Espionagem no Deserto


Autor: San-Antonio (Frederic Dard)
Edição/reimpressão: 2009
Páginas: 200
Editor: O Quinto Selo

Imaginem que Alcides Sulfúrico, mais conhecido nos meios da espionagem pelo nome de código SO4 H2, foi raptado, no regresso de uma importante missão à China Popular, por um comando de rebeldes árabes no árido país de Kelsaltan! Conhecem o Kelsaltan? Pois bem, este país situa-se exactamente no ângulo do Golfo Pérsico com a avenida Raymond-Poincaré… Quer dizer… Para lá chegar é preciso, em dorso de camelo, atravessar o grande Rasibus, o deserto da sede…
Ironicamente foi preciso, para acompanhar o vosso valoroso San-Antonio nessa missão perigosa, apelar a Pinaud e, sobretudo, a Bérurier! Não vos digo mais… Juntai-vos à nossa estranha caravana e vinde visitar o harém do xeque Bérurier (um xeque bem fornecido, por sinal).

1 comentários
0 likes
Anterior: Os Funerais da Mamã GrandeSeguinte: João Rui de Sousa distinguido com o Prémio António Ramos Rosa

Comments

  • Sebastião Barata

    Setembro 9, 2009 at 1:02
    Reply

    Béru e companhiaMais uma aventura do valoroso San-Antonio e da sua equipa, desta vez nas areias do deserto, no Médio Oriente. Eu, que julgava que o autor tinha esgotado no livro anterior os adjectivos para qualificar o Gordo Bérurier e as peripécias em que ele era capaz de se meter, fiquei abismado! De facto, o nosso herói é uma caixinha de surpresas! E que dizer da magnificência dos senhores do petróleo? Não resisto a citar uma pequena passagem. Abismado com a habilidade de San-Antonio, aliás, Ben Santa, como atirador, o emir Obolan não se contém e faz-lhe uma proposta irrecusável: […] Ler Mais...Béru e companhiaMais uma aventura do valoroso San-Antonio e da sua equipa, desta vez nas areias do deserto, no Médio Oriente. Eu, que julgava que o autor tinha esgotado no livro anterior os adjectivos para qualificar o Gordo Bérurier e as peripécias em que ele era capaz de se meter, fiquei abismado! De facto, o nosso herói é uma caixinha de surpresas! E que dizer da magnificência dos senhores do petróleo? Não resisto a citar uma pequena passagem. Abismado com a habilidade de San-Antonio, aliás, Ben Santa, como atirador, o emir Obolan não se contém e faz-lhe uma proposta irrecusável: "Se quiser instalar-se definitivamente no meu emirato, nomeio-o ministro dos tiros de pistola com uma renda anual de dez milhões de klitoris, mais três mulheres e gasolina gratuita para o seu carro". San-Antonio recusa amavelmente: "A bondade e a magnificência de Sua Alteza são infinitas, mas já tenho vinte e quatro mulheres no meu país que se lamentam à minha espera, senhor".Um livro muito agradável de ler, que nos deixa bem dispostos. Read Less

Comentar