Crescendo

 

 

  

 

Autora: Becca Fitzpatrick
Colecção: hush, hush
Edição: Mar/2011
Páginas: 336
Editora: Porto Editora

 

 

Depois do grande sucesso de hush, hush, aí está a sequela: Crescendo
A vida de Nora Grey continua longe de ser perfeita. Sobreviver a um ataque que podia ter-lhe custado a vida não foi fácil, mas tudo se resolveu, graças ao seu anjo da guarda – uma criatura misteriosa, sedutora e bela.
Mas Patch tem sido tudo menos angelical. Está mais distante do que nunca e parece estar a passar demasiado tempo com a arqui-inimiga de Nora, Marcie Millar.

E, como se isso não bastasse, Nora é assombrada por recordações do seu pai assassinado, começando a pensar que as intrigas dos anjos poderão estar relacionadas com a morte dele.
Desesperada por desvendar os estranhos acontecimentos do seu passado, Nora expõe-se ao perigo, na esperança de encontrar algumas respostas.
Mas todos sabemos que há perguntas que nunca devem ser feitas…

Consulte aqui o 1º volume da série.

{module Autor – Becca Fitzpatrick}

7 comentários
0 likes
Anterior: Uma Bruxa em ApurosSeguinte: A Casa dos Amores Impossíveis

Comentários

  • Sandra Nunes

    Outubro 14, 2011 às 23:22
    Responder

    Adorei ler "Hush, hush" o primeiro volume desta série. Por isso, foi com entusiasmo e muita curiosidade que peguei neste segundo volume, no qual continuamos a acompanhar as aventuras e desventuras de Pach, Nora e os seus amigos.Em comparação com o primeiro, confesso que, inicialmente, tive alguma dificuldade em “entrar” no espírito da história. Enquanto li o primeiro compulsivamente em 6 horas, este levou-me cerca de 2 semanas e apenas consegui termina-lo após alguma insistência.Penso que esta dificuldade se deveu essencialmente a uma das personagens principais, a Nora, que encaro com ambivalência. Ela provoca-me o mais variado leque de sentimentos, […] Ler Mais...Adorei ler "Hush, hush" o primeiro volume desta série. Por isso, foi com entusiasmo e muita curiosidade que peguei neste segundo volume, no qual continuamos a acompanhar as aventuras e desventuras de Pach, Nora e os seus amigos.Em comparação com o primeiro, confesso que, inicialmente, tive alguma dificuldade em “entrar” no espírito da história. Enquanto li o primeiro compulsivamente em 6 horas, este levou-me cerca de 2 semanas e apenas consegui termina-lo após alguma insistência.Penso que esta dificuldade se deveu essencialmente a uma das personagens principais, a Nora, que encaro com ambivalência. Ela provoca-me o mais variado leque de sentimentos, desde impaciência e aborrecimento perante tamanha imaturidade, a empatia e surpresa perante alguns comportamentos que denotam maturidade e altruísmo. Bem sei que a personagem tem apenas 16 anos e alguma imaturidade é natural, mas há partes do livro que sinceramente… acho demais e por várias ocasiões tive que pôr o livro de lado. Contudo, lá consegui ultrapassar essa parte crítica e levar a leitura a um bom porto.O Pach por outro lado, intrigou-me. A autora foi muito bem sucedida em esconder as suas reais motivações e em rodeá-lo de mistério. Foi nesta personagem que encontrei um motivo para manter a leitura e confesso que acabei por surpreender-me, principalmente no final. Este livro é envolto em muito mistério, perigo e acção. Nada é o que parece e uma série de perguntas ficam por responder, apesar de a autora já ter levantado a ponta do véu e deixado desvendar um ou outro segredo. É por isso que vou continuar a seguir esta série… há muitas questões no ar. Read Less

  • Susana

    Julho 17, 2011 às 18:47
    Responder

    Este segundo volume levanta ainda mais questões do que aquelas que foram respondidas, tanto no 1º volume como durante o desenvolvimento deste 2º volume.Gostei, no entanto acho que deviam ser desvendados alguns dos estranhos acontecimentos da vida de Nora Grey e do seu anjo da guarda Patch. Espero sinceramente ver respondidas todas as questões e acontecimentos num próximo volume.

  • veronica silva

    Julho 3, 2011 às 14:58
    Responder

    Em Crescendo, encontramos novamente Nora Grey, super apaixonada por Patch, que tão depressa se mostra terno com ela, como a seguir está distante. Entre muitas incertezas no amor, Nora vê-se também confrontada com a possibilidade de Patch não ser a pessoa que ela julga que ele é e também a possibilidade de ele ser o causador da destruição da sua família.Embarcando numa investigação perigosa, para descobrir quem matou o seu pai e para descobrir a verdade sobre Patch, Nora acaba por descobrir um inimigo inesperado e muitas revelações surpreendentes. Estas revelações são muito importantes para o desenrolar do livro. Por […] Ler Mais...Em Crescendo, encontramos novamente Nora Grey, super apaixonada por Patch, que tão depressa se mostra terno com ela, como a seguir está distante. Entre muitas incertezas no amor, Nora vê-se também confrontada com a possibilidade de Patch não ser a pessoa que ela julga que ele é e também a possibilidade de ele ser o causador da destruição da sua família.Embarcando numa investigação perigosa, para descobrir quem matou o seu pai e para descobrir a verdade sobre Patch, Nora acaba por descobrir um inimigo inesperado e muitas revelações surpreendentes. Estas revelações são muito importantes para o desenrolar do livro. Por exemplo, ficamos a saber o porquê de Marcie odiar tanto Nora, quem foi o verdadeiro assassino do seu pai, entre muitas outras coisas que tornam este livro tão empolgante e que nos vão deixar de boca aberta. Ao contrário de Hush Hush, em que a acção decorria de uma forma mais calma e nos dava a sensação de algo mais introspectivo e passivo, aqui deparamo-nos com explosões e tiros, situações que realmente vão colocar a protagonista em perigo.No geral, Crescendo, tal como Hush Hush, continua a ser um livro cheio de mistérios e perigos, que provoca uma imensa vontade de o ler rapidamente e descobrir toda a verdade sobre Patch e que perigos irá Nora enfrentar na descoberta de toda a verdade sobre a sua vida. As personagens continuam fieis ao primeiro livro: Vee continua a ser uma miúda divertida, um pouco irresponsável, mas sempre pronta a ajudar a amiga; Marcie vai continuar a infernizar a vida de Nora; Patch continua misterioso e irresistível, mesmo quando parece estar a fazer Nora sofrer. E atenção a Rixon, o melhor amigo de Patch, que aqui tem mais destaque e vai surpreender o leitor, devido ao seu papel em toda a história. Read Less

  • Joana Dias

    Maio 26, 2011 às 14:44
    Responder

    “Crescendo” é um livro muito envolvente, extremamente emocionante e cheio de suspense. Desde o seu início e a um ritmo alucinante, somos agarrados e atirados para uma montanha russa de emoções. Durante a sua leitura, eu senti raiva, irritação, tristeza, alegria, exultação, afeição, amizade, simpatia... e muitas mais emoções.Quando um livro nos faz sentir todas essas emoções e tantas outras, significa que estamos perante algo muito especial e que todos deveriam ler. O único senão deste livro prende-se com algumas descrições que não precisavam lá estar e alguns aspectos anteriormente abordados no primeiro livro da série, o “Hush, Hush”, que […] Ler Mais...“Crescendo” é um livro muito envolvente, extremamente emocionante e cheio de suspense. Desde o seu início e a um ritmo alucinante, somos agarrados e atirados para uma montanha russa de emoções. Durante a sua leitura, eu senti raiva, irritação, tristeza, alegria, exultação, afeição, amizade, simpatia... e muitas mais emoções.Quando um livro nos faz sentir todas essas emoções e tantas outras, significa que estamos perante algo muito especial e que todos deveriam ler. O único senão deste livro prende-se com algumas descrições que não precisavam lá estar e alguns aspectos anteriormente abordados no primeiro livro da série, o “Hush, Hush”, que me pareceram repetições desnecessárias.“Crescendo”, começa exactamente onde “Hush, Hush” termina: Nora Grey, é uma corajosa adolescente, com uma invulgar maturidade para a sua idade (eu acho que ela tem mais de dezasseis anos), e encontra-se mais uma vez numa perigosa situação. Nora é uma adolescente com muita personalidade, o que deixaria qualquer mãe muito orgulhosa em a ter como filha. Ocasionalmente, ela também faz escolhas erradas (Qual o adolescente que o não faz?), mas em geral ela é uma boa rapariga.As outras personagens que conhecemos no “Hush Hush” reaparecerem também em Crescendo e isso, de alguma forma, também mexeu comigo. Em especial a colegial Marcie Millar que é a antagonista perfeita, destilando veneno por todos os poros; ela relembrou-me alunos que conheci quando frequentei a escola secundária.Um outro ponto forte na escrita de “Crescendo” (o mesmo já tinha acontecido em “Hush, Hush”) é a construção dos cenários onde decorrem as acções. Becca Fitzpatrick criou fabulosas e obscuras estradas, cidades desertas, bancos de nevoeiro e casas vazias, todas assumindo uma vida própria e dando a “Crescendo” uma profundidade e atmosfera muito especiais. Eu adorei particularmente esse aspecto deste livro.A autora tem um talento especial para criar tensão entre as personagens, o enredo e as diferentes intrigas. A química e a tensão existente entre as personagens principais fluem em toda a obra. Eu queria muito que eles ficassem juntos! Não vou dizer o que acontece, mas vou dizer que adorei este livro, e recomendo-o aos fãs dos livros de fantasia. Um livro muito bom, a ler. Read Less

  • Vanessa Montês

    Maio 15, 2011 às 13:13
    Responder

    Nora tinha uma vida normal até ao ano passado... até conhecer Patch... até se meter no meio de uma guerra celestial... até se apaixonar!Agora as coisas estão a piorar. Patch é o seu anjo da guarda, mas, como tal, ele e Nora não podem namorar pelas "leis celestiais". Mas as coisas começam a ficar demasiado estranhas quando Patch começa a esconder-lhe coisas, a inventar desculpas, a ignorá-la e começa a andar com a sua grande inimiga, Marcie Millar! A sua sorte é que o melhor amigo de Patch começa a revelar-se muitíssimo simpático e uma boa pessoa que a poderá […] Ler Mais...Nora tinha uma vida normal até ao ano passado... até conhecer Patch... até se meter no meio de uma guerra celestial... até se apaixonar!Agora as coisas estão a piorar. Patch é o seu anjo da guarda, mas, como tal, ele e Nora não podem namorar pelas "leis celestiais". Mas as coisas começam a ficar demasiado estranhas quando Patch começa a esconder-lhe coisas, a inventar desculpas, a ignorá-la e começa a andar com a sua grande inimiga, Marcie Millar! A sua sorte é que o melhor amigo de Patch começa a revelar-se muitíssimo simpático e uma boa pessoa que a poderá ajudar a ultrapassar as suas preocupações e desconfianças e a descobrir o que se passa de errado com Patch.Mas Patch não é a maior das preocupações de Nora: os seus sonhos - melhor, pesadelos - com o seu pai assassinado; Scott Parnell, um amigo de infância, volta à cidade; um Nefilin anda atrás dela; e demasiados mistérios para serem enumerados!Não, não vou contar mais pormenores. Porquê? Todo este livro é cheio de revelações. Cada página tem algo novo, há surpresas em todo o livro, reviravoltas inesperadas e personagens novas fantásticas!!A escrita da autora continua a capturar o nosso coração. Tão fluída, tão simples, mas ao mesmo tempo tão elaborada, fazendo com que este livro se estenda a uma grande faixa etária. Este livro não se centra tanto em Patch, por isso ficamos a conhecer melhor Nora, as suas inseguranças e como ela é tão "cabeça dura".Se gostaram de Hush, Hush e se forem como eu, vão adorar este livro!! Read Less

  • Júlia

    Abril 1, 2011 às 23:35
    Responder

    A minha opinião em relação a este livro não se alterou muito aquando da leitura do Hush, hush.A autora têm uma escrita muito simples e pouco complexa, juvenil na minha opinião.A história têm muito pouca acção, quase tudo se passa nas últimas cinquenta páginas, o resto são as discussões de Nora e Patch, que não sabem muito bem o que querem. O que vale é a melhor amiga da Nora, a Vee, que é um papelinho. Adora comer! lolGosto do tema do livro, mas continuo a achá-lo pouco desenvolvido, o que lhe dá uns pontos positivos.

  • Joana Nunes

    Março 15, 2011 às 7:16
    Responder

    Adquiri o segundo volume da saga hush hush, assim que este foi lançado na versão original, em Outubro passado.A história evoluiu, assim como o enredo, de forma bastante positiva, devo dizer.Fitzpatrick continua com o seu estilo de escrita fluído e descontraído, cativando-nos desde o primeiro parágrafo.Suspense, aventura, amores e dissabores, tudo isto num só livro.Patch é cada vez mais sedutor e misterioso. Nora, agora conhecedora do mundo que a rodeia, torna-se desconfiada e ainda mais aventureira.Como sempre, Fitzpatrick consegue surpreender-nos até ao final, iludindo-nos, levando-nos a querer que a história termine de formal diferente... que Patch abandone Nora... Que esta […] Ler Mais...Adquiri o segundo volume da saga hush hush, assim que este foi lançado na versão original, em Outubro passado.A história evoluiu, assim como o enredo, de forma bastante positiva, devo dizer.Fitzpatrick continua com o seu estilo de escrita fluído e descontraído, cativando-nos desde o primeiro parágrafo.Suspense, aventura, amores e dissabores, tudo isto num só livro.Patch é cada vez mais sedutor e misterioso. Nora, agora conhecedora do mundo que a rodeia, torna-se desconfiada e ainda mais aventureira.Como sempre, Fitzpatrick consegue surpreender-nos até ao final, iludindo-nos, levando-nos a querer que a história termine de formal diferente... que Patch abandone Nora... Que esta se apaixone pelo novo Nephilim que entra em cena... Que o melhor amigo de Patch seja um anjo caído com bom coração.Com anjos como Patch, quem precisa de vampiros? Read Less

Comentar

Siga-nos no Facebook
Facebook Pagelike Widget
Últimos Livros Comentados
Tópicos recentes