Encantamentos

FaceBook  Twitter  

 

 

 

Autora: Kathryn Harrison
Edição: Out/2013
Páginas: 352
ISBN: 9789896760649
Editora: Porto Editora

 

 

 

No primeiro dia de 1917, ano de todas as mudanças na Rússia, o corpo de Rasputine é resgatado das águas geladas do Neva, em São Petersburgo. Horas mais tarde, as duas filhas do Monge Louco são levadas para o palácio e acolhidas pela família imperial, pois a czarina espera que Masha, a mais velha, consiga salvar o filho Alyosha, o enfermiço herdeiro do trono. Masha não tem o misticismo magnético do pai, mas descobre o dom encantatório das suas histórias. E é com elas que, sempre entre a vida e a morte, os dois adolescentes conhecerão o amor e um país imenso, a Rússia, que Alyosha nunca chegará a governar.

Inspirando-se na vida aventureira da filha de Rasputine, Xerazade russa que viria a ser domadora de leões na América, Kathryn Harrison retrata uma era em que a História se impacienta e o mundo mudaria, com a Revolução Bolchevique e o fim da lendária dinastia dos Romanov.

Autora:

Kathryn Harrison nasceu e foi criada pelos avós maternos em Los Angeles, Califórnia, formou-se em Stanford e vive atualmente em Nova Iorque, onde leciona escrita criativa na universidade Hunter College. Escreveu livros de memórias, romances, uma biografia de Santa Teresa de Lisieux e vários ensaios saídos na New Yorker, na Harper’s Magazine e na Vogue, entre outras publicações. Encantamentos, o seu último romance, vendido para quinze países, foi calorosamente recebido pelo público e por escritores como Peter Carey e Jennifer Egan.

Saiba mais em kathrynharrison.com

Comentários  

 
#3 Maria João 2013-12-12 13:14
Com uma premissa tão interessante, para além de uma capa cativante, tinha altas expectativas para este livro, mas foram completamente goradas.
Tornou-se uma leitura por obrigação e não por prazer. Demasiada informação debitada de uma forma pouco apelativa. Definitivamente , uma autora para não acompanhar.
 
 
#2 Liliana Patrícia Pereira Pinto 2013-12-11 16:11
Aborrecido, aborrecido, aborrecido. É a palavra certa para este livro.
Quando quero ver (ler, neste caso) um documentário, mudo para o canal História, não leio um livro. E é mais interessante que este livro.
Li 200 páginas e foi um inferno. Não consegui avançar mais e desisti. A escrita da autora é muito monótona e cansativa. Altera entre passado e presente de forma tão confusa que confunde.
Dos piores livros que li até hoje.
 
 
#1 sofia 2013-11-12 08:58
Um livro que nos permite mergulhar na época dos czares, mais propriamente nos últimos momentos da vida do último czar.

Conseguimos conhecer um pouco mais do último herdeiro do czar de toda a Rússia, da sua doença (hemofilia) e de como o afetava no seu dia a dia.

Ficamos a conhecer uma das filhas do famoso Rapustine e um pouco mais sobre ele enquanto ser humano, pai e marido; as suas origens.

Entramos no início do fim da Rússia dos czares.

Um livro fascinante, inserido na realidade, mas visto através dos olhos de dois adolescentes e da sua especial relação mútua.
 

Tem de iniciar sessão para submeter o seu comentário.

Últimas Opiniões

  • Crash
    Depois de ter lido "Arranha-Céus" de J. G. Ballard, um romance que me deixou a pensar seriamente nos ...
  • 10.07.2019 22:32
  • Amantes de Buenos Aires
    Amantes de Buenos Aires, o novo romance de Alberto S. Santos, baseia-se numa história real e segue a ...
  • 08.07.2019 16:24
  • 25 de Abril, Corte e Costura
    Este livro é exatamente o que eu esperava dele: uma sucessão de quadros em que se ridiculariza a ...
  • 28.04.2019 21:03

Últimos Tópicos

Uma Pequena Palavra...

"Começada um dia a leitura, impõe-se levá-la até ao fim. Assim me educaram e nessa pertinência me reconheço. Propus-me um livro? Há que lê-lo!"
Mário de Carvalho in Um deus passeando pela brisa da tarde