entre si. Um livro maravilhoso que tive o prazer de ler no meio do campo rodeada por Cavalos e por um Poldro com apenas 1 dia de vida ;-)Um leitura que recomendo!!! Read Less

  • fernanda carvalho

    Maio 12, 2009 às 20:30
    Responder

    É uma história lindíssima e verdadeira, que nos fala do poder curativo de certos animais.Está escrito num tom intimista e pessoal, quase assumindo a forma de um diário, que nos transporta ao longo da narrativa e sem darmos por isso estamos nas últimas páginas.A minha experiência com esta raça de animais remonta ao tempo da minha meninice, em que me perdia pelas boxes num centro hípico que visitava com os meus pais aos fins de semana. Dividindo carícias e guloseimas pelos meus amigos de quatro patas, sentia-me a menina mais feliz do mundo. Analisando hoje a questão, vejo que talvez […] Ler Mais...É uma história lindíssima e verdadeira, que nos fala do poder curativo de certos animais.Está escrito num tom intimista e pessoal, quase assumindo a forma de um diário, que nos transporta ao longo da narrativa e sem darmos por isso estamos nas últimas páginas.A minha experiência com esta raça de animais remonta ao tempo da minha meninice, em que me perdia pelas boxes num centro hípico que visitava com os meus pais aos fins de semana. Dividindo carícias e guloseimas pelos meus amigos de quatro patas, sentia-me a menina mais feliz do mundo. Analisando hoje a questão, vejo que talvez eles entendessem as minhas fraquezas e os meus problemas de saúde e de algum modo tentavam ajudar-me, oferecendo-me o seu carinho e afeição.Como poderia eu não gostar deste livro?Mas mais do que uma simples história sobre cavalos, é uma história de amor, ou melhor, uma lição de amor, que recomendo principalmente a quem nunca conseguiu ultrapassar um desgosto. Read Less

  • Maria João

    Março 21, 2009 às 14:26
    Responder

    Um livro lindo e envolvente. Fiquei com muita pena do final, queria que realmente tivessem descoberto uma cura e que ela conseguisse sobreviver para continuar do lado da Susan. infelizmente nem sempre a vida é como nós queremos e este livro ensina-nos essa lição de uma forma tocante.Sem dúvida uma autora a reter e um livro a adquirir para mais tarde puder reler.

  • Fátima Rodrigues

    Março 8, 2009 às 21:22
    Responder

    Este livro, acima de tudo, mostra-nos como os animais, neste caso uma égua, são capazes de nos chegarem ao coração e ajudarem-nos a ultrapassar traumas e medos adquiridos por percalços da vida. Lay Me Down é uma égua mal tratada e marcada por um dono cruel, sendo "adoptada" por Susan, que a leva para junto de mais três cavalos, cada um com a sua história e marcas humanas, após um pedido de ajuda, após ter sido retirada ao dono. Esta égua, que tinha todos os motivos para ser distante e difícil, é de uma doçura extrema, cativando Susan, que começa […] Ler Mais...Este livro, acima de tudo, mostra-nos como os animais, neste caso uma égua, são capazes de nos chegarem ao coração e ajudarem-nos a ultrapassar traumas e medos adquiridos por percalços da vida. Lay Me Down é uma égua mal tratada e marcada por um dono cruel, sendo "adoptada" por Susan, que a leva para junto de mais três cavalos, cada um com a sua história e marcas humanas, após um pedido de ajuda, após ter sido retirada ao dono. Esta égua, que tinha todos os motivos para ser distante e difícil, é de uma doçura extrema, cativando Susan, que começa a vê-la como um exemplo para si mesma, uma vez que teve uma infância e adolescência cruéis, um casamento desastroso e um historial de alcoolismo, impedindo-se de se abrir ao amor. No final, ajuda-a ainda a ultrapassar o trauma da morte da mãe aos 4 anos, que tendo-lhe deixado um medo imenso de morrer, a impede de conseguir viver.Este livro lê-se muito bem e é muito terno e tocante. Para quem gosta de cavalos, este livro será como um bombom num dia frio e chuvoso de Inverno. Read Less

Comentar

Siga-nos no Facebook
Facebook Pagelike Widget
Últimos Livros Comentados