Envolvida

 

 

 

Autora: Sylvia Day
Série: Crossfire (Vol. 3)
Edição: Jul/2013
Páginas: 400
ISBN: 9789897450136
Editora: 5 Sentidos

 

 

Desde que vi o Gideon pela primeira vez, percebi que ele tinha algo de que eu precisava, algo a que eu não conseguia resistir. Percebi-lhe também uma alma perigosa e atormentada – tal como a minha. Envolvi-me. Eu precisava dele tanto como precisava que o meu coração batesse.

Ninguém sabe o quanto ele arriscou por mim e o quanto eu fui ameaçada; ninguém imagina quão negra e desesperada se tornou a sombra dos nossos passados.
Entrelaçados nos nossos segredos, tentamos desafiar o destino.
Definimos as nossas próprias regras e rendemo-nos completamente ao intenso poder da obsessão.

Consulte os volumes anteriores no Segredo dos Livros:
Rendida
Refletida

Autor – Sylvia Day

Autora:

Sylvia Day é uma autora norte-americana bestseller que atingiu o 1º lugar do topo de vendas do New York Times e os seus romances já venceram mais de uma dezena de prémios e foram traduzidos para mais de trinta línguas, com dezenas de milhões de livros vendidos. Entre inúmeros prémios, destaca-se a Nomeação para Melhor Autora do Goodreads Choice Award e a sua obra foi considerada pela Amazon como Melhor do Ano na literatura romântica. Os direitos televisivos da série Crossfire foram vendidos à Lionsgate (produtora das séries Twilight e Jogos da Fome), aguardando-se o início da 1ª série com o tema do livro Rendida.

Saiba mais sobre a autora em www.sylviaday.com

2 comentários
0 likes
Anterior: O Peso da FamaSeguinte: O Toque do Highlander

Comentários

  • Helena

    Setembro 26, 2013 às 9:29
    Responder

    Esperava que fosse o último da série [i]Crossfire[/i], mas não é. E, dos três, é certamente o mais fraco, assumindo-se plenamente como romance erótico, com muitas e exaustivas descrições de atos sexuais entre os protagonistas Gideon, o Sombrio e Perigoso Milionário que esconde um passado tenebroso e que canaliza as suas energias para verdadeiras maratonas sexuais, e Eva que o acompanha com o mesmo entusiasmo. Basicamente, a relação assenta em sexo e dependência emocional, com algum crescendo no nível de confiança entre eles, mas pouco mais. Aliás, pouco acontece na narrativa ou evolui na trama. Nem sequer algo de relevante […] Ler Mais...Esperava que fosse o último da série [i]Crossfire[/i], mas não é. E, dos três, é certamente o mais fraco, assumindo-se plenamente como romance erótico, com muitas e exaustivas descrições de atos sexuais entre os protagonistas Gideon, o Sombrio e Perigoso Milionário que esconde um passado tenebroso e que canaliza as suas energias para verdadeiras maratonas sexuais, e Eva que o acompanha com o mesmo entusiasmo. Basicamente, a relação assenta em sexo e dependência emocional, com algum crescendo no nível de confiança entre eles, mas pouco mais. Aliás, pouco acontece na narrativa ou evolui na trama. Nem sequer algo de relevante ou intenso surge com as personagens secundárias. Ponderei inclusive desistir desta leitura numa determinada fase. Enfim... Read Less

  • Joana Cardoso

    Julho 23, 2013 às 12:11
    Responder

    [i]Envolvida[/i], o terceiro livro desta pentalogia que era suposto ser uma trilogia, começa exatamente após o termino de [i]Refletida[/i]. É-nos apresentada uma Eva que, finalmente, começa a perceber as atitudes de Cross relativamente às últimas semanas e que, só por isso, se começa a sentir mais confiante e mais como ela mesma. Ao longo do livro, vão-se dando determinados acontecimentos que poderiam ter sido usados pela autora para transformar este livro medíocre num livro intrigante.Num livro deste género, apesar do erotismo, convém haver uma história que o leitor possa seguir, que o mantenha intrigado, ou o livro não vai passar […] Ler Mais...[i]Envolvida[/i], o terceiro livro desta pentalogia que era suposto ser uma trilogia, começa exatamente após o termino de [i]Refletida[/i]. É-nos apresentada uma Eva que, finalmente, começa a perceber as atitudes de Cross relativamente às últimas semanas e que, só por isso, se começa a sentir mais confiante e mais como ela mesma. Ao longo do livro, vão-se dando determinados acontecimentos que poderiam ter sido usados pela autora para transformar este livro medíocre num livro intrigante.Num livro deste género, apesar do erotismo, convém haver uma história que o leitor possa seguir, que o mantenha intrigado, ou o livro não vai passar de uma amálgama de sexo. Se, nos dois livros anteriores, a obsessão que se fazia sentir entre Gideon e Eva, resultou, juntamente com a personagem de Eva a ultrapassar os seus traumas e toda a situação de Nathan no segundo livro, a verdade é que essa fórmula já cansa e, para este livro, uma das exigências seria algo novo. Na minha opinião sobre os livros anteriores, tinha dito que percebia este sentimento de obsessão, a necessidade incontrolável de ter e pertencer a uma pessoa, representada aqui pelo sexo. Continuo a perceber essa necessidade, mas, tendo em conta que este é o terceiro livro, seria de esperar que a autora tentasse desenvolver as personagens para além dos seus traumas, bem como desenvolver a relação entre as mesmas. É verdade que se verifica um crescimento na confiança que o casal deposita um no outro, e isso mostra que evoluem como casal. No entanto, não vejo mais nada que possa apontar. Não vejo o casal a fazer coisas normais que os outros fazem, não os vejo a ter conversas banais sobre como foi o dia. Como é possível dizer-se que é amor e que não se consegue viver sem uma pessoa, se não a conhecemos? Estar o livro todo a ouvir Gideon e Eva dizerem isto um ao outro, quando a sensação que transmitem é que nem se conhecem, não abona a favor da autora.Outra característica do livro que não abona a favor da autora, é o facto de que a reconciliação das personagens e o que daí advém foi muito rápido. Numa página, estamos a ler que eles se vão reconciliar, mas, a seguir, já se apresentam em público juntos e, ainda antes da página terminar, já estão noivos. Este avanço repentino na atitude das personagens acaba até por deixar o leitor confuso! Para finalizar, pequenas situações que vão acontecendo ao longo do livro e que poderiam servir para dar à história um fio condutor, como a situação de Megumi ou da pulseira de Nathan, são completamente renegadas para último plano, sendo que despertam alguma curiosidade no leitor, mas não a suficiente para que este fique a debater hipóteses durante muito tempo.Um livro mais fraco que os anteriores que, basicamente, não serviu para qualquer tipo de desenvolvimento da história ou das personagens. Caso o próximo livro venha a ser editado, irei lê-lo, apenas porque já li os anteriores e porque tenho alguma curiosidade para saber o desfecho de algumas situações que ficaram em aberto. Read Less

Comentar

Siga-nos no Facebook
Facebook Pagelike Widget
Últimos Livros Comentados
Tópicos recentes