Déjà Vu com Allan Kardec

FaceBook  Twitter  

 

 

Autor: Rui Guerreiro
Género: Contos
Edição: Jul/2020
Páginas: 94
ISBN: 9789895463787
Editora: Novembro

 

 


«Este é um conto que fala sobretudo de amor e de esperança. (...)
Baseado em factos reais, vividos na primeira pessoa, faz uma alusão extraordinária a tudo o que o amor traz, desde os seus desígnios e as formas misteriosas de se mostrar, às enigmáticas e criativas formas de expressão, numa série de pensamentos díspares e originais que nos fazem ficar presos à narrativa pelo fascínio com que o autor se despe perante a sua própria essência.»
In prefácio de Andressa Marques Freitas Oliveira

Autor:

Depois de uma passagem carismática pelo Colégio Moderno em Lisboa, Rui Guerreiro cedo se precipitou no mundo das artes. Ingressou na Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva, onde se formou na década de 90. Fundador da empresa Pintura Livre – Conservação e Restauro, Lda., foi responsável por obras de conservação que o levaram ao reconhecimento público. Vê-se a si próprio como um homem com muitos defeitos, mas suficientemente lúcido para não se deixar imiscuir numa sociedade doente. Músico por devoção, cedo se precipitou numa carreira autodidata. ..."É o meu hobby e a minha necessidade. Escondo-me na composição, muito mais do que nas palavras ou nos pensamentos."

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • A Ilustre Casa de Ramires
    NOTA: Este comentário contém spoilers (*** não leia se pretender ainda ler o livro ***) Após 2 ou ...
  • 28.06.2020 09:42
  • Imortal (José Rodrigues dos Santos)
    Acabei (finalmente) de ler o mais recente livro de José Rodrigues dos Santos - Imortal que trata de um ...
  • 01.06.2020 23:30
  • O Túmulo do Mestre
    Ótimo livro para se ler num fim de semana! Li-o em duas tardes. Os capítulos não são grandes, pelo ...
  • 19.04.2020 19:03

Últimos Tópicos

    • Navia
    • Navia, nascida no ano 410 D.C, época em que a Lusitânia encontra-se instável...
    • há 1 semana 1 dia
    • Navia
    • Navia Navia, nascida no ano 410 D.C, época em que a Lusitânia encontra-se...
    • há 1 semana 1 dia

Uma Pequena Palavra...

“Ler um livro é para o bom leitor conhecer a pessoa e o modo de pensar de alguém que lhe é estranho. É procurar compreendê-lo e, sempre que possível, fazer dele um amigo.”
Hermann Hesse