Crónicas à volta do mundo

FaceBook  Twitter  

 

 

Autor: Rui Daniel Silva
Género: Literatura de viagem
Edição: Mai/2019
Páginas: 176
ISBN: 9789897662256
Editora: Coolbooks

 

 

 

Viajar é o descortinar de um mundo muitas vezes pintado a preto e branco, onde o palco da vida é uma surpresa a cada virar da página.
Neste primeiro volume de crónicas de viagem, Rui Daniel relata as suas aventuras e desventuras pelos quatro cantos do mundo, levando-nos pelo Sudeste Asiático, Médio Oriente, América Central, Oceania, Europa e ainda pelo continente africano, dando-nos conta de uma inusitada viagem solitária de bicicleta, desde o Gana ao Benim.

Mais do que um livro de viagens, Crónicas à volta do mundo é um convite à descoberta de paisagens, cores, cheiros e sabores de cada país, mas acima de tudo das relações pessoais que o autor estabelece com quem vai conhecendo pelo caminho. Num registo bem-humorado, Rui Daniel partilha situações muitas vezes insólitas que nos fazem parar, sorrir e imaginar que também lá estamos, a vivê-las na sua companhia.

Autor:

Rui Daniel Silva nasceu em 1977, no Luxemburgo. Licenciado em Ensino de Música pela Universidade de Aveiro, iniciou o seu percurso como pianista acompanhador no Conservatório de Música Calouste Gulbenkian em Aveiro.
Desde muito cedo sentiu uma vontade enorme de conhecer o mundo, e após algumas viagens é pelos destinos menos famigerados que se apaixona. Em 2017 largou tudo para realizar uma viagem solidária até ao Bangladesh, partilhando na sua página de viagens Backpacking with Rui Daniel o percurso que tem feito até agora, levando-nos a viajar e a conhecer, através das suas vivências, os mais de 140 países por onde já passou. Cada viagem é uma aprendizagem, e, se há coisa que este viajante assimilou ao longo deste percurso, é que vivemos num paraíso.

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • A Ilustre Casa de Ramires
    NOTA: Este comentário contém spoilers (*** não leia se pretender ainda ler o livro ***) Após 2 ou ...
  • 28.06.2020 09:42
  • Imortal (José Rodrigues dos Santos)
    Acabei (finalmente) de ler o mais recente livro de José Rodrigues dos Santos - Imortal que trata de um ...
  • 01.06.2020 23:30
  • O Túmulo do Mestre
    Ótimo livro para se ler num fim de semana! Li-o em duas tardes. Os capítulos não são grandes, pelo ...
  • 19.04.2020 19:03

Últimos Tópicos

    • Frecha Trailer
    • [image] Frecha, Teresa Durães, e-book gratuito para download na loja kobo.com
    • há 3 semanas 2 dias
    • Há procura de opiniões
    • Boms dias a todos, Envio um inicio de livro que para aqui tenho já há talvez...
    • há 1 mês 2 semanas
    • o final tem um ritual
    • O meu ritual é uma tortura, mas pra um TOC. Eu tenho que ler o final várias e...
    • há 1 mês 3 semanas
    • Frecha
    • - Frecha, toda a magia tem um preço, sabes disso. Tens a certeza que queres...
    • há 3 meses 3 dias

Uma Pequena Palavra...

"Algumas obras morrem porque nada valem; estas, por morrerem logo, são natimortas. Outras têm o dia breve que lhes confere a sua expressão de um estado de espírito passageiro ou de uma moda da sociedade; morrem na infância. Outras, de maior escopo, coexistem com uma época inteira do país, em cuja língua foram escritas, e, passada essa época, elas também passam; morrem na puberdade da fama e não alcançam mais do que a adolescência na vida perene da glória. Outras ainda, como exprimem coisas fundamentais da mentalidade do seu país, ou da civilização, a que ele pertence, duram tanto quanto dura aquela civilização; essas alcançam a idade adulta da glória universal. Mas outras duram além da civilização, cujos sentimentos expressam. Essas atingem aquela maturidade de vida que é tão mortal como os Deuses, que começam mas não acabam, como acontece com o Tempo."
Fernando Pessoa, in Heróstrato