Doutor Sono

FaceBook  Twitter  

 

 

Autor: Stephen King
Edição: Out/2016
Páginas: 584
ISBN: 9789722530460
Editora: Bertrand Editora

 

 

 

Uma tribo de gente chamada o Nó Verdadeiro viaja à procura de sustento pelas autoestradas da América. Parecem inofensivos e são, sobretudo, velhos. Mas, tal como Dan Torrance bem sabe, e Abra Stone não tarda a descobrir, os membros do Nó Verdadeiro são quase imortais e vivem do «vapor» produzido pelas crianças com o «brilho» quando são lentamente torturadas até à morte.

Assombrado pelos residentes do Hotel Overlook, onde passou um ano horrível da sua infância, Dan anda há décadas à deriva, tentando libertar-se do legado de desespero, alcoolismo e violência deixado pelo seu pai. Por fim, instala-se numa cidade de New Hampshire, numa comunidade de Alcoólicos Anónimos que o apoia e num trabalho num lar, onde o «brilho» que lhe resta oferece um derradeiro conforto aos moribundos. Com o auxílio de um gato presciente, torna-se o «Doutor Sono».
E depois Dan conhece a evanescente Abra Stone, e é o espetacular dom dela, o brilho mais vivo que ele já viu, que dá novo alento aos fantasmas de Dan e o impulsiona para uma guerra épica entre o bem e o mal para salvar Abra e a sua alma.

Deste autor no Segredo dos Livros:
Bem-vindos a Joyland
22/11/63
A Cúpula – Livro I
A Cúpula – Livro II
Estações Diferentes

Autor:

Stephen King nasceu em 1947, em Portland, Maine. Em 1970 licenciou-se pela Universidade do Maine e, no ano seguinte, casou com Tabitha Spruce, que também viria a alcançar reputação como escritora. De 1971 a 1974, foi instrutor na Hampden Academy, até ter publicado o seu primeiro romance, Carrie. A obra teve, a princípio, um sucesso modesto, mas com a adaptação para cinema e com a publicação do romance Salem's Lot em 1976, conseguiu afirmar-se como importante escritor de literatura de terror.
Stephen King é um dos mais populares autores contemporâneos. Escreveu mais de quarenta livros, incluindo Carrie, A História de Lisey e Cell, Chamada para a Morte. Recebeu diversos prémios literários ao longo da sua carreira, incluindo o Bram Stoker Award, o World Fantasy Award, o Nebula Award e o prestigiado National Book Award. Conta hoje com mais de trezentos milhões de exemplares vendidos em cerca de trinta e cinco países. Números e um currículo impressionantes a fazerem jus ao seu estatuto de escritor mais bem pago do mundo.

Saiba mais em www.stephenking.com

 

Comentários  

 
#1 Sebastião Barata 2017-01-07 23:44
Já li vários livros de Stephen King, mas confesso que este é, de todos, o mais aterrorizante. Como é habitual nos livros de King, há aqui um ambiente de espiritualidade fantástica. Tem personagens surreais, situações inverosímeis, mas isso já é hábito nos seus livros. Este é mesmo de tirar o sono ao mais valente (estranho, dizer "tirar o sono" a propósito de um livro chamado "Doutor Sono"...). Dava um excelente filme de terror.

A propósito de filmes, este livro é uma sequela de outro livro escrito há muitos anos por Stephen King (foi, aliás, um dos seus primeiros livros que o atiraram para a ribalta e fizeram dele o autor de grande prestígio que é). Estou a falar de "Shining - A Casa do Terror" que foi adaptado ao cinema por Stanley Kubrick, considerado um clássico dos filmes de terror (mas de que Stephen King não gosta, por considerar que adulterou a história do livro).

Diz King numa nota no final deste "Doutor Sono" que a imagem de Danny Torrance (a criança de 8 anos protagonista de "Shining") o tem perseguido ao longo deste 40 anos ("Shining" foi publicado em 1975) e não podia morrer sem indagar na sua própria mente o seu futuro, após os trágicos acontecimentos que viveu no sinistro Hotel Overlook de "Shining". Será que se tornou numa pessoa "normal"? Será que os fantasmas continuaram a atormentar a sua vida? Conseguiu esquecer o seu horrível pai, ou, pelo contrário, acabou também alcoólico como ele? E Dick Hallorann, aquele que também tinha o "dom" e foi quem lhe valeu, por onde anda? Será que ainda é vivo? Continuou ligado a Danny ou desapareceu da sua vida?

Foram estas dúvidas que o levaram a escrever "Doutor Sono" tantos anos depois. E em boa hora o fez. Temos aqui uma obra de grande qualidade, cheia de suspense do início ao fim, com uma trama exemplarmente construída, típica de um autor maduro, com muita experiência e com o talento de Stephen King.

Começa por nos situar nos acontecimentos do Hotel Overlook, quando Danny era criança, pelo que não é preciso ler "Shining" para apanhar a história (embora seja aconselhável lê-lo). Recupera as personagens mais sinistras de "Shining" e cria novas personagens que vão ficar na nossa mente. É o caso de Dan (Danny Torrence), de quem acompanhamos a evolução desde criança, e é a fantástica Abby (Abra Stone), a criança prodígio que vai usar os seus extraordinários poderes para ajudar Dan na sua luta contra o "Nó Verdadeiro", os semi-fantasmas que vivem da tortura de crianças possuidoras do "brilho" para lhes sugarem o vapor e, assim, conseguirem ter (virtualmente) uma vida eterna. Do lado dos maus, Rose "A Cartola", chefe do gang dos caravanistas, é outra personagem inesquecível, aliás como todo o bando.

É esta luta entre os bons e os maus, ou seja os que usam os seus dons para o bem e os que os usam para o mal, que vamos acompanhar, por entre as situações mais diversas, por vezes inimagináveis, outras vezes do mais refinado terror.

Um livro imprescindível para quem aprecia thrillers, mas daqueles que o são mesmo a sério e nos deixam umas vezes repugnados, outras vezes de olhos bem abertos e a olhar por cima do ombro.

Como diz Stephen King, "cuidado, porque eles andam por aí!"
 

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • A Caminho do Altar
    Mais um livro da saga Bridgerton, desta vez a contar história do último dos 8 irmãos da família. O ...
  • 27.02.2017 11:11
  • Sempre o Diabo
    Extraordinário! Tanto na crueza, como na capacidade de tocar o ser humano. Um final absolutamente ...
  • 23.02.2017 15:31
  • A Viúva
    Uma estória absolutamente plausível ou não fosse ela demasiado colada ao caso Maddie. Uma uma vez ...
  • 23.02.2017 15:28

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"Os filmes dizem-nos o que pensar. Um bom livro deixa-nos escolher alguns pensamentos por nós próprios."
Karen Marie Moning in Anoitecer